Estadão chama esquerda de pequena e “com tempo” em editorial de hoje (2020) #boato

Boato – Editorial do Estadão de hoje (2020) afirma que esquerda no Brasil é pequena e que seus integrantes não passam de intelectuais frustrados que têm tempo para protestos. 

A internet é um terreno fértil quando o assunto é boato. Não é para menos. Com tanta gente criando e compartilhando conteúdos é difícil saber o que é verdadeiro e o que não é nas redes sociais. Por aqui, o que não faltam são textos falsos atribuídos à famosos ou a veículos de comunicação.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Siga o Boatos.org no Twitter:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/39Tje3u

Confira o nosso Instagram:

Instagram

O último que circula online aponta para o que seria o editorial de “hoje (07/01/2019) do Jornal Estado de S.Paulo”. De acordo com a publicação, o Estadão criticou a esquerda e afirmou que “não passam de 1 milhão de intelectuais frustrados”. O texto afirma ainda que “será preciso entender como foi possível que tantos tenham se deixado enganar por um político que jamais se preocupou senão consigo mesmo, com sua imagem e com seu projeto de poder”. Leia alguns trechos do publicação:

O Estadão já está dando sinal de cansaço com a alma mais honesta deste mundo. Aqui o Editorial de hoje (07/01/2020) do jornal. Stephen Kanitz… “Como Tantos Foram Enganados Por Tanto Tempo Por Tão Poucos

A esquerda no Brasil é extremamente pequena. Não passam de 1 milhão de intelectuais frustrados, jornalistas jovens e inexperientes, professores universitários preguiçosos e jovens arrogantes que acham já capazes de salvar o mundo.

A direita é dezena de vezes maior, composta por 5 milhões de empreendedores, 8 milhões de profissionais liberais, 12 milhões de supervisores, contramestres, operadores logísticos que produzem todo dia bens e serviços para a sociedade. Por isso não tem tempo para se dedicarem de segunda a sexta ao esquerdismo, quando protestam é no domingo .

A família Mesquita que controla pelo menos o editorial do Estadão escreve hoje leitura obrigatória: “O impeachment da presidente Dilma Rousseff será visto como o ponto final de um período iniciado com a chegada ao poder de Luiz Inácio Lula da Silva. Quando a partir de 2003, a consciência crítica da Nação ficou anestesiada […]

Estadão chamou esquerda de pequena e “com tempo” em editorial de hoje (2020)?

O texto circulou feito pólvora e fez sucesso entre os críticos do PT e da esquerda. Mas será mesmo que o Estadão chamou a esquerda de pequena no editorial de hoje (2020)? A resposta é não. Entenda os porquês.

Um detalhe também chamou nossa atenção: o suposto editorial, além de alarmista, segue o mesmo enredo de textos de cunho político atribuídos à famosos. Por aqui, no Boatos.org, já surgiram histórias, por exemplo, envolvendo Ricardo Boechat, Olavo de Carvalho e papa Francisco.

Ao buscar pela publicação, descobrimos que, na verdade, o texto é resultado de dois artigos. A primeira parte, que começa em “como tantos foram enganados por tanto tempo por tão poucos” e vai até “por isso não tem tempo para se dedicarem de segunda a sexta ao esquerdismo, quando protestam é no domingo”, sequer é do Estadão. Na realidade, o texto pertence à Stephen Kanitz e foi publicado em sua conta no Facebook.

Se você ainda não o conhece, saiba que Stephen Kanitz é administrador e consultor de empresas. Stephen foi um dos precursores de análise de risco e crédito com seu artigo “como prever falências”, na Revista Exame, que ficou conhecido como o “Termômetro de Kanitz”. O administrador também ficou conhecido no Brasil por sua coluna na Revista Veja, entre 1998 e 2009.

A segunda parte, a partir do “o impeachment da presidente Dilma Rousseff será visto como o ponto final de um período iniciado com a chegada ao poder de Luiz Inácio Lula da Silva” é, de fato, do Estadão. Só tem um detalhe: o texto não é de janeiro e tampouco de 2020. Na verdade, o editorial foi publicado no dia 31 de agosto de 2016.

Para sacramentar, resolvemos procurar pelo editorial do dia 07 de janeiro de 2020 e, como você pode imaginar, nada encontramos. Na lista de textos opinativos, temos “A imprudência de Bolsonaro”, “Cenários para o mercado global”, “Privatizações em São Paulo” e entre outros. Nada de “A esquerda é pequena”.

Resumindo: não é verdade que o Estadão chamou a esquerda de pequena e “com tempo” em editorial de hoje (2020). O texto não foi publicado pelo Estado de S.Paulo e tampouco em 2020.

P.S.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/39Tje3u
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)