Efetivo de reserva do Exército, Marinha e Aeronáutica é convocado para ser mesário nas eleições #boato

Boato – Ministério da Defesa convoca efetivo de reserva do Exército, da Marinha e Aeronáutica para trabalhar como mesário nas eleições. Portal G1 deu a notícia. 

As eleições municipais 2020 sofreram um baque por conta da pandemia da Covid-19. Inicialmente programado para outubro (assim como em outros anos), o primeiro turno da votação precisou ser transferido para o dia 15 de novembro de 2020.

Outra coisa diferente nas eleições desse ano são os mesários (ou o número de cadastros de voluntários). Nos últimos dias, a Justiça Eleitoral registrou um recorde nas inscrições para mesários voluntários. Em alguns estados, como no Pernambuco, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) registrou um aumento de quase 80% em comparação às eleições de 2018.

E de acordo com uma história que está circulando nas redes sociais, parece que as eleições de 2020 vão contar com o apoio de militares. Não para a segurança, mas sim como mesários. Segundo as publicações, o Ministério da Defesa teria colocado o efetivo da reserva remunerada do Exército, da Marinha e da Aeronáutica à disposição do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nas eleições de 2020. De acordo com a história, a decisão teria sido tomada por conta do aumento do número de postos de votação (como medida preventiva contra a Covid-19) e uma defasagem no número de voluntários. Confira:

“*MINISTÉRIO DA DEFESA coloca o efetivo da reserva remunerada a disposição do TSE para trabalhar de mesário em todo o país, nas eleições municipais* O Ministro da Defesa, Gen Ex Fernando Azevedo e Silva acaba de anunciar que todo efetivo da reserva das três Forças serão empregados nas eleições municipais, inclusive os que estão contratados sob o regime de Prestador de Tarefa por Tempo Certo(PTTC). A solicitação foi através do Ministério da Saúde, após receber pedido do Tribunal Superior Eleitoral, pois segundo o TSE, devido a pandemia do COVID-19 e surgimento de novos casos de contaminação, medidas preventivas como o aumento significativo dos postos de votação, gerou uma defasagem nos voluntários civis e uma grande demanda de mesários. O G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa do Ministério da Defesa, que informou que apesar de estarem na reserva, ainda são militares e são voluntários para o cumprimento da missão. “Todo o efetivo da reserva é voluntário e será distribuído nos municípios dos Estados conforme a necessidade para suprir o coeficiente eleitoral”. Bom dia *Pegou! Chama os militares.*”.

Efetivo de reserva do Exército, Marinha e Aeronáutica é convocado para ser mesário nas eleições?

A informação pegou muita gente de surpresa, especialmente o efetivo da reserva remunerada do Exército, da Marinha e Aeronáutica. As publicações fizeram grande sucesso no Facebook e no WhatsApp e foram compartilhadas diversas vezes. Apesar do susto por parte dos militares e do grande número de replicações da informação, a história não é verdadeira!

Basta ler a mensagem até o fim para perceber algumas coisas estranhas. O texto apresenta diversas características de fake news na inernet. Ele é vago, bastante alarmista, possui erros de português e até pedidos de compartilhamento.

Ao buscar sobre o assunto em órgãos oficiais, não encontramos nada sobre a suposta convocação do efetivo da reserva remunerada do Exército, da Marinha ou da Aeronáutica. Vale ressaltar que devido à situação complicada em relação à pandemia da Covid-19, o TSE vai adotar diversas medidas sanitárias para garantir a segurança de mesários e eleitores. Além disso, o TSE tem divulgado peças publicitárias, com o médico Drauzio Varella, falando sobre a segurança em trabalhar como mesário nas eleições desse ano.

Além disso, a publicação possui um diferencial em relação a outras fake news: a referência de uma fonte confiável. Porém, basta acessar o link para perceber que a história não passa de uma pegadinha. Quando o internauta abre o link, não vai ver uma matéria que embase toda a história, mas sim uma imagem do deputado federal Tiririca com a mensagem: “é mentira, abestado”.

A brincadeira não é nova. Ela consiste em uma informação bombástica, seguida do link da suposta fonte confiável que, na verdade, redireciona o internauta para a imagem que mostra que tudo não passa de uma pegadinha.

A equipe do Boatos.org já desmentiu diversas histórias que usavam a mesma técnica, como a que dizia que Bolsonaro teria convocado reservistas brasileiros para apoiar os EUA na 3ª Guerra Mundial no Irã. Também a que indicava que uma suspeita de doping poderia tirar o título da Libertadores do Flamengo e, por fim, a que apontava que o ganhador da Mega Sena teria sido revelado e mora “na sua cidade”. Temos até um vídeo “genérico” sobre o assunto.

Em resumo: a história que diz que o Ministério da Defesa convocou o efetivo da reserva remunerada do Exército, da Marinha e da Aeronáutica para trabalhar como mesário nas eleições de 2020 é falsa! A informação causou espanto nas redes sociais, mas bastava abrir o link disponível no final do texto para perceber que tudo não passava de uma brincadeira. O link, na verdade, redireciona o internauta para uma imagem do deputado federal Tiririca com a mensagem: “é mentira, abestado”. Ou seja, a história não passa de balela. Não compartilhe!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/318Tn5c
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)