Comando 555 reinicia urna eletrônica e permite que você vote novamente #boato

Boato – Em caso de fraude no voto em Bolsonaro, eleitor deve pedir para o mesário acionar o comando 555 para que a urna seja reiniciada e que ele possa votar novamente.

Parece epidemia: vira e mexe, você recebe nos grupos do WhatsApp, vê no Facebook e encontra um link com “uma bomba” e, quando menos espera, se dá conta de que é uma fake news. O enredo é comum e descreve a rotina de muita gente na internet.

Pois bem. Se você faz parte desse grupo, certamente já se deparou com o vídeo sobre o comando 555 que reinicia a urna eletrônica e permite que você vote novamente. No vídeo (que não vamos colocar aqui), um sujeito explica que, em caso de fraude na hora do voto em Bolsonaro, o eleitor deve solicitar o uso do “comando 555” ao mesário.

Na mensagem publicada junto ao vídeo, o texto diz: “Pedir pro mesário digitar o comando 555 para reiniciar sua votação caso tenha problemas”. Outra versão, afirma “atenção. Dia 28 na hora do voto, se vc tiver problema no 17, não confirme no verde, peça ao mesário para reiniciar a urna. Comando 555”. Confira a transcrição do vídeo:

Olá, pessoal! É o Renato Tamaia aqui de São Paulo. Olha só a informação muito importante para ser viralizada nas redes sociais e no WhatsApp. O negócio é o seguinte: no dia da votação agora no segundo turno, no dia 28, se você digitar lá 17 e der voto nulo e não aparecer a fotografia do Bolsonaro e der a foto do Haddad no lugar, não aperta a tecla verde. Não confirme o voto em hipótese alguma. Dirija-se ao mesário e peça a ele para dar o comando 555. Com este comando o seu voto será reiniciado.

Nos estados que tiver segundo turno também para governador você terá que votar novamente no governador e, em seguida, para presidente de novo. Faça isso quantas vezes forem necessários até que os dados do Bolsonaro apareçam claramente para você com fotografia e tudo mais. Não vamos cair na esparrela, na armadilha que o pessoal tá armando aí para fraudar as urnas.

Olha só mais de 7 milhões de votos anulados por causa dessa pegadinha do malando. Então, olho vivo! Preste atenção digitou 17 e deu lá voto nulo. Não confirme. Em último caso, se depois de diversas tentativas, persistir o erro chame a polícia, chame o fiscal de partido, chame o representante da Justiça Eleitoral. Em último caso, se você não conseguir votar de jeito nenhum por causa desse erro, peça e exija a impugnação daquela urna, porque se ela tá fraudando é para beneficiar o lado de lá. Um abraço. 

Comando 555 reinicia urna eletrônica e permite que você vote novamente?

O vídeo se espalhou feito pólvora nas redes sociais. Mas será mesmo que o comando 555 reinicia a urna eletrônica e permite que você vote novamente? A resposta é não. Entenda os porquês.

O primeiro motivo que nos fez desconfiar da história está no fato de que a mensagem possui o enredo clássico de boatos online: alarmista, não cita fontes confiáveis, possui erros de português e pedidos de compartilhamento. Como se não bastasse, a mensagem se baseia em histórias falsas como a que fala que a urna eletrônica fraudada mostra votos para Haddad e que o TSE anulou mais de 7 milhões de votos que já foram, inclusive, desmentidas pelo Boatos.org.

Não por acaso, ao buscar mais informações sobre o tal “comando 555”, não encontramos nada. Com isso, resolvemos averiguar com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Entrarmos em contato via (TRE-MG) que, em resposta, afirmou que a história não procede. Confira:

O vídeo parte da falsa premissa de que há fraude na eleição presidencial, veiculando informação errada que pode contribuir para que muitos eleitores percam seu voto, além de causar confusão no dia da eleição. Na verdade, o código de número “555555555555” pode ser utilizado por um mesário em situações muito específicas. Quando o terminal de votação fica inativo por mais de 40 segundos, o mesário é avisado por seu terminal. Nesses casos, ele é orientado a perguntar ao eleitor se este está enfrentando alguma dificuldade. Caso o mesário digite o código “555555555555” antes de o eleitor concluir seu primeiro voto, o voto não terá sido efetivado, e o eleitor poderá ser convidado a reiniciar o procedimento.

Contudo, se o código for digitado depois que o eleitor já tenha votado para algum cargo (se tiver votado para governador, por exemplo, nos estados em que houver segundo turno para esse cargo), a urna gravará o voto dado e anulará os demais – no caso, o voto para presidente, o próximo e último cargo a ser votado pelo eleitor. Ou seja, a suspensão só reiniciará o voto do eleitor caso ele não tenha votado para nenhum cargo. É importante lembrar que, no segundo turno, o eleitor vota primeiro para governador e, depois, para presidente.

Quer dizer, se o mesário utilizar o código, os votos já registrados são computados e os outros são anulados. Vale lembrar que esse procedimento é usado em casos onde o eleitor começa a votar não conclui o voto (seja por questões de saúde ou por esquecer de realizar todos os votos). Está aí o manual do mesário que não nos deixa mentir.

Resumindo: o comando 555 não reinicia a urna eletrônica e tampouco permite que você vote novamente. O vídeo é baseado em balela e a dica que está sendo repassada está errada. Ou seja, #boato.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Um comentário em “Comando 555 reinicia urna eletrônica e permite que você vote novamente #boato

  • 18/10/2018 em 10:54
    Permalink

    Como é possível vocês próprios fazerem recomendação de vídeos que são claramente fakes como o da “avó 20 anos mais jovem por usar creme…” E “filhote de cachorro com cara de humano”??? NÃO CONFIO EM VOCÊS!!!!!

Fechado para comentários.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)