7 capas falsas de revistas e jornais que viralizaram na internet

Lula, Lei Rouanet, Joaquim Barbosa e até o juiz Sérgio Moro já foram vítimas de capas de revista e manchetes de jornais falsas. Separamos sete exemplos para você conferir e não espalhar por aí!

Nesta semana, o nome do ex-presidente Lula voltou a circular nas redes sociais. E se você pensou que o motivo envolvia as investigações da operação Lava Jato, venho dizer que você está enganado.

A postagem que citava o nome de Luiz Inácio “Lula” da Silva mostrava uma suposta capa da famosa revista francesa Charlie Hebdo. Na capa, Lula aparece apalpando a bunda de uma mulher com uma venda e uma balança, que representaria a Justiça.

E Lula não é o primeiro brasileiro (e nem será o último) a ser vítima de capas de revista e manchetes de jornais falsas. Separamos sete casos que já desmentimos aqui no Boatos.org pra você ler e não espalhar mais fake news por aí! Confira.

1) Lula e a “Justiça” na Charlie Hebdo

A capa da revista Charlie Hebdo teria chocado não só o Brasil, como também o mundo todo. Com o título “Confirmado: o Supremo Tribunal Brasileiro é uma merda” e uma foto do ex-presidente Lula apalpando a bunda de uma mulher com venda e segurando uma balança, representando a Justiça, a revista queria mostrar a falta de eficiência do Supremo no caso de Lula. O fato é que a tal capa foi feita há muito tempo e não é real. O rosto do ex-presidente foi colocado em cima de uma charge antiga, publicada no Peru. Ou seja, nada de Charlie ou críticas ao Supremo Brasileiro.

2) A mesma capa, só que com Renan

E nem o senador Renan Calheiros se livrou das críticas ácidas da revista Charlie Hebdo. Bom, ao menos era o que a postagem (que viralizou nas redes sociais) queria mostrar. Renan Calheiros teria sido escolhido para ser o personagem principal de uma charge, onde aparece apalpando a bunda de uma mulher com venda e segurando uma balança, que representaria a Justiça. Porém, a charge, na verdade, era falsa. A capa em questão nunca existiu e foi uma cópia de outra capa falsa que também envolveu outro político, o ex-presidente Lula. O fato é que nenhuma das duas capas são verdadeiras.

3) Charlie critica os “artistas da Rouanet”

A revista Charlie Hebdo parece ter gostado tanto do Brasil, que nem os artistas do filme Aquarius, que estiveram no Festival de Cannes, foram perdoados. A capa mostra diversos artistas brasileiros segurando folhas, formando a frase “somos babacas”, com a chamada “alguns artistas brasileiros aceitam corrupção, desemprego, inflação, mentiras e má administração. Dilma 11 milhões de desempregados”. A foto usada é de uma manifestação de diversos artistas, em Cannes, contra o afastamento de ex-presidente Dilma. Porém, a montagem foi tão mal feita, que ninguém fica surpreso ao descobrir que se trata de uma mentira. Charlie não criticou os artistas do filme Aquarius e ponto final.

4) The Economist ele Lula como o mais corrupto

Lula é figurinha carimbada não só no Brasil, como no mundo todo. O nome do ex-presidente, volta e meia, aparece na mídia internacional. E nem sempre com mensagens positivas. De acordo com a famosa revista inglesa “The Economist”, Lula é o presidente mais corrupto do mundo. Bom, pelo menos é o que afirma a postagem que divulgou a capa com a manchete e a foto do presidente. A revista teria levado em conta itens como número de processos, condenações, enriquecimento e rejeição popular. Entretanto, a história não passa de mentirinha(ona). No dia que consta na capa, sequer existiu a publicação de uma edição da revista. Sendo assim, #boato.

5) Moro ilustra a capa da Time

O nome do juiz Sérgio Moro também é muito citado no Brasil e no mundo, principalmente por sua atuação na operação Lava Jato, que está escancarando muitos casos de corrupção no país. Visto como um herói por muitos brasileiros, Sérgio Moro teria sido homenageado pela revista Times. De acordo com a publicação, o juiz teria sido eleito uma das 100 pessoas mais influentes na lista da Times e a ex-presidente Dilma teria se irritado com a publicação. Bom, a verdade é que ele foi eleito umas das 100 personalidades mais influentes, porém, não é o rosto da capa dessa edição e Dilma, muito menos, ficou irritada com o fato. #boato

6) Veja detona Moro na capa

E nem só de homenagens vive o homem, não é mesmo? Um dia, idolatrado. No outro, criticado. A vida é assim mesmo e esse tipo de coisa acontece, inclusive, com nomes conhecidos, como o caso do juiz Sérgio Moro. Segundo a publicação, Moro teria sido acusado pela revista Veja de enganar o povo brasileiro. Pra completar, Moro ilustra a capa da revista com um título em letras garrafais: “Culpado! Ele sabia de tudo”. O fato é que, na verdade, Moro não ilustrou a capa da revista Veja nessa edição e as acusações que também estampam a capa não procedem. Sendo assim, #boato.

7) Joaquim Barbosa pede “PT não”!

E nem o rosto de Joaquim Barbosa foi poupado das fake news. O advogado, que já foi ministro do STF até 2014, teria sido alvo da revista Veja. Segundo a publicação, ele teria declarado que “se a população quer me homenagear, basta não votar no PT”. Junto da capa, uma foto do ex-magistrado pensativo. Bom, o fato é que a capa nunca existiu e o ex-magistrado também nunca falou nada sobre homenagens e não votar no PT. Inclusive, em entrevista para Mônica Bergamo, Barbosa falou que votou em Lula, em 2006, e em Dilma, em 2010, período em que já trabalhava no caso mensalão. Ou seja, não passa de #boato.

Compartilhe este artigo:

3 comentários em “7 capas falsas de revistas e jornais que viralizaram na internet

  • 29/04/2018 em 18:26
    Permalink

    Admiro o trabalho de vocês, parabéns!

    Resposta
  • 25/03/2018 em 10:03
    Permalink

    Apesar das capas serem montagem, o seu conteúdo não a torna mentirosa, enganadora, de todas as capas, tirando o fato que não são de resposta alguma o seu conteúdo,a mensagem que querem levar a cada dia que passa elas se tornam mais verdadeiro ainda.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)