Capa da Veja aponta que Sérgio Moro enganou povo brasileiro #boato

Boato – Capa da revista Veja aponta que Sérgio Moro sabia dos crimes de Aécio e da sua irmã, dos crimes de Temer e que ele enganou o povo brasileiro.

Há menos de uma semana, a realidade política do Brasil se transformou. Desde o vazamento da informação de que executivos da JBS fariam uma delação premiada, a internet não parou de receber boatos. De Randolfe a Bolsonaro, muita gente foi personagem de uma história falsa. A bola da vez é, de novo, Sérgio Moro.

Circula na internet a informação de que a revista Veja denunciou que o juiz da Lava Jato “traiu o país”. De acordo com imagem que circula online, Moro teria sido conivente com Temer e Aécio. Leia o texto que está na imagem, viral no Facebook e WhatsApp:

Extra! Como Sérgio Moro enganou o povo brasileiro! Culpado. Ele sabia de tudo. Sérgio Moro sabia dos crimes de Aécio e sua irmã, sabia da corrupção de Temer, sabia que Cunha recebia propina mesmo preso e não deixou a polícia investigar, protegendo criminosos e obstruindo a Justiça.

Capa da Veja aponta que Sérgio Moro enganou povo brasileiro?

É claro que muita gente que é contra o juiz da Lava Jato compartilhou a história. Mas será mesmo que a Veja deu essa informação na capa e será que ela procede? A resposta é não. Vamos aos fatos.

Uma rápida busca e já descobrimos que a capa da Veja não tem nada a ver com Sérgio Moro. A edição desta semana da revista da editora Abril traz na capa a bandeira do Brasil com a palavra “Basta” em letras garrafais. Vamos convir que em uma semana que o presidente foi denunciado, a revista não vai dar um juiz na capa, né?. Olha aí:

Capa da Veja real
Capa da Veja real

Ok, a capa é falsa. Mas e as outras acusações procedem? Na realidade, também não. Moro não poderia fazer nada contra Aécio e Temer por um simples motivo: todas as informações relacionadas ao presidente e ao senador não são tratadas pelo magistrado. Moro é um juiz de 1ª instância, logo não pode analisar acusações contra quem tem a prerrogativa de foro privilegiado. Neste caso, o julgamento de Temer e Aécio fica a cargo do ministro do STF, Edson Fachin.

Sobre Cunha, também não há nenhum indício de que o juiz sabia da propina (sequer a propina foi comprovada até o momento). Vale apontar, ainda, que Moro não “protegeu” Cunha, tanto que o ex-deputado está até hoje preso por causa de crime jugados por Moro na Operação Lava jato.

Resumindo: a história que circula online é falsa. Nem Moro foi capa na Veja tampouco a acusação (sem fonte) faz algum sentido. Pelo menos por enquanto, não há indícios de que ele sabia de algo sobre Aécio e Temer.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão dos leitores Jaqueline Drago, Luciana Machado e diversos leitores por WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)