Bolsonaro descobriu conta secreta de R$ 600 bilhões no Banco Central #boato

Boato – O presidente Bolsonaro descobriu uma conta secreta de R$ 600 bilhões no Banco Central. O dinheiro foi transferido para o Tesouro Nacional. 

De uns tempos para cá, houve um crescimento exponencial do interesse da população no combate à corrupção, pauta bastante positiva que, inclusive, ganhou um olhar ainda mais incisivo graças às redes sociais. Por outro lado, por conta disso, começaram a surgir de maneira frequente na internet vários boatos sobre o tema, seja para enaltecer o trabalho (neste caso, não feito) de figuras políticas importantes no país (como a do presidente da República) ou para cravar ideologias e posicionamentos políticos extremos, como na nossa história de hoje.

Uma postagem que está sendo compartilhada principalmente no Facebook dá conta de que o presidente Jair Bolsonaro teria descoberto uma conta secreta de R$ 600 bilhões no Banco Central e transferido o dinheiro escondido para o Tesouro Nacional. Supostamente, de acordo com a publicação, como ninguém soube informar qual seria o destino do valor, o presidente decidiu pedir a transferência do montante para os cofres públicos, recebendo as felicitações dos internautas. Veja, a seguir, o texto original da publicação, que acompanha as supostas aspas de Jair Bolsonaro:

Presidente descobriu uma conta de 600 bilhões no banco central, escondido dinheiro que ninguém sabia , porque guardava, e para onde iria esse dinheiro!!!!Coisa estranha!! Presidente ja pediu a transferência para o tesouro, O que vcs acham ! Parabéns! Presidente!!! “A cada ninho de rato que toco fogo, mais inimigos coleciono. Acredito no Brasil, porque confio em você, cidadão do bem”.

Bolsonaro descobriu conta secreta de R$ 600 bilhões no Banco Central?

A publicação com o suposto feito do presidente da República viralizou, em diversas publicações diversas publicações no Facebook, Twitter, Instagram e afins. Porém, a informação não procede.

Para começar, a mensagem da publicação carrega todas as características de fake news: é vaga (não diz quando Bolsonaro teria feito a tal descoberta da conta secreta, entre outras informações relevantes), alarmista (tem o intuito de defender a direta política e o presidente), possui erros de português e não cita fontes confiáveis de notícias que possam confirmar o que está sendo dito.

Mais que isso, não é de agora que vemos “brotar” na internet boatos sobre “coisas que o governo descobriu”. Aqui mesmo no Boatos.org, nós já desmentimos vários deles, como aquele que dizia que Bolsonaro teria descoberto R$ 23 milhões do PIS/PASEP escondidos por Lula e o PT; outro de que o presidente também teria encontrado um rombo em Itaipu semelhante ao da Petrobras deixado por ministros do STF; ou, ainda, a falsa história de que a PF teria investigado e descoberto que Aryane Campos supostamente entregou a faca para Adélio atacar Bolsonaro.

E assim como nestes fakes, o desmentido de hoje também não tem nenhuma lógica. Primeiro, devemos concordar que R$ 600 bilhões é muito dinheiro. Seria o equivalente a quase 10% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, ou seja, quase 10% de tudo que tem no Brasil, o que torna muito estranha a informação de que o montante estaria “perdido” ou, pior ainda, não ter virado notícia em todos os veículos de comunicação confiáveis. E foi aí que, ao procurarmos pela frase de Bolsonaro na publicação, descobrimos que não tem nada a ver com o Banco Central.

Na ocasião, o presidente havia comentado sobre o sucateamento da frota de aviões da Fundação Nacional do Índio (Funai). O chefe do Executivo criticou a situação de nove aeronaves que foram encontradas sucateadas no órgão, quando deveriam estar à serviço do atendimento médico à população indígena. Isto é, nenhuma menção à suposta conta secreta no Banco Central.

Sobre isso, achamos até alguns desmentidos. O Estadão Verifica e a Agência Lupa, por exemplo, explicaram que é impossível “encontrar a conta de alguém”, já que, apesar do nome, o Banco Central não se trata de uma instituição financeira, em que pessoas físicas podem abrir contas, mas sim, de um banco público.

Ainda, a única movimentação recente do governo no Banco Central foi feita pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em que ele solicitou a transferência de R$ 400 bilhões, dos R$ 521 bilhões obtidos pelo Banco Central em operações cambiais e ganhos com as reservas internacionais a partir da desvalorização do real em relação ao dólar americano. No entanto, o dinheiro não seria “retirado de uma conta secreta”.

Resumindo: A publicação que dá conta de que Bolsonaro descobriu conta secreta de R$ 600 bilhões no Banco Central não é verdadeira. Para começar, o Banco Central é um banco público, e não uma instituição financeira, na qual pessoas físicas podem abrir contas ou “descobrir conta de alguém”. A única movimentação recente do governo no Banco Central foi feita na chamada reserva de resultado e não tem nada a ver com uma “grande descoberta” do presidente.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/318Tn5c
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)