PF descobriu que Aryane Campos entregou faca para Adélio atacar Bolsonaro #boato

Boato – A casa caiu para a Aryane Campos. A Polícia Federal descobriu que a petista tem participação no ataque contra Bolsonaro porque entregou uma faca para Adélio atingir o presidente.

O atentado que o então candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro foi vítima durante a campanha eleitoral de 2018 ainda dá o que falar. A prova disso está no texto que vamos falar no momento, que insiste em apontar que uma mulher teve participação no ataque ao entregar para Adélio Bispo de Oliveira.

De acordo com a mensagem (que é acompanhada de fotos e vídeos), a Polícia Federal descobriu que uma mulher chamada Aryane Campos, que seria petista, feminista e lésbica, teria entregado a faca para Adélio atingir Bolsonaro. A prova seria um vídeo em que um homem “narra” a entrega da arma branca. Leia a mensagem que circula online:

*A CASA CAIU…* A Polícia Federal identificou *Aryane Campos* foi ela quem entregou a FACA para Adélio Bispo no crime contra Bolsonaro… Que a JUSTIÇA agora seja feita. Compartilhe…!!! MAIS UMA ETAPA Q SE ESPERA ESCLARECER ESSE CRIME .

PF descobriu que Aryane Campos entregou faca para Adélio Bispo atacar Bolsonaro?

Muita gente compartilhou a informação. Mas será mesmo que a Polícia Federal está atrás da tal petista Aryane Campos e a acusa de participação no atentado contra Bolsonaro durante as eleições de 2018? A resposta é não. Calma aí que a gente explica tudo para vocês.

Essa mesma história circulou nos dias seguintes ao ataque a Bolsonaro. Ela foi uma das muitas teorias que falavam sobre o ocorrido e se mostraram falsas. Além de teses malucas como a de que o atentado foi forjado para “disfarçar um câncer de Bolsonaro”, histórias de outras “mulheres que entregaram a faca” também circularam por aí. Como boa parte do desmentido relacionado à Aryane Campos vale para hoje, relembre o que escrevemos:

Assim como na história de Maria Clara de Paula Ribeiro Tarabal, a explicação começa no fato de que a tese “da mulher que passou a faca” não está comprovada (aliás, é uma tese bem fraquinha, mas vamos deixar para a PF descartar). Nesta matéria da Agência Estado, a Polícia Federal chega a falar que a mulher já foi identificada e prestará depoimento, mas também não há provas de seu envolvimento com o crime

Segundo ponto: essa informação já derruba a tese de que a “mulher da faca” seria “procurada pela polícia” ou mesmo “acusada”. Desnecessário dizer que o nome de Aryane Campos também não está na lista de “procuradas” da Polícia Federal pelo atentado a Bolsonaro e nem entre filiados do PT em Minas Gerais.

Com isso, já dava para “matar” a tese de “procurada-perigosa”. Mas não para por aí. Ao buscarmos pelo perfil do Facebook citado chegamos a uma “Aryane Campos” que sequer é de Juiz de Fora. O perfil (já deletado no Facebook) era com o sobrenome “Silva”. Não há nenhum registro de pessoa com esse nome (incluindo o Silva) em Juiz de Fora.

Mais uma busca e chegamos a uma Aryane Campos de Juiz de Fora. É Aryane Campos Reis, estudante da UFJF. Detalhe bem legal: além de ela não ser a pessoa do “perfil feminista”, ela não se parece com a mulher do vídeo (olha só, hein).

Voltando a 2020, temos mais algumas coisas que enfraquecem a tese. Uma delas é a ausência da notícia de que a Polícia Federal teria descoberto algo contra Aryane Campos em fontes confiáveis (se fosse real, estaria nas manchetes de todos os portais de notícias). Outra é a comprovação por parte da PF que Adélio Bispo agiu sozinho.

Resumindo: a história que aponta que a Polícia Federal descobriu que uma mulher chamada Aryane Campos ajudou Adélio Bispo a atacar Bolsonaro é falsa. É uma fake news que surgiu logo após a facada e que, por algum motivo, voltou a circular em 2020.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164. 

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2UyyDRF

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet