Bolsonaro autoriza execução de dívida da Globo de R$ 358 milhões #boato

Boato – O presidente Jair Bolsonaro autorizou a execução da dívida de R$ 358 milhões da TV Globo em impostos sonegados. Cobrança foi publicada no Diário Oficial.

Pelo que tudo aponta, parece que a posse de Jair Bolsonaro como presidente do Brasil tem deixado muita gente empolgada. Dentre essas pessoas, estão alguns criadores de notícias falsas que têm com objetivo angariar uns cliques. Todo dia tem saído uma fake news sobre resoluções de Bolsonaro. Só em 2019 já teve “cancelamento do carnaval”, fim do “auxílio-reclusão” e outros boatos que nem estamos conseguindo desmentir por aqui.

A mais nova que circula na internet atinge (de novo) a TV Globo. De acordo com uma notícia publicada em um blog e replicada por tantos outros, Bolsonaro resolveu “executar a dívida de R$ 358 milhões da Globo em impostos sonegados”. Leia trechos do texto que viralizou no Facebook e no WhatsApp?

Bolsonaro , autoriza Execução da dívida da Globo de R$ 358 milhões de impostos sonegados O presidente Jair Bolsonaro , acionou a receita federal para iniciar a por meio da justiça federal a execução da dívida da Tv Globo referente a impostos sonegados desde 2002.

O Valor chega a mais R$ 358 milhões. A emissora tem 30 dias para efetuar o pagamento sob pena de ter os bens penhorados para o pagamento da dívida. O ato foi publicado no Diário Oficial da União nesta terça-feira, dia 08/01/2019.

A Receita Federal conclui que Globo usou onze empresas em paraísos fiscais , para sonegar impostos pela compra de direitos de transmissão das Copas do Mundo de 2002, 2006, 2010 e 2014. DARF, a ser recolhido por emissora de João Roberto Marinho e seus dois irmãos, é de R$ 358 milhões.

Bolsonaro autorizou cobrança de dívida da Globo de R$ 358 milhões?

Calma gente. Antes de você sair aí compartilhando os links e exaltando a “coragem do presidente” em cobrar a dívida da Globo saiba que a tal história é mais um fake news que circula por aí. Vamos aos fatos.

Antes de falar da história em si, vamos fazer duas ressalvas. A primeira é que é fato que Bolsonaro tem declarado que vai cortar verbas publicitárias da Globo. Mais do que isso: tem um projeto que visa (de acordo com essa matéria) atacar o “domínio da Globo na publicidade”.

A segunda é que, de fato, houve um processo administrativo na Receita Federal que envolvia a compra de direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2002 pela Globo. Porém, a própria Globo e a Receita Federal apontaram que os débitos referentes à dívida foram pagos (com a ajuda do Refis) e que não há dívida referente a essa transação.

Dito isso, voltamos ao caso de hoje. Ao contrário do que aponta a mensagem, Bolsonaro não autorizou execução de dívida alguma. Uma busca rápida no Diário Oficial do dia 08/01/2019 já nos faz chegar à verdade. Não há nada sobre cobrança de dívida. O único resultado retornado é esse (de um contrato com a Editora Globo).

Para botar uma pá de cal na história, resolvemos buscar pela origem da história. Além de não ter sido publicada em nenhuma fonte confiável, ela surgiu em um site que só publica fake news. Dentre as pérolas de lá, está a história que aponta que uma faca de nióbio cortou um prego de aço. Ou seja, não dá para confiar no site que publicou.

Resumindo: a história que aponta que Bolsonaro resolveu cobrar uma dívida de R$ 358 milhões da Globo é falsa. Nem a dívida existe nem o presidente autorizou a execução dela no Diário Oficial da União. Balela dupla.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

2 comentários em “Bolsonaro autoriza execução de dívida da Globo de R$ 358 milhões #boato

  • 12/01/2019 em 05:28
    Permalink

    Boa. Todos sabem que a Globo deve mesmo, só que estava estranha essa conversa. Obrigado por esclarecer.

    Resposta
  • 11/01/2019 em 01:58
    Permalink

    Parabéns pelo esclarecimento mas já coloquem o que e onde pesquisaram senão vem um tal de e-farsas cópia o texto e pública como se fosse algo deles “ nos pesquisamos, nos fomos” fica aí a dica

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)