Biden e CIA interferiram nas eleições do Brasil #boato

Boato – Jornalista da Fox News denuncia, ao vivo, que presidente Joe Biden e a CIA interferiram nas eleições de 2022 no Brasil.

As acusações de fraude nas eleições de 2022 ainda não acabaram. No dia 22 de novembro de 2022, o presidente Jair Bolsonaro entrou com uma representação junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para pedir a anulação dos votos de algumas urnas. A justificativa é uma auditoria encomendada pelo partido do presidente, o PL.

De acordo com o documento divulgado pelo partido, a auditoria teria identificado “mau funcionamento” em modelos de urnas eletrônicas anteriores a 2020. Entretanto, o presidente do TSE, Alexandre de Moraes, rejeitou a ação do PL e aplicou uma multa de R$ 22 milhões ao partido. Em meio à essa confusão, uma outra história tem ganhado a atenção na internet.

De acordo com uma publicação que está circulando nas redes sociais, o presidente dos EUA Joe Biden e a CIA teriam interferido nas eleições de 2022 no Brasil. Segundo o vídeo que acompanha a publicação, um jornalista da Fox teria acusado Biden de sempre falar em democracia, mas ter interferido diretamente nas eleições brasileiras. Ainda segundo o vídeo, Biden teria enviado a CIA para o Brasil para pedir que Bolsonaro aceite o resultado das eleições. Confira:

Versão 1: “Tucker Carlson denuncia a interferência de Biden nas eleições brasileiras p perseguir conservadores no Brasil com censura e prisão Não há democracia sem liberdade d expressão CIA interferiu na eleição brasileira pressionando o gabinete do Pr Bolsonaro a não questionar as eleições”. Versão 2: “Gravíssimo! Interferência da CIA do Biden nas eleições brasileira”. Versão 3: “El conductor Tucker Carlson revela interferencia del gobierno de Biden en las elecciones de Brasil: “El director de la CIA viajó a reunirse con Bolsonaro para presionarlo que acepte el resultado de las elecciones, antes de que ocurrieran”.

Biden e CIA interferiram nas eleições do Brasil?

A informação causou um enorme burburinho nas redes sociais, especialmente, no Twitter e deixou muitos apoiadores de Bolsonaro indignados com a situação. Entretanto, a história não é bem assim. A explicação fica por conta da falta de provas.

Nas eleições de 2022, histórias falsas sobre supostas fraudes no pleito eleitoral se multiplicaram na internet. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que urnas eletrônicas transportadas em São Paulo provariam fraude nas eleições. Também a que indicava que títulos de eleitor encontrados no lixo seriam a prova de fraude nas eleições e, por fim, a que apontava que hackers teriam quebrado o código-fonte das urnas e descoberto fraude nas eleições.

Apesar da fala ter sido feita em uma grande rede de televisão, como a Fox News, o principal elemento não foi apresentado: a prova da acusação. O Projeto Comprova desmentiu toda a história. De acordo com o Comprova, o jornalista Matthew Tyrmand, um dos homens que aparecem no vídeo, falou apenas sobre algumas decisões do TSE, a vinda de um diretor da CIA, em março de 2022, ao Brasil e uma suposta censura que impediria as pessoas de questionarem o resultado das eleições. Ele é simpatizante da extrema-direita estadunidense e já participou de diversos programas comandados por figuras da extrema-direita,

Mesmo com as acusações, nenhuma prova sobre fraude nas eleições brasileiras foi apresentada. E como já estamos cansados de lembrar por aqui: o ônus da prova é de quem acusa. Se isso não bastasse, ainda segundo o Projeto Comprova, Tucker Carlson (o outro homem que aparece no vídeo) é conhecido nos Estados Unidos por ser defensor de supremacistas brancos, simpatizante de líderes da Ku Klux Kan (KKK) e apoiador de políticas anti-imigração. No Brasil, a publicação chegou a ser apagada no Instagram e no Twitter.

Em resumo: a história que diz que o presidente dos EUA Joe Biden e a CIA teriam interferido nas eleições do Brasil é falsa! As acusações, de fato, foram feitas por dois jornalistas em uma transmissão da Fox News. Entretanto, nenhuma prova foi apresentada. Além da participação dos dois ter durado menos do que 3 minutos, os dois são simpatizantes da extrema-direita e apoiam políticas e figuras contraditórias, como a Ku Klux Kan e a anti-imigração. Como o ônus da prova é de que acusa e quem acusa não provou nada (apenas falou sobre decisões do TSE, da visita do diretor da CIA ao Brasil e sobre uma suposta censura contra quem questiona as eleições), podemos cravar que a história é falsa!

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2oQa6tD
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso