Alexandre de Moraes ameaçou tocar fogo no STF e atirar em ministros quando era advogado #boato

Boato – Vídeo mostra o ministro Alexandre de Moraes quando era advogado falando em atirar nas costas de ministros e tocar fogo no STF com os magistrados dentro.

O inquérito das fake news, que está sendo relatado por Alexandre de Moraes e resultou em operações da Polícia Federal e prisões, tem gerado, olha só, fake news contra o ministro do STF. A última delas fala em supostas declarações dele quando era advogado.

Começou a circular um vídeo que mostra Alexandre de Moraes falando a seguinte frase: “Quanto custa atirar à queima-roupa nas costas de cada ministro filho da p. do STF que queira acabar com a prisão de segunda instância? Se acabarem com a prisão em segunda instância, só nos resta jogar combustível e tocar fogo no plenário do Supremo Tribunal Federal com ministros dentro”.

Junto ao vídeo, há descrições de que a declaração teria sido feita quando ele era advogado e seria uma ameaça contra “ministros do STF”. Leia algumas das mensagens que circulam online e assista ao vídeo:

Confira o desmentido em vídeo

Versão 1: Ministro Alexandre de Moraes antes de ser ministro do STF !!! UAI !!! naquela época se podia xingar ministros do STF??? Versão 2: O que você acha deste cara quando era ADVOGADO DO PSDB, ouçam bem o que ele fala dos ministros do STF. Agora ele é um dos que tá lá VOCÊ CONFIA NESTE CARA Versão 3: “Só nós restar jogar combustível e tocar fogo no plenário do STF” by Alexandre de Moraes quando era advogado.

Alexandre de Moraes falou em tocar fogo no STF e atirar em ministros quando era advogado?

A mensagem se espalhou com muita força na internet, principalmente entre as pessoas que não estão satisfeitas com a atuação do ministro do STF no inquérito das fake news. Mas será mesmo que a filmagem mostra Alexandre de Moraes antes de entrar para a corte ameaçando atirar em ministros e tocar fogo no Supremo? A resposta é não.

Quando nos deparamos com a mensagem, já ficamos desconfiados. Além da onda de notícias falsas direcionadas ao STF que estão circulando nos últimos dias (você pode ver exemplos aqui, aqui e aqui), a mensagem tem características de boatos online como ser vaga, alarmista com erros de português e não cita fontes confiáveis.

A partir dessas desconfianças, fomos buscar mais detalhes sobre o assunto. Não demorou muito para descobrirmos que o vídeo não é de Alexandre de Moraes antes de ser ministro do STF e nem se trata de uma ameaça dele contra os colegas de corte. Na realidade, ele estava parafraseando ameaças que constavam no inquérito das fake news.

O vídeo foi gravado no dia 17 de junho de 2020 e Alexandre de Moraes estava relatando (antes de votar a favor da continuidade do processo) que, além dessas frases, mensagens interceptadas pela PF na internet falavam em estuprar filhas de ministros e que, na deep web, havia até uma planta do Plenário do STF.

Resumindo: a história que aponta que Alexandre de Moraes falou em tocar fogo no STF e atirar em ministros quando era advogado é falsa. O vídeo em questão foi gravado recentemente e o ministro estava apenas relatando comentários de ódio que a Polícia Federal teve acesso na internet.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2CZjkqO

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)