Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Agressores de Alexandre de Moraes estarem usando gorro e blusa no verão da Itália prova que ataque foi falso #boato

Agressores de Alexandre de Moraes estarem usando gorro e blusa no verão da Itália prova que ataque foi falso #boato

Agressores de Alexandre de Moraes estarem usando gorro e blusa no verão da Itália prova que ataque foi falso, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Ataque a Alexandre de Moraes em aeroporto foi falso, porque agressores usavam gorro e blusa e, na Itália, está fazendo 40º C

  Introdução

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes e sua família foram hostilizados durante uma viagem, no aeroporto de Roma, no dia 14 de julho de 2023. O filho do ministro chegou a ser agredido fisicamente com um tapa.

Na oportunidade, a família de Alexandre de Moraes acompanhava o ministro em uma visita à Universidade de Siena, onde Alexandre de Moraes realizaria uma palestra. Porém, ao chegar no aeroporto, o ministro do STF e sua família foram agredidos verbalmente e fisicamente por três brasileiros.

Vídeo: É falso que vacina da gripe tenha "vírus do câncer"

Mas de acordo com uma história que está sendo compartilhada nas redes sociais, o relato do ministro do STF Alexandre de Moraes seria uma mentira. Segundo a publicação, o fato dos supostos agressores de Alexandre de Moraes estarem usando gorro e blusa seria a prova de que toda a história do ataque seria falsa. Ainda segundo a história, a explicação seria simples: atualmente, a Itália está no verão, atingindo temperaturas de até 40º C, o que tornaria impossível o uso desse tipo de roupa. Confira:

“Segue texto com a devida tradução da análise da foto dos supostos agressores divulgada por uma rede de televisão, análise esta feita por um cidadão italiano Enrico Zonca e postada em seu blog. Obs… nem precisa ser detetive para concordar. Eu conheço muito bem o verão da Europa, então… “lì in questo angu c’è un nodulo” “Le foto degli aggressori sono state divulgate dalla stampa brasiliana, in cui i presunti hanno un cappello di lana e una giacca a vento invernale, la cosa è assurda in quanto in questi giorni a Roma ci sono circa 40 gradi. Qui in Italia le temperature si avvicinano ai 40 gradi, quindi è impossibile che la gente si vesta in quel modo, per gli italiani sarebbe ridicolo. Sembra che qualcuno in Brasile stia creando una specie di fake news e che molti giornalisti alimentino queste false notizie, così da creare il vittimismo tipico della politica di quel Paese. Non coinvolgete noi italiani in queste pagliacciate da quartierino. Alexandre de Moraes rimanga nel suo Paese e non venga in Italia a inventarsi delle fake news.”

“As fotos dos agressores foram divulgadas pela imprensa brasileira, nas quais os supostos estão usando um gorro de lã e um casaco de inverno, o que é um absurdo já que está em torno de 40 graus em Roma nestes dias. Aqui na Itália as temperaturas chegam a 40 graus, então é impossível as pessoas se vestirem assim, para os italianos seria ridículo. Parece que alguém no Brasil está criando uma espécie de fake news e que muitos jornalistas alimentam essa fake news, de forma a criar a vitimização típica da política daquele país. Não envolva nós, italianos, nessas travessuras de bairro. Alexandre de Moraes fica em seu país e não vem para a Itália inventar fake news.”.

  Análise

A história de hoje viralizou nas redes sociais, em especial, no Facebook, no Twitter e no WhatsApp. E só de olhar para o conteúdo, já ficamos com o pé atrás. Isso porque ele apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, alarmista, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias sobre esse assunto em veículos de comunicação confiáveis.

Além disso, histórias falsas sobre o ocorrido com o ministro Alexandre de Moraes na Itália. A equipe do Boatos.org já desmentiu diversas delas aqui e aqui.

Com isso, algumas perguntas sobre o caso surgiram: As pessoas estarem de gorro e blusa é uma prova de que o ataque contra Alexandre de Moraes seria falso? Por que as pessoas estavam usando gorro e blusa? E o ataque contra Alexandre de Moraes foi falso?

Checagem

O fato de as pessoas estarem de gorro e blusa justificam que o ataque contra Alexandre de Moraes foi falso?

Não! As próprias pessoas que foram gravadas hostilizando o ministro do STF Alexandre de Moraes e sua família admitiram que tiveram uma confusão com o filho de Alexandre de Moraes, com direito a ofensas e agressões. Além disso, existe um vídeo que mostra as agressões verbais (e até física contra o filho de Alexandre de Moraes) que foram cedidas a diversos veículos de comunicação.

Por que eles estavam de gorro e blusa?

É difícil afirmar com precisão, mas existem situações dentro de uma viagem que podem explicar o caso. A principal delas é que já estava de noite na Itália e o voo que todos iriam embarcar se dirigia ao Brasil. Como no Brasil ainda é inverno e, naquela semana, estávamos enfrentando uma frente fria, é provável que eles tenham decidido se proteger. Até porque o ar-condicionado dentro do avião costuma ser bem gelado. Mas seja qual for a explicação, isso não justifica a tese de que o ataque teria sido falso.

O ataque contra Alexandre de Moraes foi falso?

Definitivamente não. As imagens que circularam na mídia logo após a agressão mostram como as pessoas iniciaram uma provocação contra Alexandre de Moraes e sua família. Quando o filho do ministro do STF pega o celular para filmar as agressões, leva um tapa no rosto, derrubando seus óculos. Todas as imagens feitas pelos envolvidos já estão em posse da polícia e as imagens gravadas pelo aeroporto de Roma já foram encaminhadas para o Brasil. Ou seja, o ataque a confusão foi bastante real e agora será julgado pela polícia.

Conclusão

Fake news ❌

A história que diz que os agressores de Alexandre de Moraes estarem usando gorro e blusa seria a prova de que o ataque contra o ministro teria sido mentira é falsa! Existem N motivos que justificam o uso das vestimentas, como o fato de já ser noite na Itália ou o fato de fazer muito frio dentro do avião ou ainda o fato de que o voo era da Itália para o Brasil e, no país tupiniquim, ainda ser inverno. Independente do motivo, nada disso justifica que o ataque foi falso. O ataque foi real e as imagens que foram cedidas para diversos veículos de comunicação mostram uma discussão e agressões verbais e físicas. O caso será julgado pela polícia (e se toda essa situação fosse algo encenado, com certeza não seria caso de polícia).

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm