Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Abin descobriu que diretor da PF, Valeixo, estava passando informações para Doria e segurando informações sobre a facada e Witzel #boato

Abin descobriu que diretor da PF, Valeixo, estava passando informações para Doria e segurando informações sobre a facada e Witzel #boato

Abin descobriu que diretor da PF, Valeixo, estava passando informações para Doria e segurando informações sobre a facada e Witzel, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – A Abin acabou de descobrir que o diretor da Polícia Federal, Marcelo Valeixo, estava segurando informações sobre a facada em Bolsonaro, sobre irregularidades do governo do Rio de Janeiro e, ainda por cima, estava passando informações sigilosas para Doria.

A saída de Sérgio Moro do Ministério da Justiça já tem gerado uma enxurrada de notícias falsas vindas de redes de simpatizantes a Bolsonaro. No caso de agora, a história aponta para uma denúncia grave contra o ex-diretor da Polícia Federal, Marcelo Valeixo. De acordo com a mensagem, a Abin teria descoberto “falcatruas de Valeixo”.

O texto aponta que a Abin descobriu que Valeixo (chamado de Aleixo no texto) estava passando informações privilegiadas a Doria e encobrindo inquéritos relacionados à facada em Bolsonaro e supostas irregularidades do governo de Wilson Witzel. A mensagem aponta, ainda, que esse foi o motivo para Bolsonaro não esperar o fim da pandemia para “detonar Moro” e que há um golpe tramado por todos para derrubar o presidente. Leia:

BOMBA!!! DIVULGUE AO MÁXIMO MUITOS AINDA QUESTIONAM PORQUE BOLSONARO NÃO ESPEROU O FIM DA PANDEMIA PARA DETONAR MORO. EIS, portanto, A RAZÃO: O fato é que A ABIN descobriu que o diretor da PF, o tal ALEIXO, já demitido, graças a Deus, estava segurando informações relevantes sobre irregularidades do governo do Rio de Janeiro e sobre a criminosa e sórdida tentativa de matar o Bolsonaro com uma facada, e, além de tudo isso, pior ainda, pois este tal diretor já foi demitido, este mesmo sujeitinho, estava passando INFORMAÇÕES SUPER-SIGILOSAS PARA o próprio DÓRIA, nosso inimigo!!! Como pode? Era uma trama para derrubar um governo constituído pelo voto!!!

Vídeo: é falso que Sadia esteja dando prêmios para quem compartilhar no WhatsApp

Assim, Desde março Bolsonaro já sabia desta sórdida traição dentro do palácio, mas, inteligentemente, esperou que Moro o informasse. Moro obviamente continuou seu esquema de traição ao nosso governo e Nada Infirmou e descaradamente se omitiu mesmo sabendo que Dória juntamente com Maia, FHC, Alcolumbre e Tofolli estavam tramando a derrubada do nosso presidente, provavelmente com ajuda dele mesmo o agira traidor Moro. Bolsonaro, então, jogou o assunto na mesa e o ministro empalideceu, ficou sem voz, e sem outro jeito, resolveu descaradamente e sem-caráter, nas costas do presidente, (que havia exonerado seu subordinado que era o informante da esquerda), fazer esta descarada e Covarde coletiva Mentirosa, é muita cara de pau, para todos os Brasileiros, esta hórrida traição de dentro do seio do governo eleito por 62 milhões de patriotas!!! Resultado: é como se tivesse saído pela janela do banheiro! Descarado, vai ter o julgamento do povo! Safado!

Abin descobriu que diretor da PF, Valeixo, estava passando informações para Doria e segurando informações sobre a facada e Witzel?

A mensagem se espalhou com muita força na internet e chamou atenção por aí. Mas será mesmo que a Abin descobriu tudo isso sobre Marcelo Valeixo, diretor da Polícia Federal? A resposta é não. Calma aí que a gente explica tudo para vocês.

A mensagem, por si só, já nos gera desconfianças. Como “bom boato”, ela carrega diversas características de fake news como ser vaga (não apresenta qualquer detalhe de como foi a descoberta, está em qual relatório etc), alarmista (é repleta de acusações pesadíssimas), com erros de português (há erros até no nome do diretor, chamado de Aleixo) e nenhuma citação de fontes confiáveis.

Para além disso, há um detalhe que nos incomodou. Como é possível ver, as informações em questão são gravíssimas. Porém, não vimos nenhuma prova que embase o que é dito. Ao buscarmos por mais detalhes sobre o assunto na internet não só não encontramos provas como encontramos alguns detalhes que enfraquecem a tese.

O primeiro erro na mensagem está em dizer que Bolsonaro “detonou Moro”. Como vocês viram, foi o ex-juiz que pediu demissão do Ministério da Justiça. O segundo erro está na acusação de que Valeixo está “segurando os inquéritos” sobre Witzel e sobre a facada contra Bolsonaro.

Sobre o inquérito em relação à facada em Bolsonaro. A primeira conclusão foi feita em setembro de 2018 (menos de um mês após a facada) e dava conta que Adélio agiu sozinho. Detalhe: o diretor-geral da PF não era Marcelo Valeixo. No momento, há investigações em um segundo inquérito. Porém, não existem provas (até o momento) que alguém tenha mandado dar a facada em Bolsonaro.

Sobre as acusações de que um “inquérito sobre Witzel” está sendo segurado e denúncias de vazamento, como sempre, a história “surgiu do nada”. Como falamos, não há nenhuma prova apresentada de que isso seja real. Por fim, a tese do “golpe” de Maia, Alcolumbre, Toffoli etc. Essas acusações já foram desmentidas em mais de uma oportunidade aqui no Boatos.org (leia aqui, aqui e aqui).

Vale dizer, ainda, que acusações fortes como essa virariam notícia ou pelo menos virariam munição e motivos para o próprio Jair Bolsonaro demitir Valeixo. Como foi possível ver nas declarações públicas do presidente, o tal argumento de que “Valeixo era um vazador”, “que abafava inquéritos” ou que tem um “relatório da Abin” não foi utilizado.

Resumindo: a mensagem que circula na internet é falsa. Não há quaisquer provas de que Marcelo Valeixo tenho abafado inquéritos e vazado informações. Também não é verdade que Bolsonaro “detonou Moro” ou que haja um golpe contra o presidente. Trata-se de mais um textão falso com cunho político que circula online.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164. 

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2Otkv5l