Vazamento de óleo em Cantaura (Venezuela) chegou ao Atlântico e deixou Marinha em prontidão #boato

Boato – Encontrado o responsável pelas manchas de óleo no Nordeste: é um vazamento de óleo em Cantaura (Venezuela). A Marinha até está de prontidão por causa disso. 

O assunto manchas de óleo nas praias de Nordeste anda tão requisitado no Boatos.org que nossa equipe já conseguiria até “pedir música no Fantástico” tamanha é a quantidade de desmentidos sobre o tema. E se você acha que esse assunto vai morrer logo, achou bastante errado.

Nos últimos dias, uma nova história viralizou nas redes sociais e chamou a atenção da equipe do Boatos.org. De acordo com as publicações, o responsável pelo vazamento já teria sido identificado: seria a Venezuela, mais especificamente um poço de extração em Cantaura.

Ainda segundo a história, o óleo estaria vazando há dias e teria deixado a Marinha de alerta, bem como o Exército e a Aeronáutica. Várias publicações ainda cobram providências do presidente da França Emmanuel Macron e do Papa Francisco. Confira:

Versão 1: “CADÊ MACRON? O PAPA? A MÍDIA MUNDIAL? Há 6 dias este derramamento de petróleo acontece em Cantaura, no estado venezuelano de Anzoátegui. Como informa a denuncia, o óleo esta vazando há cerca de uma semana e nenhuma providência foi tomada. Ah! Mas é na Venezuela… Então pode..”. Versão 2: “SERÁ !!! CABE UMA INVESTIGAÇÃO !!! Próximo ao Terminal de passageiros de Cantaura – Norte da Venezuela , este Rio desemboca no Atlântico !!! Que chegue à Marinha do Brasil , e demais Órgãos de Controle com urgência !!!”.

Versão 3: “Então, agora ajude a espalhar isso também: E por onde estarão a ONU, o Papa, os ativistas do Greenpeace, os ambientalistas do mundo, a menina autista e o Macron, neste momento, após essa divulgação? *Próximo ao Terminal de passageiros de Cantaura, no norte da Venezuela, esse rio desemboca no Atlântico! Entendeu? Façamos com que essas imagens cheguem à Marinha do Brasil, e aos demais órgãos de controle e Governo, com urgência! Marinha de prontidão. Não se sabe bem a razão, porque está de prontidão, certamente EB e FAB também estão”.

Vazamento de óleo em Cantaura (Venezuela) chegou ao Atlântico e deixou Marinha em prontidão?

A informação agitou muitos brasileiros que não vêem a hora de identificar o verdadeiro responsável pelas manchas de óleo nas praias do Nordeste. Mas será que essa história de o vazamento de óleo em Cantaura (Venezuela) ser o responsável pelas manchas é verdade? Não é!

Vamos aos fatos! Ao ler as publicações, é fácil ficar com a pulga atrás da orelha. As mensagens apresentam diversas características de boatos online, como o caráter vago, alarmista, os erros de português e a falta de fontes confiáveis.

Se isso não bastasse, a equipe do Boatos.org também possui um vasto histórico de desmentidos sobre esse assunto, como a história que apontava que a Shell seria a responsável pelo derramamento de óleo. Também o caso que indicava que a responsável pelas manchas de óleo seria a Venezuela, mais especificamente um vazamento em Maracaibo. E, por fim, a história que afirmava que a multinacional francesa Mapa seria a causadora do derramamento de petróleo na região.

Intrigados com a questão, resolvemos buscar mais detalhes sobre o assunto e descobrimos três coisas. A primeira é que, de fato, houve um vazamento em Cantaura. A segunda é que ele não é o responsável pelas manchas de óleo no Brasil. E a terceira é que o tal vazamento já foi controlado.

Lá pelo dia 11 de outubro de 2019, notícias relatavam um possível vazamento na região. Por outro lado, também informavam que a PDVSA (companhia petrolífera da Venezuela) estava trabalhando para solucionar a situação. Tudo isso antes da notícia chegar ao Brasil.

Entretanto, no dia 19 de outubro, um morador publicou no Facebook que o problema já havia sido solucionado e só restava uma pequena sujeira a ser limpa. Dessa forma, a tese de que o local estaria vazando vai por terra.

O mesmo ocorre com a teoria de que o vazamento seria a causa das manchas de óleo nas praias do Nordeste. Ao contrário do que diz a história, Cantaura não fica no Atlântico, mas a cerca de 100km dele.

Outro ponto importante é o volume do petróleo vazado. O vazamento em Cantaura não chega nem perto das toneladas que há foram recolhidas no Brasil. Além disso, o vazamento cessou.

Dessa forma, a Marinha não está de prontidão por causa disso. Ao procurar sobre mais informações, descobrimos que, na verdade, a Marinha montou um plano de guerra contra uma possível contaminação de óleo no Parque Nacional de Abrolhos (BA). Ou seja: a Marinha está (como esperamos) de prontidão, mas por outros motivos.

Por fim, toda essa história já foi desmentida pelo site e-farsas. Em um texto bastante esmiuçado, o serviço de fact-checking explicou direitinho o motivo desse caso ser apenas um boato, como o fato da própria magnitude do vazamento, que foi pequeno.

Em resumo: a história que diz que vazamento de óleo em Cantaura (Venezuela) chegou ao Atlântico e deixou Marinha em prontidão é falsa! Além de Cantaura não ficar no Atlântico, o vazamento (que, de fato, ocorreu) já foi controlado e não chegou nem perto das toneladas registradas no Nordeste.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/367fYQ2
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)