Foi comprovado que Shell é a responsável pelo vazamento de óleo em praias do Nordeste #boato

Boato – Laudo da Universidade Federal do Sergipe e barril encontrado provam que óleo no Nordeste é da Shell. Empresa até admitiu vazamento. 

As manchas de óleo no Nordeste não param de aparecer nas praias e os estados já começam a demonstrar preocupação com o turismo na região. A situação ficou tão crítica que diversas pessoas se voluntariaram para ajudar na remoção do material.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/2r1oZdp

Confira o nosso Instagram:

Instagram

O fato é que ainda pouco se sabe sobre as causas do vazamento e as investigações da Marinha (com auxílio de projeções de universidades federais e dados da Petrobrás) continuam a todo vapor. Até o momento, a Marinha estima que já tenha retirado cerca de 900 toneladas de óleo das praias do Nordeste.

E, nos últimos dias, uma história sobre esse assunto viralizou nas redes sociais. De acordo com as publicações, o responsável pelo vazamento do óleo já teria sido identificado: a empresa Shell. Ainda segundo as publicações, as provas seriam os barris da empresa encontrados na região, um comunicado da empresa falando sobre o vazamento e um laudo da Universidade Federal do Sergipe (UFS) falando que o óleo do barril é o mesmo que se espalhou pelas praias. Confira:

Versão 1: “Laudo da UFS indica que óleo vazado no Nordeste é da Shell, amiga de Moro e Bolsonaro. NORDESTE. A Shell, que se beneficiou enormemente com a Lava Jato, está no centro de um escândalo que está sendo abafado pelo governo Bolsonaro e pela grande imprensa”. Versão 2: “Convoco os brasileiros, que se preocupam com o meio ambiente que boicotem a Shell até sabermos se o oleo nas praias nordestinas pertencem a ela, já que foi encontrada uma lata de óleo com sua marca. É a melhor maneira de pressionar este governo incopetente”.

Versão 3: “BARRIL DA SHELL AMERICANA FOI ENCONTRADO . O ÓLEO NÃO PERTENCE A VENEZUELA”. Versão 4: “VAZAMENTO DA SHELL NO LITORAL NORDESTINO.ACUSAR O MADURO ERA MAIS FÁCIL”. Versão 5: “Tá, a Shell admite que houve vazamento de petróleo em alto-mar. Mas que a história está mal contada, ah, está!”. 

Foi comprovado que Shell foi a responsável pelo vazamento de óleo em praias do Nordeste?

A informação deixou muita gente incrédula e, ao mesmo tempo, trouxe alívio para outras tantas, que voltaram a ter esperança que o caso se resolvesse. Mas será que essa história da Shell ser a responsável pelo derramamento de óleo é real? Não é!

Vamos aos fatos! Desde que as manchas começaram a aparecer nas praias do Nordeste, muita gente está curiosa para descobrir quem são os responsáveis pelo vazamento. Com isso, inúmeras teorias começaram a surgir nas redes sociais. Já tivemos acusações contra uma plataforma que estaria afundando na Venezuela e também um vídeo que mostraria um suposto navio da Venezuela despejando petróleo no Nordeste.

Vale ressaltar que a mídia está cobrindo incessantemente o caso, porém, não temos nenhuma fonte confiável que ateste que a Shell seria a responsável pelo derramamento. Além disso, as próprias provas são furadas.

Mais um ponto: o barril que foi encontrado em uma praia de Sergipe, de fato, possuía a identificação da Shell. Entretanto, a UFS não falou que o material encontrado no barril é o mesmo que foi identificado nas manchas de óleo. O laudo da universidade informa que a substância encontrada nos barris não tem relação com as manchas que atingiram as praias. Ou seja, o material não é o mesmo. Como já dissemos em outras matérias, o material das manchas é um óleo extraído da Venezuela.

Além disso, a própria Shell afirmou que os barris foram utilizados por terceiros. Em nota, a empresa explicou que o material original dos barris não tem relação com o material encontrado nas manchas de óleo. O fato se comprovou quando descobriram a origem dos barris. Na verdade, os tambores pertenciam a empresas dos Emirados Árabes e da Libéria.

É importante destacar que o comunicado da Shell tido como prova do crime, na realidade, foi emitido em dezembro de 2018 e não tem nada a ver com o caso atual. O caso, inclusive, já foi desmentido por serviços de fact-checking brasileiros, como o Projeto Comprova.

Em resumo: a história que diz que foi comprovado que Shell foi a responsável pelo vazamento de óleo em praias do Nordeste é falsa! Como dito anteriormente, por enquanto, nem as causas e muito menos o responsável pelo derramamento de óleo são conhecidos. Até que os responsáveis apontem o culpado, qualquer informação não comprovada é boato. Até a próxima!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/31veiMZ
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)