Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Mundo > Seals da Marinha dos EUA libertam crianças sequestradas por pedófilos #boato

Seals da Marinha dos EUA libertam crianças sequestradas por pedófilos #boato

Seals da Marinha dos EUA libertam crianças sequestradas por pedófilos, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Seals da Marinha dos Estados Unidos libertaram crianças que eram mantidas como escravas sexuais por uma rede de pedófilos.

Há alguns dias temos desmentido algumas fake news que falam sobre ações mirabolantes da polícia (normalmente do Brasil). A mais nova aponta para algo que teria ocorrido nos Estados Unidos e se espalhado por aqui.

De acordo com um textão publicado em sites brasileiros e que citam uma fonte estrangeira, Seals (membros da tropa de elite da Marinha dos EUA) teriam libertado crianças de uma rede de pedofilia. O texto aponta que elas eram mantidas como escravas sexuais e que havia algumas mortas. Leia trechos da mensagem que circula online:

SEALs da Marinha (Força Especial com capacidade para operar no Mar) salvam crianças de escravos sexuais infantis. Os SEALs da Marinha dos Estados Unidos resgataram no domingo “centenas” de c r i a n ç a s  e s c r a v i z a d a s do porão de um petroleiro atracado na baía de São Francisco, disse uma fonte do escritório do general Eric M. Smith ao Real Raw News.

Vídeo: É falso que vacina da gripe tenha "vírus do câncer"

Se todas as informações estiverem corretas, a operação marca a segunda vez em dois anos que a White Hats libertou c r i a n ç a s  c a t i v a s de navios cargueiros ou petroleiros perto da costa da Califórnia, um marco na indústria do comércio s e x u a l  i n f a n t i l. O Real Raw News relatou um incidente semelhante em novembro de 2021.

Na tarde de sábado, um informante desconhecido forneceu ao escritório do general imagens quase em tempo real de crianças magras lado a lado no que parecia ser a barriga de um caminhão-tanque comercial. […]

Uma imagem macabra mostrava crianças mal vestidas amontoadas como uma lata de sardinhas. Algumas crianças tinham ferimentos visíveis nos braços, pernas, rosto ou tronco.

Uma menina de 12 anos abraçou seus salvadores SEAL, dizendo que “homens maus e sujos” a sequestraram enquanto ela andava de bicicleta a apenas alguns metros de sua porta em San Francisco.

As crianças americanas recém-seqüestradas se saíram melhor do que as estrangeiras no porão; Eles não ficaram confinados por tempo suficiente para sofrer ferimentos ou enfrentar a fome.  Os SEALs encontraram 15 cadáveres em decomposição misturados com os vivos no porão.

Análise da mensagem que está circulando online

O texto em questão tem algumas das principais características de fake news como o tom extremamente alarmista e os erros de português. O texto em português cita duas fontes: “pessoas da Marinha dos EUA” e um site chamado Real Raw News (que vocês verão que facilitou a nossa checagem).

O histórico de fake news sobre ações mirabolantes nos Estados Unidos não é incomum na internet. Já desmentimos no Boatos.org fake news sobre, por exemplo, prisões de George Soros, Bill Gates e bombardeio da “vila de Biden”.

Ao olhar o conteúdo, separamos as três seguintes questões para serem respondidas: 1) A notícia sobre a operação dos Seals contra a rede de pedofilia é real? 2) Há alguma ação parecida no momento? 3) O que podemos falar sobre as fontes em questão e o site que deu a história?

A notícia sobre a operação dos Seals contra a rede de pedofilia é real?

A notícia é falsa. Não há qualquer ação de tal magnitude que foi registrada até o momento. Se a história fosse real, estaria em sites de notícias e teria virado um escândalo. Porém, o causo só se deu no tal Real Raw News e sites que copiaram o conteúdo da página em questão.

O que podemos falar sobre as fontes em questão e o site que deu a história dos Seals?

O site que falou da história é uma página que só publica informações falsas ou enviesadas. Sabe aqueles exemplos que falamos antes? Pois então, saíram do Real Raw News. Ou seja: é uma história falsa que saiu de um site que publica conteúdo desta natureza. As fontes citadas no conteúdo são, aliás, pessoas que simplesmente não existem.

Há alguma ação parecida no momento?

Infelizmente, casos relacionados a redes de pedofilia existem. O que não faltam são operações contra a prática (como esta realizada em diversos países, inclusive Estados Unidos e Brasil). Porém, não existe nada na magnitude do conteúdo que viralizou circulando na web.

Resumindo: é falso que Seals da Marinha dos EUA realizaram uma operação contra pessoas que mantinham crianças como escravas sexuais. O conteúdo surgiu em um site que sempre publica fake news e não há registro da história em fontes confiáveis.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99275-5610.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm
Marcações: