Rússia fez autópsia de paciente de Covid-19 e descobriu golpe global do 5G (veneno) #boato

Boato – Contrariando a OMS, a Rússia fez autópsia em um paciente de Covid-19 e descobriu que o vírus não existe e que as pessoas estão morrendo por radiação causada pelo veneno do 5G.

Com quase um ano após a OMS declarar a pandemia da Covid-19, a criatividade de quem inventa histórias falsas na internet parece estar sendo minada. A prova disso está no fato de histórias muito parecidas estarem voltando a circular graças a pequenas modificações.

Desta vez, um texto que viralizou em redes sociais aponta que a Rússia fez “uma grande descoberta sobre a pandemia” após realizar, à revelia da OMS, uma autópsia em uma pessoa que morreu por conta do novo coronavírus.

A mensagem aponta que, ao realizar a ação, o país descobriu que o vírus não existe, que a pandemia foi causada por “radiação eletromagnética global 5G amplificada (veneno)”, que uma bactéria causa a morte por trombose, que tomar “antibióticos, anti-inflamatórios e anticoagulantes” cura a doença e que a China sabia de tudo. Leia a mensagem que circula online:

Notícias de Última Hora _Grandes notícias do mundo …._ Rússia fez autópsia pós-morte do paciente de Covid-19, grande revelação aconteceu. A Rússia se tornou o primeiro país do mundo a realizar uma autópsia (post mortem) em um cadáver de Covid-19 e, após uma investigação abrangente, descobriu que o Covid-19 não existe como um vírus. É um golpe global. pessoas estão morrendo devido à “radiação eletromagnética global 5G amplificada (veneno)”.Os médicos na Rússia violaram a lei da Organização Mundial da Saúde (OMS), que não autoriza autópsias (post mortem) em corpos de pessoas que morreram com o vírus da Covid-19 para descobrir depois de algum tempo de descoberta científica, não se pode presumir que seja um vírus, mas uma bactéria que causa a morte, que causa a formação de coágulos sanguíneos nas veias, e nervos, causando a morte do paciente devido a esta bactéria.

A Rússia derrotou o vírus, afirmando que “não há nada além da coagulação phelia-intravascular (trombose) e a maneira de lidar com isso é curá-la”. Comprimidos de antibióticos Anti-inflamatório e tomar anti-coagulantes (aspirina) cura. É indicando que a cura para a doença é possível, esta notícia sensacionalista para o mundo foi preparada por médicos Rússia por autópsia (post mortem) de cadáveres do vírus Covid-19. de acordo com alguns outros cientistas Rússia , ventiladores e a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nunca foram necessários. Protocolos para isso já foram emitidos na Rússia . A CHINA já sabia disso, mas nunca divulgou seu relatório. Compartilhe esta informação com toda a sua família, vizinhos, conhecidos, amigos, colegas para que eles possam sair do medo da Covid-19 e entender que este não é um vírus, mas apenas uma bactéria exposta à radiação 5G. a causa é prejudicar as pessoas com imunidade muito baixa.

Essa radiação também causa inflamação e hipóxia. Aqueles que são vítimas disso devem tomar Asprin-100mg e Apronix ou Paracetamol 650mg. Por quê… ??? .porque foi demonstrado que covid-19 provoca a coagulação do sangue, o que causa trombose na pessoa e devido à qual o sangue coagula nas veias e devido a isso o cérebro, coração e pulmões não podem obter oxigênio, devido ao qual a pessoa respirar torna-se difícil e uma pessoa morre rapidamente devido à falta de energia de respiração.Os médicos na Rússia desobedeceram ao protocolo da OMS e realizaram autópsias em cadáveres que morreram de covid-19. os médicos abriram os braços, pernas e outras partes do corpo e após e examiná-los adequadamente, notaram que os vasos sangüíneos estavam dilatados e as veias cheias de trombos, o que geralmente impedia o fluxo do sangue,e também reduz o fluxo de oxigênio no corpo, que causa a morte do paciente. Depois de saber desta pesquisa, o Ministério da Saúde Russa mudou imediatamente o protocolo de tratamento da Covid-19 e deu aspirina aos seus pacientes positivos. 100mg e começou a dar Empromax. como resultado, os pacientes começaram a se recuperar e sua saúde começou a apresentar melhora. O Ministério da Saúde Russa deu alta a mais de 14.000 pacientes em um único dia e os mandou para casa. Fonte: Ministério da Saúde Russa

Rússia fez autópsia de paciente de Covid-19 e descobriu golpe global do 5G (veneno)?

O texto se espalhou muito em redes sociais e deixou muita gente desconfiada da veracidade da informação. Porém, não é verdade que a Rússia fez a tal autópsia e descobriu todas essas coisas sobre a “farsa da Covid-19”.

A mensagem, por si só, já nos deixa muito desconfiados. Ela tem todas as principais características de boatos online. A mensagem é vaga, alarmista, tem erros de português, pedido de compartilhamento e não cita fontes confiáveis. Para além disso, ao buscar sobre o assunto, nada encontramos em fontes confiáveis.

Na realidade, nem precisaríamos ir tão longe para descobrir a verdade. Isso porque a mensagem em questão é uma nova versão de um boato já desmentido aqui “misturada” com outra fake news.

A parte que liga o 5G ao coronavírus já foi desmentida no início da pandemia. Não há prova ou mesmo lógica em falar que a tecnologia de telefonia é responsável pelas mortes atribuídas à Covid-19. Vale lembrar que boatos como esses fizeram até com que torres de 5G fossem incendiadas na Europa.

Todo o resto do texto já foi desmentido em outras oportunidades. A única diferença dos textos de hoje para os outros textos está no “local do ocorrido”. Em vez de Rússia, desmentimos versões que falavam sobre Itália (aqui e aqui) e Alemanha. Como o desmentido de outrora vale para hoje, relembre o que foi dito na última versão (que citava a Alemanha):

Fake 1 – Alemanha desobedeceu a OMS e descobriu o “vírus final” do coronavírus

A informação não só é falsa como não faz o menor sentido. O texto aponta que a OMS falou para que não sejam feitas autópsias em vítimas da doença. Não é verdade. Há, de fato, preocupações com a contaminação no procedimento, mas a padrão é tomar cuidados para que não haja infecção não que não seja feita autópsia (vale dizer que não é em todos os casos que o procedimento é necessário para que se defina a causa de uma morte). Sendo assim, a Alemanha não desobedeceu a Organização Mundial da Saúde.

Na realidade, o texto que fala em “Alemanha” é o mesmo já desmentido no Boatos.org que fala que a Itália “descobriu a cura do coronavírus”. Já na época alertamos que, infelizmente, a cura (tampouco o “vírus final”) não foi encontrada (algo que continua valendo). Confira, também no vídeo:

Fake 2 – O coronavírus é, na realidade, uma bactéria que causa trombose

Essa informação falsa foi desmentida no mesmo texto que cita a Itália. Não é verdade que o coronavírus é uma bactéria. Como muita gente sabe (ou deveria saber), a doença Covid-19 é causada por um vírus chamado Sars-CoV-2. Não há nada de bactéria. Na realidade, a informação errada surgiu de uma informação verdadeira: a descoberta que muitas mortes por Covid-19 são causadas por uma reação exagerada do organismo contra a doença. Neste caso, os anticoagulantes são importantes para evitar complicações da doença.

Fake 3 – A Aspirina é a cura da Covid-19

Como dito no parágrafo anterior, é fato que anticoagulantes ajudam no tratamento de alguns casos específicos de complicações por Covid-19. Porém, não é verdade que remédios como a heparina ou a Aspirina são a cura da doença. Mais do que isso: em países como o Brasil (com um grande número de casos de dengue), esse tipo de medicação não deve ser tomada indiscriminadamente. Deve ser tomada apenas com orientação médica e apenas em casos específicos.

Fake 4 – O coronavírus foi criado pelo 5G

Já desmentimos também essa tese, esdrúxula, por sinal. Não há comprovação de nenhuma ligação entre a tecnologia 5G e o coronavírus. Além de bater na tecla (errada) que o coronavírus é uma bactéria, o texto faz a acusação sem provas de algo que já foi desmentido (você pode ler o texto aqui).

Fake 5 – A vacina tem um chip que vai ser implantado na população

Mais uma mentira recorrente. Já falamos, mais de uma vez, que não haverá qualquer chip implantando nas vacinas contra a Covid-19 (ou de qualquer outra doença). A história “surgiu do nada” e ganhou as redes sociais por aí. Para mais detalhes, leia os desmentidos aqui, aqui e aqui. Confira também no vídeo:

Resumindo: o texto alarmista que está circulando na internet e aponta que a Rússia fez autópsias em vítimas da Covid-19 e descobriu que tudo não passa de um “grande golpe” é falsa. Trata-se de uma nova versão de um boato já desmentido aqui.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2m2887O
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet