Presidente da Colômbia mandou matar quem estiver nas ruas contra o lockdown #boato

Boato – Para evitar protestos contra o lockdown, o presidente da Colômbia ordenou que a polícia mate qualquer pessoa que estiver nas ruas.

A situação na Colômbia está delicadíssima. De acordo com autoridades locais, 19 pessoas já morreram em protestos contra a proposta de Reforma Tributária no país. Em meio a isso, uma mensagem aponta que a coisa está “mais grave ainda”.

Um texto aponta que o presidente da Colômbia resolveu fazer se cumprir um decreto de lockdown e, por isso, estaria mandando matar as pessoas que estivessem nas ruas. A mensagem aponta que o exército colombiano estourou comércios, colocou fogo em um hotel e que 15 mil pessoas foram mortas.

No final, o texto aponta que isso é obra da “esquerda, comunismo e socialismo”. Leia o texto que circula online (ele é acompanhando de um vídeo de confrontos na Colômbia que não iremos exibir aqui):

*URGENTE !!!* PRESIDENTE DA COLÔMBIA DETERMINA MATAR QUALQUER UM NAS RUAS. EXÉRCITO COLOMBIANO ESTÁ ATIRANDO NAS PESSOAS NAS RUAS MATANDO TODOS QUE VÊEM PELA FRENTE. EXÉRCITO COLOMBIANO ACABA DE FUZILAR UM VILAREJO INTEIRO EM MEDELLÍN A MANDO DA SUPREMA CORTE EM CONJUNTO COM O PRESIDENTE. *MOTIVO É OS PROTESTOS CONTRA LOCKDOWN*

RELATOS DE 15 MIL MANIFESTANTES MORTOS JÁ PELO EXÉRCITO COLOMBIANO ESTÃO MATANDO A TODOS. EXÉRCITO ESTOUROU COMÉRCIOS ABERTOS DE COMERCIANTES E METERAM FOGO EM UM HOTEL CHEIO DE PESSOAS POR ESTAR ABERTO. A ORDEM É FECHAR TUDO Esses vídeos são um alerta para aqueles que por total desconhecimento apoiam ou acreditam na ESQUERDA, COMUNISMO, SOCIALISMO.

Presidente da Colômbia mandou matar todos que estiverem nas ruas contra o lockdown?

A história não demorou muito para se espalhar em grupos de pessoas que são contra as medidas de isolamento necessárias para conter a disseminação da Covid-19. Porém, não é verdade que o presidente da Colômbia mandou matar qualquer pessoa que estivesse nas ruas tampouco que a turbulência no país tenha relação a protestos relacionados a medidas de isolamento.

Não é de hoje que informações falsas relacionadas a medidas de isolamento em outros países circulam na internet. Já desmentimos boatos relacionados a medidas de isolamento em países como a França, Itália, Argentina e outros.

Assim como nos outros casos, a mensagem (que tem características de boatos online como ser vaga, alarmista, com erros de português e não cita fontes confiáveis) não passa de uma distorção da realidade. Como falamos, há protestos e mortes na Colômbia, mas a situação descrita é falsa.

Para começar, os distúrbios na Colômbia nada têm a ver com medidas de isolamento para conter o contágio do coronavírus. Como citamos lá no comecinho do texto, os protestos no país ocorreram após o Congresso da Colômbia colocar uma proposta de Reforma Tributária na pauta de votação. A proposta, de acordo com essa matéria da BBC, previa o aumento de impostos sobre a renda e produtos básicos. Ou seja: os protestos nada têm a ver com protestos contra medidas de isolamento na Colômbia.

Apesar das mortes nos protestos (18 são de manifestantes e uma é de um policial) também não é verdade que o Exército está “estourando comércios” ou que o presidente tenha dado qualquer ordem de matar qualquer pessoa que esteja nas ruas. Ao buscar em fontes confiáveis pela informação, nada encontramos. O mesmo pode se dizer em relação às 15 mil mortes descritas na mensagem.

Vale apontar que, ao contrário do que aponta a mensagem, o presidente da Colômbia, Iván Duque, não é “esquerdista socialista comunista”. Na realidade, ele é considerado um político de direita como aponta essa matéria do El País.

Resumindo: a história que aponta que o presidente da Colômbia mandou matar todas as pessoas que saírem de casa e que as mortes surgiram em protestos contra o lockdown é falsa. Não passa de uma distorção de uma notícia real que circula na internet.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3aIzl5T
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/38hcBcy
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3wa3LY1

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet