Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Mundo > População do Cazaquistão se revoltou contra política ditatorial e derrubou governo em 2023 #boato

População do Cazaquistão se revoltou contra política ditatorial e derrubou governo em 2023 #boato

População do Cazaquistão se revoltou contra política ditatorial e derrubou governo em 2023, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Após Cazaquistão exigir vacinação para compra de alimentos, população se revolta e derruba o governo em 2023

A situação política anda delicada em muitos países ao redor do mundo. Um deles é o Cazaquistão. Em janeiro de 2023, o presidente Kassym-Jomart Tokáyev dissolveu o Parlamento e convocou novas eleições antes do prazo legal.

O pleito parlamentar foi conquistado pelo partido governista e consolidou o controle do presidente Kassym-Jomart Tokáyev, que previa uma remodelação da elite governante, que incluiu até a exoneração de cargos públicos importantes nomeados pelo antigo governo.

Mas de acordo com uma história que está circulando nas redes sociais, parece que o governo de Kassym-Jomart Tokáyev, no Cazaquistão, não durou. Segundo a publicação, a população do Cazaquistão teria se revoltadado contra uma política ditatorial que teria sido adotada por Kassym-Jomart Tokáyev. Ainda segundo a história, o governo teria adotado um aplicativo que mostrava se as pessoas tinham se vacinado ou não e, caso não tivessem tomado as vacinas, não poderiam comprar gás e nem alimentos. De acordo com a história, a população teria derrubado o governo de Cazaquistão. Confira:

Vídeo: é falso que Alexandre de Moraes disse que quer corroer a democracia

Versão 1: “Chega aí, chega aí, chega aí. A mídia não mostra. Hoje é dia 31/05/2023. Cazaquistão, Cazaquistão. O que tá acontecendo lá? A mídia não mostra. Tá dizendo que teve uma revolução do povo lá contra o governo, porque o governo exige, exige que tenha um aplicativo no celular que você tenha tomado a vacina. Senão, você não pode comprar gás, comida, alimento, nada. Sabe o que a população fez? Quebrou tudo em menos de 24 horas. Cazaquistão. A população se revoltou com o governo, estão exilado, morrendo de medo, quebraram tudo. Todos, todos, desde Parlamento, desde casa do presidente, tudo destruído. População inteira se revoltou em Cazaquistão. Quebraram tudo, colocaram todos os governantes pra correr do país. Estão com medo, estão se afastando. Todos, em geral. Lá ficou tudo de um lado só. Polícia, tudo, povo foi pra quebrar. Aqui não, Zé. Toma essa merda quem quiser. Quiseram impor, como um ditador, que as pessoas tinham que ter tomado todas as vacina pra fazer compras, pra comprar o gás, o alimento, mas eles não aceitaram isso. Eles não aceitaram. O país inteiro se revoltou, quebrou os poderes. Colocou tudo, deputado, tudo o que tiver lá que manda no país, todo governante pra correr, porque senão ia morrer. Povo, isso aí é um povo valente, que não aceita a ditadura de um país, que não aceita ser comandado por um só, que não aceita ser comandado por vagabundos e pilantras e corruptos. Quiseram obrigar essa população a se vacinar na marra. Eles não aceitaram, não aceitaram esse veneno no corpo deles e foram pra cima. Todos quebraram tudo. Isso a mídia não vai mostrar, isso a mídia não vai te mostrar, real”. 

Versão 2: “O BRASILEIRO DEVERIA PEGAR O EXEMPLO DA POPULAÇÃO DO CAZAQUISTÃO, SE REVOLTARAM COM A POLÍTICA DITATORIAL E FORAM PARA AS RUAS, UNIDOS COLOCARAM O GOV FECHADOS DENTRO DE CASA! É HORA DO POVO BRASILEIRO SAIR NOVAMENTE ÀS RUAS E LUTAR PELA SUA LIBERD ANTES Q SEJA TARDE DEMAIS!”.

População do Cazaquistão se revoltou contra política ditatorial e derrubou governo em 2023?

A informação causou um enorme burburinho nas redes sociais, em especial, no Twitter e deixou muitos negacionistas revoltados. Entretanto, a história não é bem assim. A explicação está no próprio vídeo e na falta de provas.

Logo quando assistimos o vídeo, ficamos bastante desconfiados. O homem que aparece nas imagens fala bastante, mas não aponta nenhuma prova. Basicamente, ele vai contando uma história sem mencionar de onde tirou todas as informações. Além disso, a publicação apresenta caráter vago e extremamente alarmista. E como já sabemos, essas são características de fake news na internet.

Se isso não bastasse, histórias falsas que incitam a população a um golpe não são novidade por aqui. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que Bolsonaro teria derrubado a República e provado a fraude nas urnas eletrônicas. Também a que indicava que um áudio de Doria provaria que a vacina Coronavac seria um plano para derrubar Bolsonaro e, por fim, a que apontava que Trump iria acionar a Ordem Executiva 13848, decretar a Lei Marcial e se manter no poder.

Ao procurar por mais informações, percebemos se tratar de um vídeo já utilizado em outro boato. A história em questão foi desmentida pelo Boatos.org, em janeiro de 2022. Na oportunidade, uma história apontava que o Cazaquistão caiu, o presidente do país fugiu e os protestos teriam sido motivados pelo passaporte de vacinação. Como explicamos na época, o presidente e o primeiro-ministro do Cazaquistão não fugiram do país. Além disso, as pessoas não tomaram o poder. O que houve foi uma verdadeira cena de truculência, onde o governo ordenou que seus policiais atirassem para matar.

Na época, 164 manifestantes contrários ao governo foram mortos, 2 mil pessoas foram feridas e 6 mil acabaram na prisão. E se não bastasse, as manifestações não tiveram nada a ver com o passaporte da vacinação. A crise começou após o aumento de preços do GLP (que é utilizado como combustível no Cazaquistão) e as manifestações foram duramente reprimidas pelo governo autoritário. Com isso, os protestos ganharam contornos políticos, como pedidos de mudança da Constituição e nas regras das eleições.

Além de tudo isso, o vídeo ainda é antigo. As imagens, na verdade, mostram confrontos entre a população e a polícia, após o aumento do combustível. E por fim, o Cazaquistão tem uma cobertura vacinal baixa (cerca de 45% da população) e nunca adotou o passaporte de vacinação como exigência para comprar alimentos.

Em resumo: a história que diz que o povo do Cazaquistão se revoltou contra a exigência da vacinação para comprar alimentos e derrubou o governo em 2023 é falsa! A história surgiu do nada e sem nenhuma prova. Os protestos que ocorrem no Cazaquistão se arrastam desde 2022, após o aumento do valor do combustível. Porém, com a repressão truculenta do governo autoritário, as manifestações ganharam um contorno político, com demandas como mudanças na Constituição e nas regras das eleições. Milhares de pessoas foram presas e mortas. E ao que tudo indica, as coisas não mudaram nada (em janeiro de 2023, o presidente dissolveu o parlamento e convocou novas eleições fora do prazo). Além disso, o Cazaquistão possui uma cobertura vacinal baixa e nunca adotou medidas como o passaporte da vacina para os moradores do país comprarem alimentos.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm