Áudio de Doria prova que vacina Coronavac é apenas um plano para derrubar Bolsonaro #boato

Boato – Áudio secreto do governador de São Paulo, João Doria, mostra que vacina não está sendo utilizada para salvar vidas. Trata-se apenas de um plano secreto para derrubar Bolsonaro.

Desde o início da pandemia, as ações de combate à Covid-19 têm sido dificultada por entraves políticos como, por exemplo, entre presidente e governadores, presidente e STF e (caso se concretize a CPI da pandemia) presidente e Congresso.

Neste contexto de muito ataque político e pouca ação com o que realmente é eficaz contra a Covid-19, um áudio revelado pelo documentário A Corrida das Vacinas (que pode ser assistido aqui) está sendo utilizado por bolsonaristas para acusar João Doria de ter trazido a vacina Coronavac para o Brasil “apenas” como um plano para derrubar Bolsonaro.

Mensagens em redes sociais apontam que o “áudio secreto” revelaria que João Doria não está preocupado em salvar vidas. Ele só queria trazer a vacina para o Brasil para derrubar Bolsonaro. A tese está sendo sustentada por vídeos e áudios (que não serão exibidos aqui). Leia algumas das versões do texto que circula online:

Versão 1: VAZOU ÁUDIO DORIA E CHINÊS QUERENDO DERRUBAR BOLSONARO. VAZA AUDIO DE JOAO DORIA COMBINANDO COM CHINES COMO DERRUBAR BOLSONARO ATRAVÉS DAS VACINA CHINESA Versão 2: URGENTE! Vaza áudio secreto de Doria sobre seu plano contra Bolsonaro – Nunca foi pelas vidas. Acaba de vazar áudio de Doria e Dimas conversando sobre como usar a vacina para derrubar Bolsonaro e pavimentar seu projeto de poder.

Áudio de Doria prova que vacina Coronavac é apenas um plano para derrubar Bolsonaro?

Os comentários em questão não demoraram para se espalhar em redes sociais (principalmente, claro, de simpatizantes de Bolsonaro). Porém, não é possível cravar que o áudio em questão prove que Doria só comprou a vacina para poder “derrubar Bolsonaro”.

Antes de falar sobre o assunto em si, temos que fazer algumas ressalvas. É fato que, desde o início da pandemia, o governador de São Paulo tem se mostrado um antagonista ao presidente da República. A oposição de ideias e atitudes entre Bolsonaro e Doria vem, inclusive, de antes da pandemia. Essa matéria da revista Piauí ilustra a relação entre os dois. De acordo com a matéria, ambos eram “aliados” (até a página 3) nas eleições de 2018 e começaram a ter a relação azedada em 2019 (antes do início da pandemia) após Bolsonaro ficar insatisfeito com “pretensões de Doria para 2022”.

Com a pandemia, a situação só piorou. Doria, de fato, soube se aproveitar de falhas de Bolsonaro em relação a ações da pandemia para se colocar em posição de destaque. Enquanto o presidente adotava uma postura negacionista e condenava as medidas de restrição, Doria se colocava como opositor das ideias de Bolsonaro. Com a vacina, não foi diferente. Enquanto o governo demorava com a aquisição de vacinas e bolsonaristas sabotavam imunizantes com fake news (muitas delas desmentidas pelo Boatos.org), Doria se colocava a frente do projeto da Coronavac.

Fizemos essa contextualização para apontar para duas coisas. 1) Seria ingenuidade apontar que Doria não ganhou capital político no contexto da pandemia. Apostar na vacina foi uma vitória contra Bolsonaro (que apostou em medicamentos que não se mostraram eficazes e na tese de que a Covid-19 não seria uma doença grave). 2) Essa guerra entre Doria e Bolsonaro é pública e notória (o que derruba a tese de que o áudio revelou um plano secreto) e é claro que ambos (assim como outros atores no cenário político brasileiro) estão pensando em 2022.

Dito isso, vamos falar do áudio em questão. Ao contrário do que é apontado em mensagens que viralizaram, ele não aponta que a vacina foi apenas (atente-se para o apenas) para “derrubar Bolsonaro”. Para tanto, leia a transcrição do trecho em questão (que é um diálogo entre Doria e o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas em 6 de novembro de 2020 e não “entre Doria e um chinês”, como aponta uma das versões da história). O trecho pode ser visto a partir do minuto 4:32 do A Corrida das Vacinas.

[Doria] Esse negócio está virando uma novela. 30 milhões de dólares. Eu estou me expondo publicamente toda semana. Entendeu? Tô gastando meu capital toda semana. Eu vou pegar esse chinês pelo pescoço.

[Dimas] Ele vai falar que não tem como. 

[Doria] Ele não tem que falar que não tem como. Não tem esse negócio. Nós estamos gastando 30 milhões de dólares, eu tô me expondo politicamente. Estamos colocando o peso do Governo de São Paulo para ajudá-los. Não dá pra ficar nessa história. “Não sei, não dá… Não sei…”. Não dá para ter esse tipo de resposta. Não dá. Tá me irritando. Você liga para esse chinês, seu amigo “segunda-feira, o governador vem aqui, às 10h30. É bom você ter uma resposta pra ele” Ele está falando com um cliente de dois bilhões e meio de reais. Só tem um cara que tá se expondo aqui: sou eu. Fundamentalmente, sou eu. Eu tô no primeiro plano dessa história. Publicamente. Ainda sofrendo ataque do Bolsonaro, bolsominion, bolso não sei do quê. Bando de malucos.

[Dimas] Governador, nós vamos ter essa vacina até 15 de janeiro.

[Doria] Cada vez que tem um problema, eu fico mais exposto na discussão. Cadê a vacina? Num pacote escrito Coronavac. É mortal. Não há Anvisa, nem Bolsonaro, nem bolsominion que resista. Então é importante chegar a vacina. Essa imagem; ela é de uma força, de uma pressão política, institucional, de opinião pública, irresistível. Irresistível. ‘Chegou a vacina. E agora, ministro Pazuello? E agora, Bolsonaro, como fica?’. Agora, sem isso, é o contrário: ‘e agora, governador João Doria? Cadê a vacina? E agora, governador, cadê o insumo da vacina? E agora governador João Doria.

Do diálogo, podemos tirar algumas coisas. 1) Doria, de fato, queria a liberação imediata de doses da vacina Coronavac por parte da Sinovac (o que ocorreu no dia 19 de novembro). 2) Ele reclamou que estava ficando exposto por prometer a vacina e não ter nenhuma dose em mãos. 3) Ele reclamou das críticas por parte de Bolsonaro. 4) Ele mostrou acreditar que ter a vacina em mãos jogaria a pressão pela liberação dela para o governo federal.

Ao contrário do que aponta a mensagem, não é possível, apenas com base no áudio, apontar para as duas acusações descritas na mensagem. 1) Que Doria não estava sem importando com as vidas que seriam salvas com a vacinação. 2) Que a vacina só serviria para “derrubar Bolsonaro”.

Sobre as “vidas”. Em nenhum momento, está explícito no áudio que Doria não está preocupado com a vida das pessoas. Ao contrário, uma das consequências de uma vacinação rápida (além do capital político) seria a salvação de vidas e possibilidade de a vida “voltar ao normal”. E, no áudio, ele apenas aponta para a pressa para a obtenção das vacinas.

Sobre “derrubar Bolsonaro”. Apesar de o áudio apontar que Doria jogaria a “pressão” pela vacina ao governo federal, não há explícito qualquer informação que aponte que ele queira “derrubar Bolsonaro” (ou seja, fazer com que o presidente renuncie ou sofra impeachment). Vale lembrar que o áudio foi capturado em um momento no qual o presidente ainda tinha uma postura cética em relação a vacinas. Ou seja: se havia “corrida”, só havia um corredor.

Resumindo: apesar de que ser fato que Doria (assim como qualquer político, incluindo Bolsonaro, que esteja mirando as eleições de 2022) esteja agindo (também) politicamente na pandemia (afinal, são políticos), o áudio em questão não prova que o governador de São Paulo tenha comprado a vacina “apenas para derrubar Bolsonaro”, que não se importa com “vidas” ou traz uma “revelação bombástica” na relação entre os dois. O áudio “apenas” (o que não é pouco) revela a pressão que ele impôs pela liberação de vacinas e a pressão que ele revelou estar recebendo por “bolsos” na época.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3tP2fIR
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/38hcBcy

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet