Polícia espanca jovens que não usavam máscaras no metrô de Paris #boato

Boato – Na França, policiais espancam jovens dentro do metrô de Paris após eles se recusarem a usar máscara.

A pandemia da Covid-19 não tem sido fácil, é verdade. Atualmente, a Europa vive a segunda onda de contágio e já precisou retomar diversas medidas de proteção, inclusive, o lockdown. Com isso, o governo francês busca reduzir o número de casos e mortes (que explodiu nas últimas semanas) e tentar normalizar a situação até o Natal de 2020.

E é claro que as novas medidas adotadas pela França não iam passar despercebidas. Nos últimos dias, um vídeo chocante começou a circular nas redes sociais. Nele, é possível ver policiais empurrando e batendo em jovens dentro do metrô. De acordo com a publicação, as imagens teriam sido registradas em um metrô de Paris, na capital da França. Ainda segundo a publicação, a ação teria sido motivada, porque os jovens se recusaram a usar máscara dentro dos vagões. Confira:

Versão 1: “Olhem isto Meu Deus o que os policiais lá em Paris estão fazendo com a população que estão no metrô ,,sem o uso da máscara ,,isto e muito desumano ,,ir espancando as pessoas desta forma sem nem um diálogo falta de humanidade”. Versão 2: “Ontem teve uma pancadaria no metro de Paris. Os soldados portando cassetetes entraram nos vagões baixando o pau em quemm estava sem máscara e expulsando dos vagões”.

Versão 3: “Aí Brasil …vamos colocar ordem na casa …assim: o “Aconteceu em Paris. Jovens entraram no metro sem máscaras e começaram a cuspir na cara dos outros que iam no metro. A polícia foi avisada e foi lá dialogar, pacificamente, com eles, os cuspidores. Como se trata de uma Polícia de primeiro mundo, da velha e civilizada Europa, protetora dos direitos humanos, que nunca usa a violência para controlar distúrbios, rapidamente convenceu os cuspidores a interromper a inocente brincadeira. O comandante da operação repreendeu os meninos, dizendo: – Que coisa feia, meninos, cuspir na cara dos outros em época de pandemia…. Creio que os cuspidores foram convencidos”.

Polícia espanca jovens que não usavam máscaras no metrô de Paris?

A informação fez grande sucesso nas redes sociais, especialmente, no Facebook e no YouTube. As publicações já contam com centenas de visualizações e compartilhamentos e o assunto chegou a circular até em outros países. Apesar disso, a história não passa de balela.

Basta ler as publicações para perceber que elas apresentam as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, alarmista, os erros de português e a falta de fontes confiáveis.

Além disso, existe um histórico bastante grande na internet sobre vídeos retirados de contexto. A equipe do Boatos.org já desmentiu diversas delas, como a que dizia que a PM de SP teria obedecido ordens de Doria e agrediu um idoso que saiu de casa durante a quarentena. Também a que dizia que policiais estariam batendo na população para garantir o isolamento social na Turquia e, por fim, a que apontava que a polícia do Ceará teria atirado em um surfista na Praia do Futuro a mando do governador Camilo Santana.

Resolvemos, então, procurar por mais informações sobre o assunto, mas não encontramos nada sobre um possível confronto entre polícia e população nos metrôs de Paris, na França. Foi aí que começamos uma busca por palavras-chaves em outros idiomas. Descobrimos que o vídeo é real, mas não tem nada a ver com a França ou com um suposto confronto pela falta do uso da máscara.

As imagens foram registradas no dia 2 de outubro de 2020, em Bucareste, capital da Romênia. Na oportunidade, os policiais estavam perseguindo torcedores extremistas da equipe Steaua Bucarest. Na ocasião, o clube disputaria uma partida pela terceira divisão do futebol romeno contra a equipe Dynamo II.

De acordo com a polícia, os torcedores do Steaua Bucarest teriam iniciado uma briga com torcedores da equipe adversária e teriam revidado a ação policial. Ainda segundo as autoridades, a polícia teria apreendido armas brancas (facas e fogos de artifício) com os torcedores. Na Romênia, a cultura “ultra” (extremista) no futebol tem se difundido ao longo dos anos. São torcedores fanáticos que apoiam intensamente seus clubes preferidos e, em geral, adotam posições de extrema-direita. Eles agem por meio de marchas, segurando faixas e bandeiras, e também fazendo uso de sinalizadores e fogos de artifício. Alguns agem de forma violenta, se aproximando da atuação dos hooligans.

Em resumo: a história que diz que a polícia da França teria agredido jovens, porque eles se recusaram a usar máscara no metrô é falsa! As imagens, de fato, são verdadeiras, mas não têm nada a ver com a história. O vídeo, na realidade, foi gravado no dia 2 de outubro de 2020, em Bucareste, capital da Romênia. Na oportunidade, a polícia prendeu torcedores extremistas da equipe Steaua Bucarest. De acordo com os policiais, os torcedores do Steaua Bucarest teriam iniciado uma briga com torcedores da equipe rival e foram pegos com facas e fogos de artifício. Ou seja, nada a ver com o uso da máscara. A história não passa de balela. Não compartilhe!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2QvB43t
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK