Pessoas têm que fazer fila para comprar três ovos por vez na Argentina #boato

Boato – Na Argentina, as pessoas têm que fazer fila para comprar três ovos, limite permitido para cada uma. Isso acontece porque o sistema foi comunista implantado no país.

Mais do que nunca, frentes ideológicas políticas extremas acirram debates calorosos internet. Por exemplo, o embate (nada saudável) entre o chamado “bolsonarismo”, movimento de extrema-direita criado após a eleição do presidente Bolsonaro, e o seu maior “inimigo” ideológico, que muitos rotulam de “comunismo” (mesmo que, na realidade, seja apenas um movimento de uma esquerda política mais moderada), criam interações gigantescas entre os internautas e, muitas vezes, para cravar o que está “certo ou errado”, dão margem ao surgimento de fake news.

É o nosso caso de hoje. Um vídeo que começou a circular recentemente nas redes sociais, principalmente no Facebook, mostra, supostamente, que pessoas estão tendo que fazer fila na Argentina para comprar três ovos, limite permitido para a venda dos itens para cada indivíduo. De acordo com as publicações que estão compartilhando as imagens, o motivo seria o suposto sistema de comunismo implantado no país. Confira, a seguir, as versões do texto original das publicações que estão compartilhando o vídeo:

Confira o desmentido em vídeo:

Versão 1: Argentina Fila pra comprar comida. Limite 3 ovos por pessoa. Se berrar apanha! Ué! Onde estão as maravilhas de um país socialista?

Versão 2: QUEM VIU A ARGENTINA? AGORA TEM FILA PARA COMPRAR SÓ 03 OVOS POR PESSOA. QUAL O NOME DISSO?

Versão 3: Na fila pra ganhar 3 ovos.É isso que você deseja para o Brasil? Vejam que maravilha! O comunismo já está dando certo na Argentina. Felizes e sorridentes, argentinos entram na fila pra ganhar 3 ovos cada um. Por Rodrigo Cordeiro RCN News www.portalradiorcn.com

Pessoas têm que fazer fila para comprar três ovos na Argentina?

O vídeo viralizou, sendo compartilhado principalmente por internautas pró-governo. Mas será mesmo que as pessoas estão tendo que fazer fila para comprar três ovos na Argentina? A resposta é não! E o porquê você confere a seguir.

Para começar, as versões da mensagem que está compartilhando o vídeo carregam todas as características de fake news: são vagas (não dizem quando e em que cidade as imagens foram gravadas, por exemplo), alarmistas (têm o intuito de fomentar o debate político nas redes sociais), possuem erros de português e não citam fontes confiáveis que possam confirmar o que está sendo dito.

Em segundo lugar, não é de hoje que surgem na internet boatos relacionados à Argentina e ao comunismo. Aqui mesmo no Boatos.org, nós já desmentimos vários deles, como o que dizia que a Argentina não existe mais porque virou a China comunista; outro de que o país teria decretado o confisco de propriedades privadas pelo governo comunista; ou, ainda, uma história bem parecida que apontava que a Argentina teria falido, quebrado todas as empresas e implantado o comunismo com o apoio da China.

Assim como nestes casos, a tal tese de hoje sobre a limitação de compra e venda de alimentos não é balizada em nenhuma fonte confiável de notícias. Mais que isso, ao buscarmos por vídeos do tipo, descobrimos que não têm nada a ver com limitação de compras de produtos.

Na realidade, as imagens em questão são referentes a uma ação que o Exército da Argentina tem feito em comunidades pobres do país, distribuindo alimentos aos moradores em situação de vulnerabilidade durante a pandemia do novo coronavírus.

A ação já aconteceu em bairros de Matanza e Quilmes, por exemplo, localizados em Buenos Aires. Inclusive, é possível encontrar diversos vídeos e materiais espalhados pela internet que mostram o projeto de solidariedade dos militares.

Matanza, que é uma das localidades mais populosas da capital argentina, recebeu o Comando Conjunto da Zona Metropolitana de Emergência, liderado pelo comando da Guarnição Militar Buenos Aires, em 1º de abril deste ano, para a realização das ações de apoio comunitário em 28 áreas com população carente.

Resumindo: O vídeo que está sendo compartilhado supostamente mostrando filas para pessoas comprarem três ovos na Argentina não é verdadeiro. As imagens em questão se tratam de uma ação do Exército do país que está distribuindo alimentos nos bairros mais pobres do país durante a pandemia do novo coronavírus.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2Faip9f
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK