Homem que tentou matar Cristina Kirchner foi filmado a abraçando em 2016 #boato

Boato – Vídeo gravado em 2016 mostra Cristina Kirchner abraçando e cumprimentando o homem que tentou matá-la.

Nas últimas semanas, o atentado contra a vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, foi um dos assuntos mais comentados ao redor do mundo. Na noite do dia 1º de setembro de 2022, Cristina Kirchner sofreu uma tentativa de assassinato.

Na oportunidade, a arma do suspeito não disparou. Posteriormente, o homem que tentou praticar o crime foi preso e identificado como Fernando André Sabag Montiel, brasileiro com pai chileno e mãe argentina. Segundo a polícia, ele também planejava atacar o presidente da Argentina, Alberto Fernandéz.

Mas de acordo com uma história que está sendo compartilhada nas redes sociais, a vice-presidente Cristina Kirchner teria sido gravada, em 2016, com o homem que tentou matá-la. Ainda de acordo com a publicação, Cristina Kirchner teria abraçado e cumprimentado com beijo o homem que praticou o atentado contra ela. “O atirador sendo cumprimentado com beijinho pela Cristina Kirchner em 2016″, diz a mensagem que circula online.

Homem que tentou matar Cristina Kirchner foi filmado a abraçando em 2016?

A informação viralizou nas redes sociais, em especial, no Twitter e se transformou em conteúdo para embasar teorias da conspiração. Apesar disso, a história não é verdadeira. A explicação fica por conta da origem do vídeo.

Ao se deparar com a mensagem, logo de cara ficamos desconfiados. Isso porque ela apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, extremamente alarmista, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias em veículos de comunicação confiáveis.

Além disso, histórias falsas que indicam que crimes foram forjados não são novidade na internet. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que a arma utilizada contra Cristina Kirchner era de água e o atentado foi falso. Também a que indicava que o atentado contra Bolsonaro, em 2018, foi forjado, porque não havia marcas de sangue e, por fim, a que apontava que o ataque à maternidade na Ucrânia foi uma farsa, porque modelo grávida foi fotografada.

Como já mencionamos em outros desmentidos, não há qualquer evidência de que o atentado mal sucedido tenha sido forjado. Muito pelo contrário. Atualmente, a polícia da Argentina prendeu o terceiro suspeito pelo ataque e já tem elementos que mostram que todo o atentado foi planejado, mas mal executado.

Por fim, essa tese foi desmentida em outros serviços de checagem, como o Maldita, na Espanha. De acordo com a página, o homem que aparece cumprimentando Cristina Kirchner no vídeo de 2016 é o jovem Ignacio Barbieri, um militante peronista. O próprio Ignacio Barbieri desmentiu a informação em suas redes sociais. O vídeo foi gravado no Plenario de Secundarios de Avellaneda, em Buenos Aires, na Argentina, no dia 30 de julho de 2016.

Em resumo: a história que diz que o homem que tentou matar Cristina Kirchner apareceu em um vídeo, em 2016, cumprimentando a vice-presidente da Argentina é falsa! As imagens não mostram o homem que tentou atirar contra Cristina Kirchner. Na verdade, o homem que aparece cumprimentando a vice-presidente da Argentina é o militante peronista Ignacio Barbieri. As imagens foram gravadas no dia 30 de julho de 2016 e o próprio militante desmentiu a informação. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3uwu4ra
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso