Ditador comunista de Angola, amigo de Lula, está matando crianças e cristãos #boato

Boato – Amigo do ex-presidente Lula, ditador comunista de Angola está matando crianças e cristãos com dinheiro do BNDES. Vídeo mostra ação.

Nas últimas semanas, um tipo de boato outrora esquecido tem voltado a ganhar força na internet: o da falsa denúncia de cristãos perseguidos na África. Recentemente, falamos de dois casos envolvendo Moçambique (leia aqui e aqui). Hoje, vamos falar de mais um país lusófono: a Angola.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/2M3r9Bt

Confira o nosso Instagram:

Instagram

Na história de hoje há um elemento especial: o ex-presidente brasileiro Lula. Ele aparece na mensagem como “amigo” do ditador comunista de Angola que, por sua vez, seria o responsável pelo massacre. Leia a mensagem que circula online e é acompanhada de um vídeo, que não iremos exibir aqui:

Ditador comunista de Angola, amigo do Ex Presidente Lula e que ele enviou Bilhões de Reais do BNDES, executando covardemente CRISTÃOS e até CRIANÇAS.

Ditador comunista de Angola, amigo de Lula, está matando crianças e cristãos?

A mensagem mexeu com dois grupos em especial: pessoas com grande religiosidade e pessoas que não gostam de Lula. Isso significa que a história se espalhou muito. Só há um detalhe: ela é falsa. Vamos aos fatos.

Quando batemos o olho na mensagem, já sabíamos do que se tratava. Isso porque o mesmo vídeo foi utilizado em outro boato desmentido aqui no ano passado. Como boa parte do desmentido de outrora vale para agora, relembre o que escrevemos.

Para começo de história, a mensagem segue o roteiro básico de boatos online: é vaga, alarmista, possui erros de português e não cita fontes confiáveis. Só por isso já merecia uma segunda checagem.

Checamos e descobrimos que o vídeo foi feito em Camarões e não em Angola. Segundo uma reportagem da BBC, as imagens foram gravadas em Zelevet, região fronteiriça do país com a Nigéria, no ano de 2015. A origem do vídeo foi descoberta pela equipe da Africa Eye, um braço do serviço africano da BBC.

A equipe que identificou o local por meio da análise de imagens aponta que a mulher foi morta por ter sido identificada como integrante do grupo terrorista Boko Haram. Depois da publicação da reportagem, o governo de Camarões disse que julgará os acusados pelo crime.

Vamos ao “fato novo”: a denúncia de que o presidente de Angola é um ditador comunista e amigo de Lula. Apesar de Angola (país independente desde 1975) estar dando passos lentos em relação a um regime democrático, não é possível dizer que o país tem um ditador ou que o regime é comunista.

O atual presidente é João Lourenço. Ele foi eleito pelo em 2017 e substituiu (aí um sim): um político que estava se perpetuando no poder: José Eduardo dos Santos. Nem Lourenço, nem Santos mantinham o país em um regime comunista (hoje, os países que mantém esse regime são China, Coreia do Norte, Cuba, Vietnã e Laos).

Sobre a parte que fala da relação entre João Lourenço e Lula, não é possível achar que eles são “amigos”. Sobre a acusação de que o BNDES “dá” dinheiro para Angola, ela foi desmentida por essa nota oficial do banco. 

Resumindo: a história que aponta que o ditador comunista de Angola está matando crianças e cristãos é falsa. O vídeo é de Camarões e não há provas nas acusações descritas na mensagem.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)