Fake news: general Benjamin Arrola declarou que Exército de 24 horas para TSE explicar fraude nas urnas

Boato – General Benjamin Arrola resolveu agir. Ele deu prazo para o STF explicar ao Exército sobre fraude nas eleições em 72 horas. 

Texto da fake news

URGENTE: o General Benjamin Arrola das Forças Armadas declarou que o Exército deu 24 horas para que o TSE explique o que houve nas urnas no domingo. Segundo ele, as forças armadas já estão apostos para a tomada do poder caso não haja nenhuma explicação coerente.

Veredicto

Informação falsa. Não existe determinação desta natureza no Exército e o nome não passa de um trocadilho que serviu para figuras famosas virarem piada na internet.

Motivo

O Boatos.org já desmentiu informações falsas como essas de trocadilhos de nomes de figuras bombásticas e de “prazos do Exército ao STF”. Nem é competência das Forças Armadas “determinar prazo” (isso é coisa da Justiça) nem há nenhuma ação deste tipo.

Links de referência

Desmentido do Boatos.org sobre Jallim Habbei dos Emirados Árabes Unidos.

Desmentido do Boatos.org sobre prazo do Exército ao STF.

PS: A categoria Fast-Checking é uma nova experiência de checagem rápida do Boatos.org para conseguirmos responder a todas demandas que recebemos. Se a experiência for bem sucedida, ampliaremos o número de desmentimos no site.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet