Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Esporte > É falso que foi descoberto “escândalo” em que o Atlético vendeu jogo final do Brasileirão para o Bahia

É falso que foi descoberto “escândalo” em que o Atlético vendeu jogo final do Brasileirão para o Bahia

Atlético vendeu jogo do Brasileirão para Bahia e Grupo City, diz boato (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Boato – O Atlético Mineiro e a SAF do Galo venderam a partida final do Brasileirão para o Bahia e o Grupo City.

Análise

Pela terceira vez no mesmo dia, o Boatos.org está desmentindo uma história relacionada ao rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Desta vez, trata-se de um texto que aponta que “foi descoberto o escândalo que todo mundo suspeitava” na partida entre Bahia e Atlético Mineiro.

O jogo, que terminou 4 a 1 para o Bahia e resultou no rebaixamento do Santos, teria sido, de acordo com o texto, comprado pelo Grupo City e vendido para a SAF do Galo em um acordo que envolvia a Adidas, a CBF e outros atores (como Lula). Leia a mensagem que circula na internet:

Vídeo: é falso que Aphelion chega amanhã e vai trazer frio

A CONFIRMAR Talvez, isso explique a razão do jogador Hulk ter declarado a seguinte frase: “Se as pessoas soubessem o que aconteceu no Fonte Nova, ficariam enojadas”. Todos os atleticanos ficaram chocados e tristes por terem perdidos da forma que foi para o Bahia. Não deveriam. O que está exposto abaixo é a notícia em primeira mão que está sendo investigada por rádios e jornais de todo o Brasil e alguns estrangeiros, mais especificamente Wall Street Journal of Americas , Gazzeta delo Sport e Sunday Express e deve sair na mídia em breve, assim que as provas forem colhidas e confirmarem os fatos.

Fato comprovado: O Grupo City pagou a SAF do Galo para que o Bahia não fosse rebaixado. Os jogadores titulares do Galo foram avisados, às 13:00 do dia 6 de Dezembro (dia da última rodada do brasileirão), em uma reunião envolvendo o Sr. Ferretti (presidente do Bahia), duas pessoas representado os 4R’s, Cadu Santoro, representante do Grupo City no Brasil, tudo sobre a batuta de Ednaldo Batista, presidente da CBF. Os jogadores reservas permaneceram em isolamento, em seus quartos ou no lobby do hotel.

A princípio muito contrariados, os jogadores se recusaram a abrir mão do vice-campeonato. A aceitação veio através do pagamento total dos prêmios, US$70.000,00 para cada jogador, mais um bônus de US$400.000,00 para todos os jogadores e integrantes da comissão, num total de US$ 4.000.000,00 (quatro milhões de dólares) através das empresas do grupo City. Além disso, os jogadores que aceitarem o contrato com a empresa Adidas nos próximos 4 anos terão as mesmas bases de prêmios que os jogadores de elite da empresa, como o Flamengo.

Mesmo assim, Zaracho se recusou a jogar, o que obrigou o técnico Felipão a escalar o jogador Pavon, dizendo que se tratava de uma decisão da comissão técnica. Assim, combinou-se que o Galo seria derrotado no primeiro tempo, sendo que Paulinho teria que fazer um Gol para se firmar na artilharia, porém a apatia que se abateu sobre os jogadores titulares fez com que a Bahia, q, marcasse, em quatro falhas simples do time do Galo.

O Sr. Ferran Soriano, CEO do Grupo City, aplaudiu a colaboração da equipe brasileira, uma vez que o manter o Bahia na serie A, é muito importante para as pretensões do grupo City, ainda mais com a ascensão do rival vitória, Cadu Santoro, representante do Grupo City no Brasil. Cadu Santoro, representante do Grupo City no Brasil, já tinha se reunido com Lula, para aumentar a quantidade de times representantes do Nordeste no campeonato brasileiro num momento das mais altas taxas de desemprego jamais registradas naquela região.

Lula inclusive garantiu, ao Sr. Rubens Menin, que o Atlético-MG terá seu caminho facilitado para o tetra-campeonato de 2024, bem como a garantia da expansão do grupo MRV no nordeste Repassem para o maior número de pessoas para que todos possam saber a podridão que ronda o mundo do futebol. Desde já agradeço. Abraço Gunther Schweitzer – Central Globo de Jornalismo

Checagem

Na parte da checagem do conteúdo, vamos responder às seguintes questões: 1) É verdade que o Atlético e a SAF do Galo venderam o jogo do Brasileirão para o Bahia e o Grupo City? 2) O que podemos falar do texto que fala sobre o jogo entre Bahia e Atlético? 3) Há outros exemplos de fakes utilizam o mesmo modelo de texto?

É verdade que o Atlético e a SAF do Galo venderam o jogo do Brasileirão para o Bahia e o Grupo City?

Não é verdade. Além de toda a teoria ser absurda, a história segue um roteiro básico de uma teoria clássica em textos de futebol. Essa história de “se vocês soubesses o que aconteceu ficariam enojados” é um clássico quando falamos de fake news sobre futebol.

O que podemos falar do texto que fala sobre o jogo entre Bahia e Atlético?

A fake news começou a ser repassada após a derrota do Brasil na Copa de 1998. Desde então, o mesmo texto, com poucas mudanças começou a ser compartilhada toda vez que ocorria um evento relevante no futebol. Obviamente, a história não tinha nenhum lastro na realidade.

Até a assinatura de Gunther Schweitzer é polêmica. Na realidade, ela surgiu de uma pessoa com este nome (um tanto quanto pomposo) repassou o e-mail da denúncia com a assinatura corporativa.

Há outros exemplos de fakes utilizam o mesmo modelo de texto?

Além de o fake relacionado à Copa de 1998, a mesma história foi utilizada na Copa de 2014 (nos 7 a 1 contra a Alemanha), de 2018 (na derrota contra a Bélgica) e até no Campeonato Brasileiro deste ano (quando o Botafogo perdeu de virada para o Palmeiras). É preciso reiterar que toda as versões são absolutamente falsas.

Conclusão

Fake news ❌

Se você chegou a pensar que a história que apontava para a venda da partida entre Atlético e Bahia, saiba que se trata de uma fake news clássica. O mesmo texto “enojado” já foi utilizado em diversas fake news sobre o assunto.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610)