Turma da Mônica colocou um “peru” na Mônica para divulgar ideologia de gênero #boato

Boato – Vídeo mostra a verdade sobre a Turma da Mônica. Em desenho, colocaram um “peru” na Mônica para divulgar ideologia de gênero para as criancinhas do Brasil.

De 2018 para cá, questões sensíveis têm sido utilizadas como combustível para angariar votos entre grupos mais conservadores da sociedade. De “implantação de kit gay” à “mamadeira de p…”, o que não tem faltado é desinformação para chocar e angariar votos dos mais inocentes. A última história deste naipe que circula online aponta para a Turma da Mônica.

Em uma clara alusão ao que os conservadores chamam de “ideologia de gênero”, um “vídeo denúncia” sobre a Turma da Mônica está circulando na internet. Nele, uma mulher aponta que Mauricio de Sousa resolveu deseducar as nossas crianças ao colocar, nas palavras dela, um “peru” na Mônica.

O vídeo repercutiu e virou até combustível para outro vídeo em que um homem fala que o vídeo não passa de uma estratégia para influenciar as crianças do Brasil. “E para quem não sabia sobre essa aberração no desenho da Turma da Mônica, essa mãe indignada gravou!!! E tá certa a mãe, tem que denunciar sim!”, diz uma das mensagens que acompanham o vídeo (que não será exibido aqui).

Turma da Mônica colocou um “peru” na Mônica para divulgar ideologia de gênero?

A história circulou com um tom de “novidade” e escândalo. Porém, não é verdade que os autores da Turma da Mônica resolveram colocar uma genitália na Mônica para divulgar a ideologia de gênero ou a transformou em transexual.

A solução para o caso perpassou por duas ações simples. 1) Tentar buscar a origem do vídeo em questão. 2) Entender todo o contexto por trás da imagem que está circulando por aí. A partir daí, conseguimos descobrir que não é a “Mônica” na imagem, o conteúdo não é novo e tampouco visa divulgar “ideologia de gênero”.

O conteúdo que está circulando na internet é um corte do episódio O Mônico. O episódio foi produzido em 1997 e publicado no gibi Cebolinha nº16. É possível ver neste link do Mercado Livre a capa do gibi. Isso já derruba a tese de que a Turma da Mônica mudou e quer “influenciar as criancinhas” com a ideologia de gênero.

Ao buscar por mais detalhes pelo episódio, o encontramos sendo contado na íntegra no canal do YouTube “Quadrinhos da Mônica”. Como é possível ver abaixo, não há nada sobre “Mônica transexual” ou “mudança de gênero”. Perdoem-nos os spoilers, mas, na realidade, a pessoa que aparece com o “peru” é o Cebolinha.

Na história, Cebolinha está triste por não ter cabelo e é “cobaia” de uma fórmula do Franjinha. Com isso, o cabelo dele cresce. Cascão utiliza um “supergel” e o cabelo de Cebolinha fica idêntico ao da Mônica. A cena “polêmica” (só que não) ocorre quando a mãe de Cebolinha o interpela na saída do banho e o chama de Mônica. Aí o Cebolinha baixa a toalha e prova que é “ele mesmo”. No fim (minuto 6:43 do vídeo), a mãe desmaia. Veja:

Vale lembrar que, ao contrário do que apontam teses conservadoras, não existe a tal “ideologia de gênero”. O termo, além de errado, é preconceituoso (para mais detalhes, leia este artigo).

Ou seja: o Mauricio de Sousa não colocou um “peru” na Mônica para deturpar a mente das crianças. Além de o episódio em questão ser antigo, o personagem no vídeo viral é Cebolinha e a história (ótima, por sinal) é das mais inocentes. A maldade em todo o caso só está nos olhos de quem vê.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3vN6CET
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet