Seis pessoas morreram de overdose de cocaína no Rock in Rio 2019 #boato

Boato – Organizadores do Rock in Rio registraram seis mortes por overdose de cocaína durante a edição de 2019 do festival. 

Nas duas últimas semanas, o Rock in Rio abalou as estruturas emocionais de muita gente. Seja pela ansiedade daqueles que esperavam para assistir as atrações, seja pela tristeza de quem não conseguiu um ingresso para ver seus ídolos. Falando em cifras, o Rock in Rio desse ano levou 700 mil pessoas à Cidade do Rock e movimentou cerca de R$1,7 bilhão. Foram 670 artistas e um total de 300 horas de música em sete dias de evento.

Mas, por outro lado, uma história que ganhou força na internet afirma que o saldo do Rock in Rio 2019 não foi tão positivo assim. Por se tratar de um evento bastante frequentado por jovens, as diversas publicações indicam que seis pessoas teriam morrido de overdose de cocaína ao longo do evento. “Divulgue aí globolixo! Esclareça ao povo Brasileiro,6 jovens vieram a óbito no rock in Rio, todos por overdose de cocaína. Horror”, diz uma das publicações.

Seis pessoas morreram de overdose de cocaína no Rock in Rio 2019?

A informação causou espanto nas redes sociais e alertou para a epidemia de consumo de drogas. Mas será que essa história de que seis pessoas teriam morrido de overdose de cocaína durante o Rock in Rio 2019 é verdade? Não é!

Vamos aos fatos! Ao lermos as publicações, de cara, já ficamos desconfiados. As mensagens são vagas (não informam nomes ou quando as mortes teriam ocorrido), bastante alarmistas e não citam fontes confiáveis. Além disso esse formato de publicação (com textos curtos, fundo colorido e soltos no Facebook) se tornou uma constante nas redes sociais.

Vale ressaltar que a equipe do Boatos.org já desmentiu alguns textos com “formato parecido”, como a história que apontava que os advogados do ex-presidente Lula seriam os mesmos de Adélio Bispo e dos hackers do telefone de Sérgio Moro. E também as publicações que indicavam que Arthur não era neto de Lula.

É importante destacar que seis mortes (ainda mais tendo overdose como causa) seria um escândalo e, ao contrário do que aponta a mensagem, não seria possível esconder. Apesar disso, ao procurar por outras informações sobre o suposto caso, não encontramos qualquer notícia ou mesmo a informação de seis mortes no Rock in Rio.

O que encontramos na edição desse ano do Rock in Rio foi uma super operação policial, que registrou 719 ocorrências. Além disso, também há uma notícia de que a polícia prendeu um suspeito de vender drogas no entorno do Rock in Rio. Por fim, os postos médicos espalhados por todo o evento registraram ocorrências, mas não de overdose. A maior causa da procura por médicos no festival desse ano foi o calor forte. Em nenhum dos casos, houve a informação de que alguém morreu.

Em resumo: a história que diz que seis pessoas morreram de overdose de cocaína no Rock in Rio 2019 é falsa! O formato dos textos é exatamente igual a outras histórias já desmentidas pela nossa equipe. Além disso, não encontramos nenhuma informação sobre mortes ou ainda sobre casos de overdose no Rock in Rio de 2019. Ou seja, pura balela. Até a próxima!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)