Cantor Leo Chaves grava vídeo de apoio a manifestações golpistas e pede paralisação geral de caminhoneiros #boato

Boato – Em vídeo, cantor Leo Chaves apoia atos golpistas, diz que se trata de revolução e pede por greve geral dos caminhoneiros

Durante todo o governo de Jair Bolsonaro, diversos famosos e celebridades demonstraram publicamente seu apoio ao ex-presidente. Karina Bacchi, Bella Falconi, Thiago Gagliasso, Maurício Mattar e DJ Malboro foram algumas das personalidades que demonstraram apoio a Bolsonaro, inclusive.

Em meio a isso, uma história tem chamado a atenção nas redes sociais. De acordo com uma publicação, o cantor Leo Chaves (da dupla Victor e Leo) também teria se unido aos famosos que apoiam as manifestações golpistas. Segundo a publicação, Leo Chaves teria gravado um vídeo em apoio aos atos golpistas, pedindo a paralisação geral de caminhoneiros.

Confira também: É falso que Lulinha foi preso no Paraguai! Confira o desmentido em vídeo:

Clique e siga o Boatos.org no YouTube

Ao longo do vídeo, o cantor questiona se esse movimento não seria o início de uma revolução no Brasil e afirma que está junto com os caminhoneiros. Leo Chaves ainda afirma que se um dia as coisas mudarem, a revolução começou a partir dos caminhoneiros e que todos deveriam apoiar e lutar por um Brasil melhor. Confira:

Versão 1: “Cantor Léo apoiando atos antidemocráticos. Algo precisa ser feito, pessoas que motivam esses atos tbm tem que pagar por isso”. Versão 2: “Paralização Urgente do Brasil. 10/01/2023 Cantor Léo faço dele minhas palavras”. Versão 3: “Um recado do cantor Léo”.

Cantor Leo Chaves grava vídeo de apoio a manifestações golpistas e pede paralisação geral de caminhoneiros?

A informação causou um verdadeiro burburinho nas redes sociais, em especial, no Facebook e no Twitter e agitou os fãs da dupla sertaneja. Apesar disso, a história não é verdadeira. A explicação fica por conta da falta de provas e da origem do vídeo.

Ao se deparar com a mensagem, logo de cara ficamos desconfiados. Isso porque ela apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, extremamente alarmista, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias de veículos de comunicação confiáveis.

Não é de hoje que histórias falsas sobre supostos crimes cometidos por pessoas influentes circulam na internet. A equipe do Boatos.org já desmentiu algumas delas, como a que dizia que o senador Magno Malta teria publicado um vídeo convocando os brasileiros para participarem da greve geral que iria parar o Brasil. Também a que indicava que o homem flagrado defecando durante o ataque à Esplanada seria Thiago Albuquerque, funcionário do Banco do Brasil.

Para piorar a situação, a história de hoje reforça informações falsas, como a ideia de que vai existir ou já está acontecendo uma greve de caminhoneiros ou uma paralisação geral no Brasil.

Entretanto, ao buscar pelo assunto, descobrimos que o vídeo usado na história de hoje é antigo. As imagens foram publicadas no dia 25 de maio de 2018, na página oficial do cantor Leo Chaves, no Instagram. Na época, uma greve geral dos caminhoneiros deixou o Brasil parado por 10 dias. Os caminhoneiros exigiam a redução do preço do óleo diesel e a fixação de uma tabela mínima para os valores de frete.

Por fim, depois de toda a repercussão, o próprio cantor Leo Chaves desmentiu a história. Por meio dos stories, ele publicou um print do vídeo com uma faixa escrito “falso”.

Em resumo: a história que diz que Leo Chaves gravou um vídeo apoiando as manifestações golpistas e pedindo por uma paralisação geral dos caminhoneiros é falsa! O vídeo, de fato, é real, mas foi retirado de contexto. Na realidade, o vídeo é antigo. As imagens foram publicadas, originalmente, no dia 25 de maio de 2018, na página do cantor Leo Chaves, no Instagram. Na época, o Brasil enfrentava uma greve geral dos caminhoneiros. Por fim, o próprio cantor desmentiu a história em seus stories. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/2M3r9Bt
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso