Anitta disse que admira o homem que matou Hitler em post de 2010 no Twitter #boato

Boato – Anitta afirmou, em post de 2010 no Twitter, que tem “grande paixão e admiração” pelo homem que matou Hitler. Líder do partido nazista cometeu suicídio.

A internet, realmente, não perdoa. Lembra daquela máxima de que uma vez na internet, o conteúdo estará lá para sempre? Pois bem, ao longo dos anos, vimos muitos exemplos de artistas que tiveram suas carreiras abaladas por conta de publicações antigas.

Que a gente amadurece e muda nossa visão de mundo, isso é verdade. Porém, para algumas pessoas, certas coisas são difíceis de ignorar e perdoar (mesmo que se tenha passado bastante tempo), como postagens homofóbicas e machistas, por exemplo.

Nos últimos dias, Anitta parece ter provado, novamente, da força da internet. Destaque no Rock in Rio 2019, a cantora está sendo acusada de apoiar Hitler por causa de uma gafe. Segundo publicações nas redes sociais, Anitta teria afirmado, em 2010, que admira o homem que matou Hitler (o ex-ditador cometeu suicídio). Confira:

Comentário: “Nesse caso posso considerar @Anitta admiradora e apaixonada por Hitler”. Tuíte: “Tenho grande paixão e admiração pelo homem que matou Hitler kkkk”. 10:43 – 10 de setembro de 2010. 2.478 Retweets. 19.410 Curtidas. Adolf Hitler, político. Causa do falecimento: Suicídio. 

Anitta disse que admira o homem que matou Hitler em post de 2010 no Twitter?

A informação circulou bastante nas redes sociais, especialmente após o fim do Rock in Rio, que foi marcado pela primeira apresentação de Anitta no evento e também por críticas ao presidente Jair Bolsonaro. Mas será que essa história de Anitta afirmar que admira o assassino de Hitler é real? A resposta é não!

Vamos aos fatos! Uma rápida leitura nas mensagens que estão circulando sobre o assunto e identificamos alguns pontos interessantes. Os textos apresentam caráter alarmista e não citam fontes confiáveis (ou seja, características importantes de boatos online).

Além disso, histórias envolvendo prints falsos do Twitter não são novidade na internet. A equipe do Boatos.org já desmentiu várias delas, como o caso em que o Xvideos teria anunciado o fim do site no Brasil, em setembro. Também a história que afirmava que Bolsonaro teria procurado por fotos de Pabllo Vittar na internet e, por fim, a resposta de Juan Guiadó a Bolsonaro, após este ter enviado uma indireta a José de Abreu.

Vale ressaltar que, nesses casos, há sempre um detalhe curioso: o que sempre circula é a imagem, nunca o link da publicação (que, por sinal, nunca é encontrado). Munidos de uma grande desconfiança sobre essa história, resolvemos buscar pelo print e encontramos alguns detalhes que derrubam a tese.

Antes do final do Rock in Rio, quando a suposta declaração surgiu, ninguém nunca havia ouvido falar no tuíte em questão. Algo bastante estranho, uma vez que, no print, a postagem cita com um número gigantesco de curtidas e compartilhamentos. Além disso, a publicação é, no mínimo, polêmica. Se fosse real, ela renderia um pedido de desculpas (como ocorreu no caso do comentário sobre hanseníase) ou até uma brincadeira (assim como a artista já fez com outros assuntos).

Na época do suposto tuíte, Anitta não era assim tão popular nas redes sociais. A artista tinha pouquíssimas interações naquilo que postava. Além disso, a pauta de Anitta não tinha nada sobre Hitler ou mesmo assuntos políticos. Vale ressaltar que, em 2018, durante as eleições presidenciais, a cantora chegou a ser perseguida, justamente por não ter se posicionado, especialmente, em relação às pautas de Jair Bolsonaro (que atacavam, entre outras coisas, os homossexuais, uma parcela bastante significativa do fã-clube de Anitta). Ou seja, se ela sequer comentou algo político relacionado diretamente com ela, é pouco provável que a cantora tenha escrito algo tão deslocado e polêmico.

Se ela tivesse falado algo do tipo, é bem provável que ela receberia uma resposta ‘na lata’. Entretanto, não existe nenhuma menção a ela falando sobre o assunto.

Em resumo: a história que diz que Anitta disse que admira o homem que matou Hitler (que seria o próprio líder nazista) em post de 2010 no Twitter é falsa! Além de histórias envolvendo prints falsos do Twitter serem uma constante, também não conseguimos encontrar a suposta publicação original. Por fim, Anitta não costuma se posicionar politicamente. Logo, é improvável que ela tenha feito uma afirmação tão polêmica e deslocada. Ou seja, q história é apenas #boato. Não compartilhe!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
Compartilhe este artigo:
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)