Habib’s faliu, vai fechar lojas e anuncia que “passa o ponto” delas #boato

Boato – Por causa de Bolsonaro e por causa das medidas de isolamento social, a rede Habib’s anunciou que vai fechar lojas e que está “passando o ponto” delas.

O que não faltaram na internet desde que a pandemia da Covid-19 se iniciou foram mensagens falando que estabelecimentos comerciais faliram por causa das medidas de isolamento social. Em alguns casos, a informação era real. Em tantos outros (como aqui, aqui e aqui), tratavam-se de boato.

Esse tipo de balela até saiu dos “trends da fake news” nos últimos tempos (afinal, isolamento social virou, infelizmente, coisa rara). Porém, uma faixa em lojas da rede de lanchonetes Habib’s fez com que a discussão voltasse à tona. Depois que diversas lojas da rede tiveram uma faixa com os dizeres “passo o ponto” e um número do WhatsApp disponível para contato, começaram a circular boatos de que a rede teria falido.

Em algumas mensagens, o culpado foi rapidamente encontrado. Em alguns casos, a mensagem era direcionada ao presidente Jair Bolsonaro. Em outros casos, a mensagem apontava que a culpa era do “fique em casa”. Leia as duas versões da mensagem que vimos na internet:

Versão 1: Fecha tudo,depois a gente vê a economia. São 320 Habibs passando o ponto. Imaginem o desemprego Versão 2: Habib’s vai fechar? Lojas exibem faixa de “Passo o ponto”. Mais desempregados na conta do presidente Jair Bolsonaro.

Habib’s vai fechar lojas e anunciou que “passa o ponto” delas?

A informação e as imagens chamaram muita atenção de internautas e até de veículos de mídia. Porém, as faixas “passo o ponto” não significam que lojas da rede Habib’s vão fechar. Ao contrário, anunciam o fortalecimento de uma ação de marketing.

O primeiro indício de que se tratava de uma ação de marketing está no fato de que o perfil oficial do Habib’s divulgou a informação das faixas “passo o ponto” no dia 22 de fevereiro. Se, de fato, as faixas significassem uma venda de lojas, não seriam divulgadas em um perfil de redes sociais (voltado para promoções e ações de marketing).

Além disso, o perfil oficial não divulgaria vendas de pontos por parte de franqueados (quem compra a franquia que teria que se virar para passar o ponto). Pois bem, não demorou muito para descobrirmos (por meio da própria página do Habib’s) que tudo era uma ação.

Dois dias após a primeira mensagem, a rede divulgou que as faixas serviram para “esquentar” o lançamento de um clube de fidelidade da empresa. Ou seja: troca de compras por “pontos” no aplicativo oficial. Ou seja: esses são os “pontos” que serão repassados.

Por você a gente passa todos os pontos, sim! Chegou Habibers. O clube de fidelidade para quem ama Habib’s. Faça seu cadastro no App Habib’s, junte pontos e troque pelo seus produtos preferidos.

Resumindo: a série de faixas “passo o ponto” da rede Habib’s não tem nada a ver com lojas falindo, medidas de isolamento social ou mesmo com o presidente Jair Bolsonaro. No fim, era tudo uma ação de marketing por parte da empresa.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2m2887O
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/38hcBcy

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet