Delfinópolis tem surto de febre amarela, alerta enfermeiro #boato

Boato – Enfermeiro alerta que Delfinópolis, cidade de Minas Gerais, tem surto de febre amarela; Já são quinze casos confirmados.

Sempre foi assim, desde que o mundo é mundo, epidemias causam perdas, preocupação e pânico. Hoje, graças ao acesso a informação e tecnologia, podemos controlar as epidemias. Mas, ao mesmo tempo em que a tecnologia revolucionou a medicina, também potencializou a propagação de boatos.

Enfermeiro alerta para surto de febre amarela em Delfinópolis, diz boato
Enfermeiro alerta para surto de febre amarela em Delfinópolis, diz boato

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Essa não é a primeira vez que surgem boatos sobre epidemias. Já desmentimos a história do vírus mortal de macacos, epidemia de aranha marrom e vaca louca. Agora, o escândalo da vez dá conta de um surto de febre amarela na cidade de Delfinópolis, Minas Gerais.

De acordo com a mensagem e áudio, que tem circulado no WhatsApp, já são quinze casos de febre amarela confirmados. Desses, oito já foram a óbito. Confira na íntegra:

Esse áudio é da cidade de Delfinópolis sudeste de MG próximo a Serra da Canastra. Compartilhe esse áudio por favor!

Leia o que diz o áudio:

Bom dia a todos! Meu nome é Flávio. Sou enfermeiro chefe do hospital de Delfinópolis e também atuo no Samu. Quero informar a toda a população dos arredores de Delfinópolis da região que essa noite nos constatamos quinze casos comprovados de febre amarela.

As autoridades estão escondendo isso com medo de represálias e de afetar o turismo na nossa região, mas é um fato muito importante e as pessoas não estão falando sobre isso. Desses quinze casos, oito vieram a óbito agora de madrugada durante o meu plantão. Os outros estão em estado gravíssimos, sendo que quatro deles eram turistas e é muito importante ressaltar que não se deve ir em Delfinópolis, mesmo quem já tomou vacina contra febre amarela. É muito perigoso. Aqui está um caos.

Estamos todo mundo correndo já vieram médicos, inclusive, de Belo Horizonte para ajudar com essa epidemia. E eu acredito que é a maior epidemia do Brasil. Então, todos os moradores de Delfinópolis devem tomar muito cuidado como o contagio dessa doença pode ser feito através de moscas também, coisas que a imprensa não vem falando. Mulheres grávidas devem tomar um cuidado especial: utilizar roupas cumpridas. Todas as pessoas, inclusive, crianças devem usar repelente. Então pessoal, por favor, vamos tomar cuidado.

Está muito próximo aqui da fronteira de São Paulo pode virar uma epidemia generalizada e as autoridades de saúde parece não se preocupar com isso. Quem está na linha de frente somos nós da enfermagem, são os médicos que trabalham. Mas nós não temos mais o que fazer, uma vez que o quadro já está bastante avançado. Esse quadro é um quadro que, normalmente, leva ao óbito. Nós estamos sem condições de trabalhar. Por gentileza, divulguem isso para que o Governo Estadual e Federal possa fazer alguma coisa por nós. Quinze casos em um noite é uma coisa seríssima.  

Enfermeiro alertou que Delfinópolis tem surto de febre amarela?

É claro que o alerta do enfermeiro deixou muita gente preocupada. Mas será mesmo que o áudio que fala da febre amarela em Delfinópolis? A resposta é não. Sem rodeios, não passa de mais uma falcatrua da internet. Vamos aos fatos.

Para começo de conversa, essas mensagens com intenções de “alertar” a população são, na maioria dos casos, falsas. Além disso, a mensagem apresenta características clássicas de um boato: cheio de informações vagas e sem fontes confiáveis. Afinal, quem é Flávio?

Pois bem. A Secretaria de Saúde de Delfinópolis fez a mesma pergunta e, como você já deve imaginar, não sabia a resposta. Em nota, a secretaria informou que “não possui” e “nunca possuiu” em seus quadros de profissionais de Enfermagem, nenhum servidor chamado Flávio.

No vídeo, publicado no canal “Delfinópolis – O Paraíso do Ecoturismo”, a secretária de saúde de Delfinópolis Luciana Rodrigues, informou que o enfermeiro não faz parte do quadro de profissionais da secretaria e que as informações divulgadas são falsas. Confira:

Ah, vale lembrar que até existiram casos da doença na cidade, mas foram quatro e, não, quinze com oito óbitos como afirma o áudio. Se você tem dúvida, pode conferir aqui. Ou seja, é preciso ter cuidados. Mas não é preciso, como diz o enfermeiro, entrar em pânico.

Resumindo: o alerta que aponta Delfinópolis está com surto de febre amarela é boato. Nem o enfermeiro existe nem a cidade está com o número de casos e mortes citados no áudio.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de diversos leitores pelo WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Um comentário em “Delfinópolis tem surto de febre amarela, alerta enfermeiro #boato

  • 06/03/2017 em 11:42
    Permalink

    Liguei no hospital da cidade e conferi que é mentira o áudio , É sempre bom conferi pra não cairmos nas estórias de pessoas que não tem o que fazer nem dizer.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)