Epidemia de aranha marrom está acontecendo no Brasil! Cuidado #boato

Boato – Atenção. Está acontecendo uma epidemia de aranha marrom no Brasil. Tome muito cuidado ao calçar os sapatos e roupas.

Se pararmos para pensar, o nosso cotidiano nos traz diversos perigos. Mas o que você me diz se eu te falar que o maior perigo do verão pode estar dentro da sua casa. Ok, nós não estamos falando sobre isso. Mas um texto que circula online diz.

A mensagem, que viralizou por WhatsApp, aponta que está acontecendo uma epidemia de aranha marrom no Brasil. O texto, que é acompanhado de fotos, aponta que é preciso ter cuidado redobrado com o animal peçonhento neste verão. Leia o texto que circula online:

UTILIDADE PÚBLICA: Quando VC for vestir uma roupa observe ou sacuda a roupa, ao calçar um sapato observe dentro dele, está acontecendo um epidemia de ARANHA MARROM, ela é bem pequena mas tem uma toxina muito forte, depois da picada dela, VC só consegue sentir depois de três dias necrosando a parte infectada e o pior, pode causar a morte pela demora de atendimento, fiquem ligados.

Epidemia de aranha marrom está acontecendo no Brasil?

É claro que a mensagem, fomentada pelas fotos (que não vamos publicar aqui), viralizou na internet. Mas será mesmo que tudo que está escrito acima é verdade? A resposta é não. Vamos aos fatos.

Vamos começar com o que é verdade. De fato, uma das imagens é de picadas da aranha marrom. A foto do pé foi retirada de uma enquete da Faculdade de Medicina da UFMG. Porém, a outra é de uma picada de uma aranha viúva-negra. O caso aconteceu em Bagdá (Iraque).

De fato, há recomendações para se ter cuidado ao vestir uma roupa. Mas não deve ser feito apenas para aranhas marrons. A recomendação de “olhar as roupas e sapatos” cabe para lacraias, escorpiões e outros tipos de aranhas.

Por fim, não há epidemia nenhuma de aranha marrom. Só para você entender, o conceito de “epidemia” não se aplica a animais (o que já faz a premissa ser errada). Não existe “epidemia de aranha marrom”. Existiria, na realidade, epidemia de casos de doenças causadas pela picada por animais.

Note que eu coloquei existiria. Porque, na realidade, não existe. A epidemia é caracterizada por um aumento de casos de determinada doença em diversas regiões do país. E, de acordo com boletim do Ministério da Saúde, isso não aconteceu. Ao contrário, o número de casos tem diminuído ano a ano desde 2013. Em 2015, foram 26 mil casos. Dentre os estados, os que mais têm casos notificados são Paraná, Santa Catarina e São Paulo.

Quando falamos de mortes, o número também é pequeno. Em 2015, 30 pessoas morreram por picada de aranha marrom. Neste caso, Minas Gerais (9) e Santa Catarina (8) são os estados com maior número de casos. Ou seja, número muito menor, por exemplo do que os casos de doenças causadas pelo aedes aegypti.

Resumindo: a dica de balançar as roupas até é válida, mas cuidado com a paranoia. Estamos longe de ter uma epidemia de doenças causadas por picada de aranha marrom.

PS: Esse artigo foi uma sugestão de diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp, no telefone (61) 9

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)