Parque 7D é lançado no Japão, mostra vídeo #boato

Boato – Vídeo mostra parque com tecnologia 7D que permite tocar, sentir e cheirar imagens de animais, no Japão.

Quando o assunto é tecnologia é quase impossível não lembrar da criatividade dos asiáticos. Considerando um dos países mais tecnológicos do mundo, o Japão possui uma lista extensa de invenções. A última delas seria o “parque 7D”. Pelo menos é o que mostra um vídeo que circula na internet.

De acordo com uma publicação que viralizou no Facebook, o parque 7D que permite sentir e cheirar imagens de animais existe e está localizado no Japão. Junto à publicação, circula um vídeo onde aparecem imagens de animais que podem ser ouvidos, tocados e cheirados pelos visitantes. Leia o que diz a mensagem e assista o vídeo:

Este é um parque 7D no Japão. Você pode tocar, sentir e até cheirar os animais. Ainda estamos em 3D e 4D, enquanto os japoneses estão em 7D.

Parque 7D no Japão em que você pode sentir e cheirar imagens de animais foi lançado?

É claro que o vídeo deixou muita gente impressionada. Mas será mesmo que o tal parque 7D em que você pode sentir e cheirar imagens de animais existe e está no Japão? A resposta é não. Entenda os porquês.

De cara, desconfiamos da história. Isso porque não foram poucas as vezes em que surgiram balelas com vídeos impressionantes na internet. Foi assim com a história do parque de diversões na China, fogos de artifício com design e da fonte em forma de mulher. Todas elas tinham algo em comum: imagens fora de contexto.

Como se não bastasse, o texto carrega o enredo clássico de boatos online: cheio de informações vagas (não diz quando e onde o vídeo foi registrado) e não cita fontes confiáveis. Ao buscar pela origem das imagens, descobrimos que o vídeo não só circulou como também já foi desmentido no exterior.

Nesta matéria, o Snopes (site norte-americano que desmente boatos) explica que, na verdade, as imagens fazem parte de uma campanha publicitária. Em 2011, a National Geographic em parceria com a agência britânica Appshaker criou uma exposição de realidade aumentada em diversos shoppings mundo afora.

O Indestry e a AFP também desmentiram a informação. O vídeo mostra a tecnologia de realidade aumentada produzida pela empresa INDE e exibem imagens da campanha da Coca Cola e do World Wildlife Fund no Museu da Ciência, em Londres, da exposição em Roterdã, na Holanda e em Hong Kong. Além desse vídeo, outros foram produzidos e divulgados em diversos lugares no mundo, como mostra o Indestry.

Vale lembrar que o vídeo não foi registrado no Japão e tampouco utiliza a tecnologia 7D, como mostra o Superinteressante. De acordo com a revista, a câmera registrou as imagens de um ponto privilegiado e, por isso, permitiu a visão das imagens 3D. Entretanto, quem estava no local não tinha a mesma visão.

A revista também lembrou que os anúncios de imagens 4D, 5D e 6D não passam de estratégias de marketing, já que a tecnologia é baseada em três dimensões de espaço e uma de tempo. Por fim, não existem hologramas que você pode sentir ou cheirar.

Resumindo: o vídeo não foi registrado no Japão e tampouco utilizou tecnologia 7D porque não existe. Assim como não existe chance de que as pessoas tenham sentido ou cheirado as imagens de animais no vídeo. Ou seja, tudo #boato.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)