Hackers estão colocando boneca Momo em meio a vídeos no YouTube Kids #boato

Boato – Hackers (ou haters) estão colocando vídeos impróprios da boneca Momo em meio a vídeos de slime, Baby Shark, Lucas Neto e outros no YouTube Kids.

Casos como o atentado ocorrido em Suzano no dia 13 de março de 2019 acendem um alerta em relação ao comportamento de crianças e adolescentes na internet. Este zelo de saber tudo que os jovens estão fazendo online é muito importante. Mas e quando são os próprios adultos que ajudam a “divulgar o conteúdo impróprio para crianças”? É o caso da história de hoje. Só que, para explicar, temos que “voltar a 2018”.

Leiam com muita atenção esta parte. É importante deixar claro (principalmente para quem acredita em qualquer lenda da web, seja adulto, adolescente ou criança) que essa história de Momo é uma balela. Tudo foi uma fanfic (para os mais velhos “história da carochinha”) criada para assustar pessoas e ganhar likes por aí que ganhou repercussão graças à péssima abordagem da mídia, por causa de adolescentes com mau comportamento online e adultos que acreditam em tudo que aparece na internet. Para mais detalhes, leia a nossa explicação sobre o que é Momo aqui.

Pois bem, em 2018 a tal lenda da Momo apareceu na web, criou uma atmosfera de pânico entre crianças e adultos e sumiu. Porém, em 2019, a história “voltou”, ao que parece, com mais força. Tudo começou com mensagens (principalmente no WhatsApp) que apontavam que vídeos “da Momo” estavam aparecendo no meio de postagens sobre slime no YouTube.  Depois de o alerta virar notícia na mídia, uma mensagem começou a apontar que hackers estariam invadindo contas para crianças no YouTube Kids. A mensagem é acompanha por vídeos horrendos. Leia:

Confira o desmentido em vídeo:

ALERTA! Cuidado com o YouTube em canais kids! Haters estão invadindo os vídeos e criaram um personagem chamado “MOMO”, o mesmo ensina as crianças pegar objetos cortantes para matar os papais, irmãos e outras pessoas. E ensinando as crianças a se suicidarem!!! O vídeo do personagem aparece no meio do vídeo kids “baby shark, Lucas Neto, planeta das gêmeas” e entre outros canais. Como se fosse propaganda… Se apresenta em diversas línguas:

“Oi! Eu sou o Momo, vamos brincar? Quero pedir um favor” manda a criança pegar objetos cortantes, que é fácil de achar, garagem ou cozinha… Depois o vídeo kids volta, Em seguida aparece o Momo novamente dizendo… “ Oi! Sou eu, Momo de novo, vamos brincar? Quero mais um favor? Você fez o que pedi antes? (Que seria pegar o objeto cortante). Dai ele ensina a cortar os pulsos!!! Isso mesmo!!! Aterrorizante!!! Ou pede outras coisas, como machucar os papais e/ou irmãos, amigos…. E lembra a criança, que se ela não fizer o Momo vai pegar quando estiver dormindo.

Tem crianças que já estão horrorizadas e com muito medo disso e crianças já sendo influenciadas. Substitua o YouTube pelo Netflix que é muito mais seguro.  Se você viu ou seu filho falou sobre o Momo, fique de olho.

Hackers estão colocando boneca Momo em meio a vídeos no YouTube Kids?

Muita gente começou a compartilhar a história e, ironicamente, a divulgar o vídeo por aí. Mas será mesmo que a história que aponta que há um vídeo da Momo no Youtube Kids colocado por hackers é real? A resposta é não. Vamos aos fatos.

Desde quando a história começou a circular, duas coisas nos chamaram atenção. 1) O alerta só servia para “divulgar ainda mais o vídeo”. 2) Não encontramos nenhum link do tal vídeo horrendo no Youtube.

Para tirar a prova, resolvemos tentar fazer upload do tal vídeo. Não só não conseguimos subir o conteúdo como também recebemos uma “mensagem” carinhosa do Youtube (com direito a um “strike” na conta) + uma mensagem falando que “estavam preocupados com a gente. Leia:

Nossa equipe analisou seu conteúdo e, infelizmente, foi constatada a violação da política de automutilação. Removemos o seguinte conteúdo do YouTube: Vídeo: Teste para provar fake news […]

De que maneira seu conteúdo violou a política Conteúdo que promove automutilação ou tem a intenção de chocar ou causar repulsa nos usuários não é permitido no YouTube. No entanto, permitimos que os usuários postem conteúdo discutindo experiências com depressão, automutilação ou outros problemas de saúde mental. […]

Olha o que acontece se alguém tentar subir o vídeo da Momo no Youtube
Olha o que acontece se alguém tentar subir o vídeo da Momo no Youtube

Vale dizer que não é possível “hackear” um vídeo de um canal oficial que já está no Youtube para “inserir vídeos” dentro dele. Também vale dizer que o boato foi “importado de outros países”. Há cerca de 15 dias, a mesma atmosfera de pânico se instalou em países de língua inglesa. Só tem um detalhe: também não achamos o link do “vídeo impróprio” em nenhum lugar do Youtube (nem “normal” nem “kids”) na versão gringa.

Na época, a história foi desmentida por alguns sites e pelo próprio Youtube. “Queremos esclarecer algo sobre o desafio Momo: não vimos nenhuma evidência recente de vídeos promovendo o desafio Momo no YouTube. Vídeos que incentivam desafios prejudiciais e perigosos são contra nossas políticas”, apontou o canal oficial da plataforma. O posicionamento da rede social foi reforçado em diversas reportagens sobre o assunto aqui no Brasil. Leia:

 Ao contrário dos relatos apresentados, não recebemos nenhuma evidência recente de vídeos mostrando ou promovendo o desafio Momo no YouTube Kids. Conteúdo desse tipo violaria nossas políticas e seria removido imediatamente. Também oferecemos a todos os usuários formas de denunciar conteúdo, tanto no YouTube Kids como no YouTube. O uso da plataforma por menores de 13 anos deve sempre ser feito pelo YouTube Kids.

Veja o que temos: há denúncias de vídeos no Youtube, mas não há um link que comprove que foram encontrados os tais vídeos, a rede social nega qualquer registro de hackers e até quando tentamos subir o vídeo da Momo, não conseguimos. Por isso, podemos cravar que, até que se prove o contrário, hackers não estão invadindo o Youtube Kids para colocar “vídeos da Momo”. Sobre a existência do demônio (vai que alguém acredita), aconselho a ler isso:

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)