Daslu vende estoque de louças por R$ 139,90 após liquidação na Justiça #boato

Boato – Após a Justiça determinar a liquidação da Daslu, a empresa está vendendo um conjunto de jantar de luxo por 139,90 em um site chamado G97.

Nos últimos dias, uma notícia surpreendente chamou atenção de algumas pessoas: a da liquidação judicial da Daslu. A tradicional empresa de artigos de luxo chegou à falência após diversas dívidas e foi vendida. No meio disso, uma mensagem tem circulado por aí.

De acordo com uma notícia de um site chamado G97, a Daslu, por causa da liquidação judicial, teria colocado a venda um estoque de louças de luxo por R$ 139,90. O site em questão tinha um link para uma suposta página de e-commerce da Daslu. Leia o texto que circula online:

G97 Justiça determina liquidação do estoque da Daslu, empresa falida de itens de luxo. Conjunto de Jantar de Luxo sai por R$ 139,90 Nesta última quarta-feira, o juiz Igor josé Ricardo da Mota, da Vara Fiscal de São Paulo (SP), determinou que fosse liquidado todo o estoque das lojas da Daslu, empresa que em 2010 entrou em recuperação judicial, com dívidas de R$ 80 milhões.

Daslu está vendendo estoque de louças por R$ 139,90 após liquidação na Justiça?

Já faz alguns dias que a história circula por aí. Só que não é verdade que a Daslu está vendendo um “estoque de louças” por R$ 139,90. Na realidade, o e-commerce em questão nada tem a ver com a empresa que não existe mais.

Todas as características do site em questão já nos fazem ficar desconfiados. Para começar, a página G97 não passa de uma emulação de um site de notícias (tanto que tem o layout idêntico do site G1). Isso é possível de ver com uma rápida análise. A página em questão não tem qualquer outra página além da “tal notícia”. Não existe nem homepage no site.

O que tem no site é um link para o suposto site de e-commerce da Daslu. Ao entrar no site, é possível ver que o site, chamado “antiga Daslu”, é, no mínimo estranho. Primeiro, porque a venda da marca faz com que o nome esteja protegido (não existe “antiga Daslu”).

Segundo porque esse tipo de fake news é um clássico. O que não falta na internet é site falso querendo vender algo a preços módicos. O grande problema é a entrega do produto. Já mostramos algumas vezes (como em casos aqui, aqui e aqui) que sites que usam páginas falsas de notícias (como as que emulam o G1) não são confiáveis. Ou não entregam o produto ou entregam um produto de baixa qualidade ou cobram preços exorbitantes ou, ainda, roubam dados.

Ao buscar pela tal “oferta”, nada encontramos sobre essa loja em questão. Aliás, o que encontramos foram reclamações. No Site Reclame Aqui, há uma reclamação que aponta que o site em questão não passa de uma página fraudulenta e que o recebedor nada tem a ver com a Daslu. Ou seja: já há até uma reclamação formal.

Resumindo: a história que aponta que a Daslu está vendendo estoques de louças por R$ 139,90 em um site direcionado por uma página de notícias é falsa. A página que promete a venda não é oficial da empresa e a página que “vende” a notícia não é um portal noticioso.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3uwu4ra
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet