Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Tecnologia > História que afirma que chip RFID, da marca Riachuelo, é perigoso para a saúde não procede

História que afirma que chip RFID, da marca Riachuelo, é perigoso para a saúde não procede

Chip RFID da Riachuelo representa um perigo para a população, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Mensagem aponta que o chip RFID, contido em etiquetas da marca Riachuelo, podem fazer mal à saúde

  Análise

Sempre que um chip ou alguma nova tecnologia são avistados por aí, histórias falsas começam a circular na internet, como a mensagem de hoje. De acordo com uma publicação, a empresa Riachuelo estaria colocando a saúde de diversas pessoas em risco.

Segundo a história que está sendo compartilhada por aí, a Riachuelo teria colocado o chip RFID em suas etiquetas e o dispositivo seria perigoso para a saúde. Confira:

Vídeo: é falso que assalto foi realizado com camiseta no retrovisor de carro

“Cuidado com absolutamente todas etiquetas que contenha Chip RFID. (Pesquisar chips)…Olhem a etiqueta, joguem fora antes de levar o produto no momento que sair da loja. obs: Essa etiqueta é de roupas da marca Riachuelo”.

O conteúdo está sendo compartilhado nas redes sociais, principalmente, no Twitter, acompanhado de uma imagem da etiqueta que mostra que ela possui o tal chip RFID. Na mensagem, podemos observar algumas características de fake news na internet, como o caráter vago, alarmista e a falta de fontes confiáveis.

Em nossa checagem, separamos três questões para serem respondidas e desvendarmos essa história: 1) O que é um chip RFID? 2) O chip RFID da Riachuelo representa algum perigo para a saúde? 3) Por que o alerta circulou na internet?

Checagem

O que é um chip RFID?

O RFID, ou Identificação por Radiofrequência, é um método de identificação por meio de sinais de rádio. Além disso, o RFID pode armazenar dados de produtos através de etiquetas. As etiquetas do tipo RFID permitem a identificação do produto através de um transpoder que é colocado dentro dessa etiqueta. Elas servem como uma alternativa ao código de barras e já são amplamente utilizadas em outros departamentos, como na etiqueta do pedágio “Sem Parar”.

O chip RFID da Riachuelo representa algum perigo?

Definitivamente não. Como explicamos anteriormente, a etiqueta serve para identificar os produtos e armazena os dados de cada mercadoria. As etiquetas do tipo RFID possuem um transponder que pode ser lido por equipamentos específicos e são uma alternativa ao código de barras.

O uso do RFID revolcuionou a indústria têxtil, uma vez que reduz as perdas e facilita o rastreamento dos produtos. Antes das etiquetas de RFID, a indústria utilizava a verificação manual em todas as etapas da produção, o que se tornava caro e mais demorado. Com a RFID, o transponder vai armazenar todas as informações necessárias, facilitando o processo e identificando mais rapidamente os problemas. E não, a identificação por radiofrequência não representa nenhum perigo à saúde.

Por que o alerta circulou na internet?

É difícil falar com exatidão, mas pela nossa busca, encontramos relações entre conspiracionistas e o chip. A primeira delas é que o transponder de RFID já foi aplicado na mão de algumas pessoas, em 2017. Na oportunidade, Amal Graafstra, fundador da Dangerous Things, empresa que desenvolve tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID), estava convocando voluntários para realizar uma pesquisa com a inserção de um transponder de RFID. Na época, uma história começou a apontar que a situação teria envolvimento com o governo dos EUA e estaria sendo feita de maneira compulsória. Além disso, as pessoas também estavam associando a situação ao fim do mundo ou à “volta da besta”. A equipe do Boatos.org desmentiu a história aqui e aqui.

A segunda é uma teoria de que os chips e outras tecnologias foram feitos para controlar as pessoas e poderiam ser colocados nas vacinas para tal fim. Ao longo dos anos, nos deparamos com diversas histórias desse tipo, como a mensagem que apontava que as vacinas estariam colocando chips de mRNA com grafeno nas pessoas. Toda essa teoria não passa de uma teoria da conspiração, sem provas e com muita criatividade.

Conclusão

Boato sem comprovação 👎

A história que aponta que o chip RFID, da Riachuelo, pode ser prejudicial à saúde é falsa! Não existe qualquer indício de que o transponder presente na etiqueta do tipo RFID possa causar algum mal à saúde. A história surgiu dentro de um contexto de conspiração, onde pessoas associam o chip ao controle da mente ou da população. Mas na vida real, nada disso faz sentido ou existe. A etiqueta de RFID serve apenas para armazenar dados de produtos e facilitar o trabalho da indústria têxtil.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm