Bandidos estão fazendo app da Uber travar para realizar assaltos como falsos motoristas #boato

Boato – Bandidos estão fazendo app da Uber travar para realizar assaltos como falsos motoristas. Neste novo golpe, depois do “bug”, eles vão até onde a pessoa pediu a carona no lugar do verdadeiro motorista e roubam tudo.

Os aplicativos mudaram a forma como nós trabalhamos, comemos, compramos, nos divertimos e nos locomovemos. Nesta última categoria, inclusive, algumas das empresas mais famosas do mundo quando o assunto é app de transporte ganharam espaço na rotina diária de muitas pessoas e inovaram tudo o que conhecíamos antes em termos de mobilidade urbana. Mas, é claro, como tudo que é novo – ou está sempre em atualização –, essa praticidade vem acompanhada de insegurança e receio. Afinal, mesmo em tempos modernos, nem todo mundo se sente confortável em pegar carona com desconhecidos, concorda?

E se a pessoa acredita em tudo o que lê na internet, aí que o medo toma conta mesmo. É o caso do nosso desmentido de hoje. Uma publicação que começou a circular nas redes sociais na última semana dá conta de que há um novo golpe rondando os usuários do app da Uber. De acordo com a mensagem que está assustando os internautas, bandidos estariam fazendo o aplicativo da Uber travar para realizar assaltos como falsos motoristas. Em uma longa mensagem, aparentemente escrita por uma mulher, a pessoa denuncia que eles supostamente invadem o sistema da plataforma, dão um bug que faz o aplicativo travar e vão até o local que o usuário pediu a carona no lugar do verdadeiro motorista para cometer o assalto. Confira, a seguir, o texto original da publicação:

Confira o desmentido em vídeo:

ALERTA DE PERIGO MUITO IMPORTANTE PRINCIPALMENTE MULHERES. Ontem precisei sair pra resolver umas coisas e chamei um Uber, fiquei no portão de casa esperando e de repente o aplicativo travou, deu um bug, e quando voltou apareceu um valor que era o triplo do valor normal, o carro era um hb20 branco e o motorista um rapaz moreno, com cavanhaque. Decorei a placa e fiquei aguardando. De repente chegou um carro preto sedan, não sei a marca, o motorista parou na minha frente, abriu a porta da frente do carona , chamou meu nome e falou que eu podia entrar , o motorista desse carro era um rapaz branco e careca. Eu disse que não iria entrar pois, não era o mesmo carro e nem o mesmo motorista do aplicativo, e falei que pra minha segurança iria cancelar a corrida.

Ele ficou muito bravo perguntando se eu iria cancelar mesmo com tom agressivo , eu confirmei que sim porque o carro era completamente diferente do aplicativo, aí ele falou que tinha dado um problema no sistema e não deu tempo dele trocar o modelo de carro, segundo ele trabalha com dois carros e não conseguiu atualizar no sistema aquele dia, Porém o motorista também era outro . Aí recusei e mantive o cancelamento, mas ele ficou com a porta do carro aberta me olhando bravo e não foi embora. Eu fiquei com medo e entrei correndo pra casa, aí ele puxou a porta do carro e foi embora cantando pneu. Consegui cancelar a corrida e dei um tempo pra pedir outro. Alguns minutos depois o verdadeiro motorista do aplicativo chegou com o hb20 mas eu já tinha cancelado a corrida, expliquei o que aconteceu e ele foi embora assustado.

Uns 15 minutos depois pedi outro Uber e expliquei ao motorista o que tinha acabado de acontecer, ele falou que uma quadrilha está invadindo o sistema da uber, pra aplicar golpes e sequestro relâmpago, eles conseguem ver o nome e endereço do cliente e vão até o local buscar. Muitas pessoas, PRINCIPALMENTE MULHERES não prestam atenção e estão caindo. Esse motorista perguntou se eu queria ir até a delegacia fazer um bo, mas na hora do nervoso eu não vi a placa e nem sabia o modelo do carro, então acabei nem indo. Graças a Deus não aconteceu nada comigo, porque fui ligeira.

A um pouco mais de 1 mês aconteceu isso com uma conhecida minha, ela entrou sem prestar atenção, o motorista a levou até um caixa eletrônico e sacou tudo que ela tinha na conta e a deixou na estrada no Estância Alto da Serra. Por sorte ele só levou o dinheiro e não fez nada com ela, Mas já vi relatos de mulheres que foram estupradas também. Hoje estava conversando com uma amiga e contei sobre o ocorrido pra alertar ela e ela me disse que aconteceu o mesmo com ela segunda, o celular dela travou e chegou um carro chamando por ela e ela estranhou a atitude do motorista e não entrou. Quando o celular dela destravou, o aplicativo ainda estava procurando um carro e quando apareceu a corrida era outro carro e outro motorista. Graças a Deus ela também não foi. PELO AMOR DE DEUS FIQUEM ESPERTAS. PRESTEM ATENÇÃO NA PLACA, COR DO CARRO, SE POSSÍVEL ATÉ O MODELO, E PRINCIPALMENTE TENTEM DECORAR O ROSTO DO MOTORISTA. SE CUIDEM PORQUE ESTA ACONTECENDO COM MUITA FREQUÊNCIA.

Bandidos estão fazendo app da Uber travar para realizar assaltos como falsos motoristas?

A publicação viralizou pelos quatro cantos da internet, principalmente WhatsApp e Facebook. Só nesta última, uma das versões do alerta chegou a 95 mil compartilhamentos em cerca de quatro dias. Mas, apesar de assustadora, a denúncia sobre o tal golpe no app da Uber não procede.

Para começar, a mensagem carrega todas as características de fake news: é vaga, alarmista, possui erros de português e não cita fontes confiáveis que possam confirmar o suposto novo golpe na plataforma de transporte. Em segundo lugar, não é de hoje que vemos surgir boatos online sobre “crimes no Uber”.

Aqui mesmo, no Boatos.org, nós já desmentimos vários deles, inclusive, bem parecidos com o tal alerta, como aquele que dizia que um Fiat Idea que faz Uber estaria realizando assaltos; outro sobre motoristas estarem usando soníferos em balas para dopar passageiras; mais um sobre bandidos terem hackeado o app para realizar sequestro relâmpago com dados de usuários; e, por fim, um fake sobre bandidos terem hackeado o sistema da plataforma para assaltar mulheres.

E assim como nestes últimos dois casos, ao buscarmos sobre o assunto de hoje, nada encontramos, o que é muito estranho, já que, se tivesse sido real, não só teria virado notícia como também seria um escândalo de segurança. Para cravar a história como fake, resolvemos buscar por informações com a assessoria da Uber, que esclareceu que, após apuração da empresa, ficou concluído que não há qualquer evidência de veracidade na denúncia, já que não há nenhum dado concreto sobre a usuária, o motorista, o veículo ou o local em que isso tenha acontecido, como descrito no relato da publicação:

“A Uber trata todas as denúncias com a máxima seriedade e avalia cada caso individualmente. No entanto, até onde foi possível apurar, nesse caso não há qualquer evidência de veracidade. O post em questão vem sendo compartilhado por inúmeras pessoas que divergem em relação à fonte original do relato e não trazem nenhum dado concreto sobre a usuária, o motorista, o veículo ou o local em que isso tenha acontecido. Até onde foi possível apurar, não temos nenhum registro de tal episódio registrado pela equipe de suporte, que atua 24 horas por dia, sete dias por semana, e conta com profissionais dedicados a atender demandas que vão de itens esquecidos nos veículos até temas mais sérios”.

A empresa também esclareceu que o nome “Uber” costuma ser utilizado como sinônimo para toda a categoria de “aplicativos de mobilidade”, o que significa que, às vezes, alguns usuários podem estar utilizando outras plataformas de carona e chamando de “Uber”, tornando ainda mais difícil a tarefa de confirmar se, de fato, a ocorrência estaria relacionada ao app. E, por fim, deixou claro que também disponibiliza ferramentas de segurança eficazes que visam evitar esse tipo de golpe, além de notificações com lembretes importantes para motoristas e passageiros antes, durante e depois da viagem:

“A Uber está sempre buscando aprimorar sua tecnologia para ajudar na segurança, de uma forma escalável e já possui ferramentas de segurança importantes antes, durante, e depois de cada viagem realizada por meio do aplicativo. Entre elas, o recurso U-Código, por meio do qual o usuário pode optar por receber uma senha de quatro dígitos, que deve ser dita ao motorista para que ele consiga iniciar a viagem no aplicativo, confirmando que os dois estão na viagem correta. Além disso, usuários do aplicativo sempre recebem notificações para conferir se as informações sobre o modelo do veículo, a placa do carro, o nome e a foto do motorista parceiro que chega ao local de embarque são as mesmas que estão no app. Caso alguma informação não esteja correta, o usuário deve cancelar a viagem e pode reportar o ocorrido pelo próprio aplicativo”.

Resumindo: A publicação que dá conta de que bandidos estariam fazendo o app da Uber travar para realizar assaltos como falsos motoristas é falsa. A própria Uber desmentiu tudo após apuração do suporte da plataforma, já que não havia sequer dados concretos no relato que está sendo compartilhado, além do fato de o app contar com ferramentas de segurança que impediriam esse tipo de golpe.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2H2c3Iu
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK

Confira também: 8 fake news sobre alertas de golpes na internet