Assine petição para impeachment de Bolsonaro compartilhando link no WhatsApp #boato

Boato – Para assinar petição que vai ajudar no impeachment de Bolsonaro, você tem que entrar em um site e compartilhar um link com amigos no WhatsApp.

Toda a situação causada à pandemia da Covid-19 e a má gestão do governo em lidar com a situação tem feito muitas pessoas criticarem o presidente Jair Bolsonaro. Em meio a esse quadro, uma mensagem no WhatsApp conclama para o que seria uma “ação” pelo impeachment de Bolsonaro.

De acordo com um texto circula online, internautas poderiam assinar uma petição para o impeachment de Bolsonaro entrando em um site (na versão que vimos era o “peticaopublica.me”), respondendo a algumas perguntas e compartilhando um link com amigos no WhatsApp. Leia a mensagem contida no site (que emula o layout de outro site de petições, o Avaaz):

Você acredita que o governo de Bolsonaro é responsável pelo aumento de mortes por COVID-19? Sim Não. Você deseja assinar essa petição pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro? Sim Não. Falta pouco. Para evitar fraude em nossa em nossa petição e garantir ainda mais assinaturas, siga os passos a seguir para validar sua participação: 1. Compartilhe com 5 dos seus amigos/grupos via WhatsApp (clique no ícone “WhatsApp” abaixo). Clique em “Validar Assinatura” e aguarde a confirmação. 3. Pronto sua assinatura será contabilizada.

Assine petição para impeachment de Bolsonaro compartilhando link no WhatsApp?

Muita gente entrou no site, respondeu às perguntas e compartilhou o link em questão. Para essas pessoas, temos algo triste a dizer: além de o site ser falso e os números apresentados não condizerem à realidade, trata-se de um golpe que visa roubar dados de internautas.

Não é a primeira vez que sites “clones” de sites de petições online (como o próprio Avaaz ou o Petição Pública, de Portugal) aparecem no WhatsApp para confundir os internautas. Já desmentimos mensagens sobre petições falsas relacionadas a (outro) impeachment de Bolsonaro, fechamento do Congresso, cassação da concessão da Globo e cassação de Rodrigo Maia. 

Ao contrário do que sugere a mensagem, seu “voto” não é contabilizado a partir do momento que você compartilha o link. A prova disso são os números díspares que aparecem nas versões desktop e mobile do site e também o fato de a quantidade de assinaturas seguir um padrão. O objetivo, no fim das contas, é roubar dados de internautas para, possivelmente, futura comercialização.

Vale apontar que, mesmo que fosse verdadeira, uma petição para uma causa como essa (impeachment do presidente) teria um efeito prático muito baixo. Os motivos são três. 1) Esse pedido subverte o caráter de um site de petição (dar visibilidade para causas desconhecidas) ao falar de um tema popular. 2) O impeachment de um presidente vai muito além de “milhões de assinaturas”. Ela perpassa, principalmente, por vontade política. Se Bolsonaro tem uma base grande no Congresso, nem 210 milhões de assinaturas vão o tirar. 3) Não existe qualquer regra (ao contrário do que sugerem algumas mensagens) que aponte que um certo número de assinaturas vai resultar, automaticamente, em alguma ação.

Se conduzir um presidente ao impeachment já é complicado em um site real, o que podemos dizer de um site falso, com números falsos e que não dá nenhuma garantia de que a sua assinatura será contabilizada? Com isso, podemos afirmar que a mensagem que aponta para a assinatura de uma petição para o impeachment de Bolsonaro para quem compartilhar um link no WhatsApp não passa de um golpe. Além de o site ser falso e visar o roubo de dados, mesmo que você siga todos os passos, seu “voto” não será contabilizado.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/3kWrohw
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/38hcBcy

 

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet