Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Tecnologia > Ana Luiza, de Pajeú do Vento, que precisa de cadeira de rodas, vai ganhar R$ 0,10 por cada vez que vídeo for repassado #boato

Ana Luiza, de Pajeú do Vento, que precisa de cadeira de rodas, vai ganhar R$ 0,10 por cada vez que vídeo for repassado #boato

Ana Luiza, de Pajeú do Vento, que precisa de cadeira de rodas, vai ganhar R$ 0,10 cada vez que vídeo for repassado, diz boato (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Boato – Uma menina chamada Ana Luiza, que mora em Pajeú do Vento (Caetité, Bahia), vai ganhar R$ 0,10 toda vez que um vídeo com o pedido dela for repassado.

  Introdução

Sabemos que a internet é um lugar incrível quando falamos de mobilizações. Hoje, temos um grande exemplo disso. Também temos, infelizmente, um exemplo de uma mobilização que gerou uma desinformação.

Tudo começou com a viralização de um vídeo real de uma menina chamada Ana Luiza, que mora em Pajeú do Vento (distrito do município de Caetité, na Bahia). No vídeo, ele diz que o sonho dela é ter uma cadeira de todas motorizada. A garota aparenta ter uma deficiência causada por uma má-formação óssea.

Vídeo: é falso que assalto foi realizado com camiseta no retrovisor de carro

Sobre a menina, vamos falar mais a frente. No momento, vamos falar de uma mensagem que está circulando junto com o vídeo. De acordo com mensagens que se espalharam no WhatsApp, ela ganharia R$ 0,10 por cada vez que o vídeo for repassado. Leia a mensagem que está circulando na web:

A PEDIDO, VAMOS AJUDAR esta jovem! BASTA compartilhar, pois seu sonho é ter uma cadeira de rodas. Cada vez que REPASSAR será R$0,10, com esforço de cada um ela vai conseguir

  Análise

O vídeo em si é muito convincente (tanto que ele é, de fato, de uma menina que precisava de ajuda). Porém, a mensagem tem algumas características de fake news como o caráter vago, o tom alarmista e a falta de citação de fontes confiáveis que comprovem que ela ganhará o valor por compartilhamentos em uma rede social.

Além disso, essa é uma tese falsa que sempre circula junto a imagens de crianças que precisam de alguma doação por motivos de saúde. Temos alguns exemplos aqui, aqui e aqui.

Para realizar a checagem, vamos elucidar algumas questões. A primeira é se a Ana Luiza de Pajeú do Vento vai ganhar R$ 0,10 por cada vez que a foto for repassada no WhatsApp. A segunda é se redes sociais repassam dinheiro por conta do compartilhamento de fotos de crianças com problemas de saúde. A terceira é qual a situação de Ana Luiza de Pajeú do Vento hoje.

Checagem

Ana Luiza de Pajeú do Vento vai ganhar R$ 0,10 por cada vez que a foto for repassada no WhatsApp?

Não vai ganhar. Há dois motivos para isso. O primeiro é que a campanha, inicialmente, sequer mencionava compartilhamento para ganhar dinheiro de redes sociais. O que havia era um pedido de doações por Pix ou da cadeira de rodas motorizada. O segundo é que redes sociais não pagam por repasse de fotos de crianças com questões de saúde.

Redes sociais repassam dinheiro por conta do compartilhamento de fotos de crianças com problemas de saúde?

Não repassam. Na realidade, há alguns motivos para isso. Um deles é que, principalmente em aplicativos com criptografia de ponta-a-ponta (como o WhatsApp), seria impossível mensurar a quantidade de repasses. Outro é que, em alguns casos, mensagens apontam para fotos que não devem ser compartilhadas (não é o caso de hoje) porque expõem crianças. Um terceiro é que se trata de uma ação de marketing que traria repercussões negativas.

Qual a situação de Ana Luiza de Pajeú do Vento hoje?

Já sabemos que o WhatsApp ou outra rede não vai doar nada para a menina, mas isso não significa que ela não tenha alcançado seus objetivos. A professora Josy gravou um vídeo publicado por esta página em que anuncia que o valor para a compra da cadeira de rodas foi conseguido e ainda sobrou um dinheiro extra para a família da menina fazer reparos na casa. Assista:

Ao buscar por registros da menina, vimos que não foi a primeira vez que ela tentou conseguir realizar o sonho. Em 2014, ela chegou a revelar o desejo de ter uma cadeira. Parece que agora, o objetivo será alcançado.

Conclusão

Fake news 👎❌

Resumindo: apesar de a demanda da Ana Luiza de Pajeú do Vento ser real (a parece ter sido contemplada), é falso que ela vai ganhar R$ 0,10 por cada vez que um vídeo for compartilhado.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm