Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Saúde > Vladimir Zelenko vai ganhar o prêmio Nobel da Paz em 2023 por encontrar “cura da Covid-19″ #boato

Vladimir Zelenko vai ganhar o prêmio Nobel da Paz em 2023 por encontrar “cura da Covid-19″ #boato

Vladimir Zelenko vai ganhar o prêmio Nobel da Paz por defender hidroxicloroquina, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Por ter descoberto a cura da Covid-19 com a hidroxicloroquina, o médico Vladimir Zelenko vai ganhar o prêmio Nobel da Paz em 2023.

Durante toda a pandemia, o negacionismo se mostrou algo que, de certa forma, colocou em risco até o futuro da humanidade. Mesmo com tudo que a pandemia nos ensinou, podemos perceber que muita gente não aprendeu.

Agora, em 2023, há, inclusive, mensagens apontando que um médico iria ganhar o Prêmio Nobel da Paz por “descobrir” que a hidroxicloroquina seria a cura da Covid-19. Leia a mensagem que cita o nome de Vladimir Zelenko. Leia a mensagem que circula online:

Confira o desmentido em vídeo

E agora? O Médico que criou o protocolo de tratamento precoce para COVID 19, com hidroxicloroquina, zinco e azitromicina, foi indicado para o Prêmio Nobel da Paz. Em entrevista ele declarou: “Posso dar razões pelas quais há resistência, é muito simples. Chama-se política, lucro, arrogância e medo ” e chamou categoricamente os negadores da eficácia da hidroxicloroquina / zinco de ” culpados de assassinato em massa”. Será que a falsa narrativa agora será a de que Prêmio Nobel não tem credibilidade, ou algo parecido? Vamos aguardar.

Vladimir Zelenko vai ganhar o prêmio Nobel da Paz em 2023 por encontrar “cura da Covid-19?

Vídeo: é falso que Lula foi flagrado beijando Suzanne von Richtofhen

Agora em 2023, a história está circulando com força entre alguns grupos que não conseguem aceitar que a cloroquina não é a cura da Covid-19 e que foram as vacinas que fizeram a situação arrefecer.

Só há um detalhe: não só Vladimir Zelenko vai ganhar o Prêmio Nobel da Paz em 2023 como também a mesma mensagem circulou em 2021 como “verdade absoluta”. Relembre o que escrevemos a respeito na época:

Sabemos que as escolhas do prêmio Nobel da Paz nem sempre são unanimidades. Mesmo com escolhas polêmicas (como a do ex-presidente dos EUA, Barack Obama), é improvável (para não dizer impossível) que Vladimir Zelenko seja escolhido para ganhar a edição 2021 da premiação.

Tudo começou com notícias na “mídia alternativa” (aquela que dá notícia com veracidade alternativa também) dos Estados Unidos. Textos comemoravam que Vladimir Zelenko, junto com um grande grupo de médicos, havia sido indicado para o prêmio Nobel da Paz. Detalhe: um dos primeiros sites que publicaram a informação, apagou a notícia.

É possível que Zelenko tenha sido um dos indicados. Só não é possível de fazer a checagem dessa informação. Isso porque os indicados ao prêmio Nobel são mantidos em segredo por, no mínimo, 50 anos. Neste ano, houve 329 indicações (234 individuais e 95 de organizações).

Porém, antes que você comemore ou lamente algo, é preciso esclarecer alguns detalhes. O primeiro e principal deles é que não é “preciso tanta coisa” para ser indicado ao prêmio Nobel da Paz. Como aponta o site da premiação, a indicação pode ser feita por qualquer pessoa que se encaixe no critério de “indicador”. Um exemplo é membros de assembleias nacionais e ministros. Outro são professores universitários. Ou seja: basta um político negacionista e a tal indicação é garantida.

Com isso, podemos chegar a uma conclusão: ser indicado é uma coisa. Ganhar (e aí a premiação passa pelo Comitê Norueguês do Prêmio Nobel) é outra coisa bem diferente. E dois motivos nos garantem que Vladimir Zelenko não irá ganhar o prêmio Nobel da Paz (mesmo que tenha sido indicado).

O primeiro é que é há um “desvio de indicação” em questão. Mesmo que Vladimir Zelenko tivesse dado uma grande contribuição ao mundo ao “receitar” hidroxicloroquina contra a Covid-19 (o que não fez, por sinal), o trabalho se encaixaria no Nobel de Medicina (ou, talvez, no de alguma outra área da Ciência). Nunca um Nobel da Paz.

O segundo e mais óbvio é que, infelizmente, receitar hidroxicloroquina e, principalmente, teimar que o remédio é eficaz contra a Covid-19 mesmo com testes apontando o contrário não garante prêmio nenhum da paz. E, mesmo que tenha sido indicado, não é preciso ser um gênio para garantir (com certeza absoluta) que Vladimir Zelenko não ganhará o Nobel da Paz.

Sabe o que é mais legal? É que, na época, um bando de negacionistas começaram a atacar a nossa checagem. Só que, pouco tempo depois, o resultado do Nobel saiu e, para surpresa de zero pessoas do Boatos.org, Zelenko não ganhou nada. Até fizemos um texto sobre isso.

Há outro detalhe: Vladimir Zelenko não vai ganhar o prêmio Nobel pelo que fez em 2023 por outro outro. Ele morreu em 2022 por conta, de acordo com publicações, um câncer de pulmão.

Resumindo: é falsa a informação que aponta que Vladimir Zelenko vai ganhar o prêmio Nobel da Paz em 2023. O texto que circula online é de 2021, ele não ganhou o prêmio naquele ano e, ainda, o médico morreu em 2022.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm