Vladimir Zelenko vai ganhar o prêmio Nobel da Paz por defender hidroxicloroquina #boato

Boato – O médico Vladimir Zelenko, conhecido defensor do uso da hidroxicloroquina contra a Covid-19, vai receber o prêmio Nobel da Paz por causa do seu “grande trabalho”.

É fato! Os defensores de medicamentos que já foram refutados pela ciência para o tratamento da Covid-19 são capazes de espalhar as fake news mais bizarras. Hoje, temos mais uma prova disso: uma mensagem que aponta que um dos médicos responsáveis pelo incentivo de uso da hidroxicloroquina vai ganhar o prêmio Nobel da Paz.

Uma mensagem apontando que Vladimir Zelenko vai receber o prêmio Nobel pelo “sucesso” no tratamento da Covid-19 com hidroxicloroquina começou a circular na internet junto a xingamentos contra a CPI da Pandemia que, entre outras coisas, investiga o incentivo a medicações que não têm eficácia contra a Covid-19. Leia a mensagem que circula online (trata-se de um texto traduzido de uma mensagem em inglês):

Texto da mensagem: Dr. Vladimir Zelenko receberá o Prêmio Nobel pelo sucesso no tratamento da Covid com [email protected] e Zinco. E no Brasil? Criaram um CPI para perseguir quem se atreva a falar nesse medicamento. Prescrever, então, é “crime”.

Texto da imagem: O Dr. Vladimir Zelenko, que ficou conhecido por usar Hidroxicloroquina para tratar COVID-19, agora receberá o Prêmio Nobel da Paz por seu papel no combate à pandemia de coronavírus. O médico que foi um dos primeiros a recomendar a Hidroxicloroquina e outros tratamentos eficazes para Covid-19 receberá o Prêmio Nobel por seu trabalho.

Os políticos esquerdistas americanos e a grande mídia podem não apreciar a Hidroxicloroquina, mas o resto do mundo entende sua eficácia contra a Covid-19. O Dr. Vladimir Zelenko foi censurado em várias plataformas, incluindo uma proibição total do Twitter. Seu crime: tratar com sucesso pacientes Covid-19 com métodos contrários às recomendações do Dr. Anthony Fauci.

Vladimir Zelenko vai ganhar o prêmio Nobel da Paz por defender hidroxicloroquina?

Sabemos que as escolhas do prêmio Nobel da Paz nem sempre são unanimidades. Mesmo com escolhas polêmicas (como a do ex-presidente dos EUA, Barack Obama), é improvável (para não dizer impossível) que Vladimir Zelenko seja escolhido para ganhar a edição 2021 da premiação.

Tudo começou com notícias na “mídia alternativa” (aquela que dá notícia com veracidade alternativa também) dos Estados Unidos. Textos comemoravam que Vladimir Zelenko, junto com um grande grupo de médicos, havia sido indicado para o prêmio Nobel da Paz. Detalhe: um dos primeiros sites que publicaram a informação, apagou a notícia.

É possível que Zelenko tenha sido um dos indicados. Só não é possível de fazer a checagem dessa informação. Isso porque os indicados ao prêmio Nobel são mantidos em segredo por, no mínimo, 50 anos. Neste ano, houve 329 indicações (234 individuais e 95 de organizações).

Porém, antes que você comemore ou lamente algo, é preciso esclarecer alguns detalhes. O primeiro e principal deles é que não é “preciso tanta coisa” para ser indicado ao prêmio Nobel da Paz. Como aponta o site da premiação, a indicação pode ser feita por qualquer pessoa que se encaixe no critério de “indicador”. Um exemplo é membros de assembleias nacionais e ministros. Outro são professores universitários. Ou seja: basta um político negacionista e a tal indicação é garantida.

Com isso, podemos chegar a uma conclusão: ser indicado é uma coisa. Ganhar (e aí a premiação passa pelo Comitê Norueguês do Prêmio Nobel) é outra coisa bem diferente. E dois motivos nos garantem que Vladimir Zelenko não irá ganhar o prêmio Nobel da Paz (mesmo que tenha sido indicado).

O primeiro é que é há um “desvio de indicação” em questão. Mesmo que Vladimir Zelenko tivesse dado uma grande contribuição ao mundo ao “receitar” hidroxicloroquina contra a Covid-19 (o que não fez, por sinal), o trabalho se encaixaria no Nobel de Medicina (ou, talvez, no de alguma outra área da Ciência). Nunca um Nobel da Paz.

O segundo e mais óbvio é que, infelizmente, receitar hidroxicloroquina e, principalmente, teimar que o remédio é eficaz contra a Covid-19 mesmo com testes apontando o contrário não garante prêmio nenhum da paz. E, mesmo que tenha sido indicado, não é preciso ser um gênio para garantir (com certeza absoluta) que Vladimir Zelenko não ganhará o Nobel da Paz.

Resumindo: a história que aponta que Vladimir Zelenko vai ganhar o prêmio Nobel da Paz é falsa. Mesmo que tenha sido indicado (o que é possível dado o número de políticos mundo afora que defendem a hidroxicloroquina e impossível de ser checado dado o sigilo mantido pelos organizadores, ele não vai ganhar a premiação em questão por motivos óbvios.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3aIzl5T
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3w3sv3d
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3wa3LY1

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet