Tabela do Datasus mostra mortes ocorridas em 2020 e aponta que Covid-19 não é grave #boato

Boato – Tabela divulgada pelo Datasus que mostra mortes ocorridas entre janeiro e março de 2020 mostra que a Covid-19 mata muito menos do que ataques cardíacos, AVCs e outras doenças.

Apesar de todo alerta que as autoridades em saúde estão fazendo em relação aos riscos da infecção por coronavírus, ainda tem gente que insiste em minimizar a doença. Muitos desses negacionistas se utilizam de dados e estudos para “embasar a tese”. O problema é que nem sempre os dados são reais ou interpretados da maneira mais fidedigna. É o caso da história de hoje.

De acordo com uma mensagem que está circulando na internet, o Datasus (sistema de dados do Ministério da Saúde) revelou que a Covid-19 mata muito menos do que outras causas no Brasil. A tabela, que seria de mortes ocorridas no Brasil entre 1º de janeiro a 30 de março de 2020, mostraria que a Covid-19 é menos grave do que outras doenças. Leia algumas versões da tabela que circula online:

Versão 1: Mortes ocorridas de 1º de janeiro a 30 de março ATAQUES CARDÍACOS 41.425 ACIDENTES VASCULARES CEREBRAIS 29.308 INFECÇÕES DE VIAS AÉREA 20.712 ALZEIMER E CORRELATOS 18.123 DOENÇAS BRONCOPULMUNARES 15.534 MORTE POR VIOLÊNCIA 14.499 DIABETES E AGRAVOS 12.945 ACIDENTE DE TRÂNSITO 10.356 DOENÇAS RENAIS 8.285 CIRROSE HEPÁTICA E AGRAVOS 7.763 COVID 19 940 FONTE DATA SUS

Versão 2: MORTES NOS ÚLTIMOS 90 Dias pelo DATASUS POR AVC 41.425 POR INFECÇÕES PULMONARES 29.712 POR ALZHEIMER 18.123 POR DOENÇAS BRONCO PULMONARES 5.534 POR VIOLÊNCIA 14.499 POR DIABETES 12.945POR TRÂNSITO 10.356POR DOENÇAS RENAIS 8.285 POR CIRROSE 7.763 POR COVIDE19- 1.500

Versão 3: Números do DATASUS Até 30 de MARÇO no Brasil. *Doenças Renais – 8.285 Mortes *AVC – 29.308 Mortes *Doenças Cardíacas – 41.425 Mortes *Cirrose e Tabaco – 7.763 Mortes *Alzheimer – 18.123 Mortes *Acidentes de Trânsito/Outros – 10.356 Mortes *Infecções das Vias Aéreas – 20.712 Mortes *Doenças dos Pulmões – 15.534 Mortes Mortes do CORONAVÍRUS Atualizadas Até o Dia 14 de Abril : *COVID-19 – 940 Mortes TIREM AS SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES !

Tabela do Datasus que mostra mortes ocorridas em 2020 aponta que Covid-19 não é grave?

A mensagem se espalhou com muita força na internet e deixou muita gente reclamando do “alarde” que está sendo feito em cima da Covid-19. Mas será mesmo que a tabela do Datasus que está circulando na internet é real? A resposta é não. Calma ai que a gente explica tudo para vocês.

Quando nos deparamos com a mensagem, ficamos desconfiados pelos dois motivos “de sempre”: a mensagem tem algumas das principais características de boatos online como ser vaga, alarmista e com erros de português. Para além disso, não é incomum que dados falsos estejam embasando teses (também falsas) de que o coronavírus é só uma gripe. Já desmentimos por aqui, por exemplo, uma tabela distorcida que apontava que o H1N1 era mais grave do que o coronavírus e que um estudo de Harvard havia falado que o “isolamento é pior”.

A partir daí, resolvemos buscar pelos tais dados do Datasus. Não demorou muito para descobrimos que não há nenhuma tabela com esses números e que falem de mortes entre janeiro e março de 2020. Achamos uma tabela preliminar que trata do período de janeiro e fevereiro deste ano. Já a tabela com dados consolidados mais recente que encontramos é referente ao ano de 2018. É importante citar que os dados (tanto da tabela preliminar como da de 2018) são discrepantes dos números apresentados.

Por exemplo, o número de mortes da “tabela 2020” por doenças no aparelho circulatório é de 15.237 nos dois primeiros meses do ano. Se fizéssemos uma “regra de três”, o número de março chegaria a 22.855,5. O número é menor do que a soma de “ataque cardíaco + AVC” (mais de 70 mil). Por sinal, a tabela de janeiro e fevereiro mostra 4 mil mortes por AVC e pouco mais de 2 mil mortes por infarto.

Se pegarmos a tabela de 2018 como exemplo, também não chegamos a um número muito distante disso. Dados consolidados daquele ano mostram que 93.272 pessoas morreram de infarto. Fazendo a “regra de três” (92.272/12×3), chegaríamos novamente em um número abaixo dos 41 mil apresentado na mensagem: cerca de 23 mil.

Vamos pegar outro exemplo: acidentes de trânsito. A tabela de dados preliminares deste ano mostra que “causas externas” (incluindo envenenamentos, acidentes de trânsito e outros) somaram 4 mil mortes. Mesmo a categoria (que é mais abrangente do que “apenas” acidentes de trânsito) não chegaria aos 10 mil casos no final de março. Nos dados de 2018, há o número consolidado de mortes por acidentes de trânsito: 33 mil. De novo, os dados não batem (se feita a “regra de três”) com o que está na tabela.

Vale dizer que os números da Covid-19 também estão errados. Enquanto a tabela mostra 940 mortes, o número atual já passa de 1.500. Vale dizer que a primeira morte no país ocorreu há menos de um mês. Ou seja: infelizmente esse é um dado que tende a crescer.

Como vocês viram, a tabela em questão não consta nos sistemas do Datasus (além de estar com números completamente discrepantes). Essa informação foi confirmada pelo próprio Ministério da Saúde ao site Gazeta do Sul (jornalístico da cidade de Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul). “Qualquer divulgação com esses números não é considerada válida pelo Ministério da Saúde”, disse a assessoria do Ministério ao veículo.

Depois da publicação deste conteúdo, o Ministério da Saúde enviou uma nota ao Boatos.org e reforçou que a tabela em questão se trata de uma fake news. Leia o conteúdo enviado pela assessoria da pasta:

O Ministério da Saúde informa que a tabela apresentada não corresponde à realidade. Os dados de óbitos são notificados ao Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) e são fechados a cada dois anos. Cabe explicar que é equivocado o tipo de comparação entre as causas de óbitos apresentado pela tal postagem. Isso porque pacientes que vieram a óbito poderiam ter mais de uma comorbidade. Já em relação ao COVID-19, várias são as comorbidades associadas nos casos dos pacientes que vieram a óbito. Desta maneira, fazer tal comparativo torna-se inviável.

Resumindo: a informação que aponta que há uma tabela do Datasus de número de mortes entre janeiro e março que mostra que a Covid-19 não é tão grave assim e que outras causas matam muito mais é falsa. Os números não existem e sequer têm congruência se comparados com relatórios (consolidados ou não) do Ministério da Saúde.

Em tempo: para além do número absoluto de mortes por Covid-19, outros fatores mostram que devemos, sim, nos preocupar. 1) Como não estamos imunes à doença e não existem vacinas, o número de casos pode disparar e colapsar o sistema de saúde (inclusive faltando atendimento para quem sofre acidentes ou com outras doenças). 2) A doença é recente, os dados não estão consolidados e, infelizmente, tendem a crescer. 3) Não sabemos quase nada sobre a doença (se pode sofrer mutações, reinfectar pessoas etc). Por isso, todo cuidado é pouco. Por isso, se proteja, fique em casa se puder e não compartilhe fake news.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164.

Confira a lista de todas as fake news sobre o novo coronavírus

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2yOF9Hf

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet