Skol causa câncer no reto e falta de atividade renal em 23 pessoas de SP #boato

Boato – 23 pessoas foram internadas com falta de atividade renal e tumores no reto no Hospital das Clínicas (em São Paulo) após beberem Skol contaminada. Depois disso, até a propaganda parou.

Como já avisamos no final de 2019, o Boatos.org passa, a partir de 2020, a ter um espaço dedicado a boatos que, mesmo já desmentidos, continuam circulando na internet. Hoje, vamos falar de um “textão” que foi tratado aqui em maio de 2015 e janeiro de 2018.

De acordo com a mensagem, que em 2020 continua sendo sucesso no WhatsApp, a mais nova ameaça à saúde da sociedade é a cerveja Skol. Antes que você pense nos males que o alcoolismo traz (que, de fato, são reais), saiba que não é nada disso.

O texto em questão fala que a cerveja Skol está contaminada e causou falta de atividade renal + tumores no reto em 23 pessoas. A mensagem diz que elas foram internadas no Hospital Fleury e é assinada por uma médica. Leia a mensagem que circula online:

Confira o desmentido em vídeo

ALERTA GERAL Não beba Skol!!! A propaganda parou… Por quê? Reparem… A propaganda quase não se vê mais na mídia… Porque será??? Estamos repassando o e-mail abaixo para conhecimento e prevenção, principalmente para aqueles que bebem esta cerveja: Skol.

Este e-mail está sendo repassado dentro do Hospital que trabalha uma pessoa amiga. Fato já está confirmado: Vinte e três pessoas já passaram pelo Hospital das Clínicas com um mesmo sintoma: falta de atividade renal e o aparecimento de tumores no reto. Todos os internados relataram o começo das dores e a conseqüente internação após ingerirem altas doses de Skol.

Pesquisas realizadas pelo renomado Instituto Fleury, apontaram *grande quantidade de Fenofinol, Almeido e Voliteral, substâncias tóxicas e que causam, respectivamente, a má atividade dos rins e câncer. Segundo Dr. Paulo José Teixeira, formado pela USP e Especialista em Toxicologia, as pessoas não devem ingerir mais a citada cerveja.

A Direção da AMBEV já assumiu sua culpa e prometeu indenizar os pacientes e todos aqueles que venham a se contaminar com a cerveja. Pelo amor de “DEUS”… Passem esta mensagem para frente. Pelo sim e pelo não, vamos tentar remediar enquanto há tempo. Lembre-se: Divulgar a todos de sua família, é a consciência de cada um que deve decidir, mas a nossa deve estar tranqüila. Monique Freitas Soc.Bras.de Cardiologia/Secretaria. Por favor não deixem de repassar esta mensagem para todos que vocês conhecem. Repassando

Skol causou câncer no reto e falta de atividade renal em 23 pessoas de SP?

Assim como em 2015 e 2018, a história foi muito compartilhada na internet. E assim como nas ocasiões citadas, a história é falsa. Vamos aos fatos.

Sabe quando a gente insiste em falar nas características de boatos virais (às vezes é até chato)? Essa insistência toda tem um motivo: são justamente essas características que ajudam um boato a se perpetuar.

Esse texto é a prova: a mensagem tem TODAS as principais características de um “bom boato”: é vaga, alarmista (e como), tem erros de português, pedido de compartilhamento é não cita uma fonte confiável. Até cita nomes, mas não tem nenhum link de referência. Só isso já faria uma segunda busca valer a pena. Foi justamente o que fizemos.

No nosso caso, fizemos, antes de tudo, uma busca pela nossa memória. Foi ao que chegamos em um boato tão clássico como esse da Skol: o que aponta que a Fanta e outras bebidas causaram a tal internação em massa.

Sim! Essa história de Skol e tumores nada mais é do que uma modificação de outro boato. Em todos os casos, nada encontramos sobre a tal internação em fontes confiáveis (o que é muito estranho porque uma história como essa seria um escândalo. Ao contrário, encontramos diversos desmentidos, inclusive da Coca Cola do Brasil, do Hospital das Clínicas, do Instituto Fleury e até da médica citada na mensagem.

É importante afirmar que, para além de tudo isso, as tais substâncias citadas na história (Fenofinol, Almeido e Voliteral) não existem. Não são remédios e tampouco venenos com esse nome. Por fim, vale dizer que, ao contrário do que aponta o texto, a propaganda da Skol não parou. Basta você ligar a TV mais à noite para ver o tal anúncio do “gira, gira” passando na sua telinha.

Resumindo: a história que aponta que a Skol causa câncer e que pessoas foram internadas no Hospital das Clínicas com tumores no reto é falsa. É um fake antigo já desmentido pelas autoridades citadas e que já teve versões idênticas citando refrigerantes. Fim.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/36oLGIe

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet