Respirador caseiro feito com garrafa pet é eficaz contra Covid-19 #boato

Boato – Respirador de ar contra Covid-19 pode ser feito em casa usando apenas uma garrafa pet e um inalador. 

Como já temos repetido aqui no Boatos.org há algum tempo, a situação da saúde pública no Brasil está caótica. Com o aumento no número de casos de Covid-19, diversos hospitais já não possuem mais leitos de UTI vagos.

O resultado tem sido filas de espera e diversas mortes que, talvez, pudessem ter sido evitadas. No estado de São Paulo, ao menos 60 pessoas perderam a vida à espera de um leito na terapia intensiva.

Por conta da situação crítica, diversas publicações na internet com medidas alternativas estão pipocando nas redes sociais. De acordo com elas, respiradores de ar poderiam ser feitos em casa usando apenas uma garrafa pet e um inalador. Segundo as postagens, o instrumento funcionaria contra a Covid-19. Confira:

“Um inalador,uma garrafa pet ,um caráter nasal e um pouquinho de silicone e um litro de água pode salvar uma vida,. Basta ser inteligente melhor ainda se colocar uma colher de chá de bicarbonato na água.!”.

Respirador caseiro feito com garrafa pet é eficaz contra Covid-19?

A informação caiu como uma bomba nas redes sociais, em especial, no Facebook e no WhatsApp, onde viralizou. Apesar disso, a história não passa de balela!

Para começo de história, basta olhar para a publicação para perceber que ela apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, extremamente alarmista, os erros de português e a falta de fontes confiáveis.

Além disso, não é de hoje que ideias mirabolantes contra a Covid-19, como essa, têm circulado na internet. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que usar álcool em gel caseiro, feito com gelatina, protege contra o coronavírus. Também a que indicava que fazer nebulização caseira com bicarbonato de sódio e água oxigenada previne e cura a Covid-19 e, por fim, a que apontava que fazer gargarejo com água quente, sal e vinagre poderia curar a Covid-19.

Pois bem, assim como já explicamos em outro desmentido, a inalação não é recomendada em casos de Covid. E quando é inevitável, todos os profissionais de saúde e o paciente precisam tomar determinados cuidados para evitar a propagação de gotículas infectadas no local. Segundo os órgãos mundiais de saúde, o ato da inalação pode ajudar a propagar o vírus por causa das gotículas geradas no processo.

Apesar disso, muita gente não deu atenção ao aviso e, em momentos de desespero, infelizmente, a ideia acabou tendo a adesão de algumas pessoas. Em meados de janeiro de 2021, durante o colapso na saúde de Manaus (AM) pela falta de oxigênio, um enfermeiro domiciliar acabou utilizando a ideia para tentar prolongar a vida de sua paciente até que um cilindro estivesse disponível. Infelizmente, a paciente acabou morrendo.

Mas a ideia não teve adesão apenas em casos de Covid-19. Em 2016, bem antes da pandemia, um bebê prematuro com problemas respiratórios morreu em Jutaí (AM), após o hospital do município improvisar uma máscara de oxigênio com garrafas pet. A unidade de saúde não possuía máscaras de oxigênio no local. A criança, juntamente com seu irmão gêmeo, nasceram de forma prematura. Apenas o irmão sobreviveu.

Como é possível observar, o respirador mecânico não é tão simples assim. Além disso, existem casos e casos. Em alguns, a ventilação mecânica não-invasiva é suficiente. Entretanto, em outras situações, se faz necessário o uso da ventilação mecânica invasiva, quando um tubo é colocado através da boca chegando até a traqueia. Nesses casos, o paciente precisa ser sedado. Para saber se uma pessoa precisa de um tipo de ventilação ou outro, os médicos fazem análises periódicas do nível de saturação do sangue. Isto é, avaliam a quantidade de oxigênio que está sendo transportado na circulação sanguínea. Por fim, um aparelho caseiro não substitui o oxigênio hospitalar e muito menos o respirador mecânico (que é muito mais potente e seguro).

Em resumo: a história que diz que respiradores caseiros feitos com garrafa pet são eficazes contra a Covid-19 é falsa! O equipamento improvisado, apesar de parecer uma boa ideia, não é. Em 2016 e durante a pandemia da Covid-19, em momentos de desespero, profissionais da saúde já improvisaram o equipamento com garrafa pet, mas, infelizmente, não conseguiram salvar vidas. Respiradores mecânicos são potentes e eficazes. Além disso, há maneiras e maneiras de se submeter à ventilação mecânica. Uma delas é a não invasiva. Já a outra é a invasiva (e necessita de sedação). Para avaliar qual delas será necessária, os médicos precisam avaliar o nível de saturação do sangue, isto é, a quantidade de oxigênio que está sendo transportado na circulação sanguínea. Ou seja, a história não passa de boato e um “respirador caseiro” não substitui a ventilação mecânica.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/3kWrohw
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/38hcBcy