Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Saúde > Remédio vendido no Facebook é a cura para zumbido no ouvido #boato

Remédio vendido no Facebook é a cura para zumbido no ouvido #boato

Remédio vendido no Facebook é a cura para zumbido no ouvido, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Descobriram um experimento revolucionário que mostra a conexão cerebral defeituosa como causa raiz do zumbido no ouvido. A cura está em um remédio chamado Quietum Pro que é vendido no Facebook.

A Meta (empresa responsável pelo Facebook e Instagram) parece estar preocupada com a questão da desinformação em publicações na rede social. É uma pena que, na prática, a empresa sequer tem conseguido barrar publicidades pra lá de duvidosas colocadas na rede social.

Nos últimos dias, estamos desmentindo diversos produtos que apareceram por lá. Já falamos “curso de recuperação de dinheiro perdido em impostos”, de “sistema para ganhar na loteria” e outras coisas. Agora, vamos falar de algo que promete “curar” o zumbido no ouvido.

Postagens na rede social apontam que para um site que, quando acessado, fala “experimento revolucionário descobre conexão cerebral defeituosa como causa raiz do zumbido no ouvido”. O site tem um vídeo de player automático, sem pausa e que tenta vender o tal remédio “mágico”. Na versão que vimos era chamado “Quietum Pro”. O site ainda diz que ele é aprovado pela Anvisa. Leia:

Experimento revolucionário descobre conexão cerebral defeituosa como causa raiz do zumbido no ouvido Quietum Pro foi aprovado pela ANVISA nos termos da RDC 240 de 26/07/2018, sendo dispensado de registro, pois é avaliado como 100% Seguro para o consumo da população por este órgão.

Remédio vendido no Facebook é a cura para zumbido no ouvido?

Vídeo: é falso que Lojas Francesas (Americanas) tenha jogado livros de Felipe Neto no lixo

Não tem faltado anúncio sobre o suposto remédio no Facebook. Por isso mesmo estamos aqui para apontar que se você está com um problema de audição (como zumbido no ouvido), não deve achar que a cura está em uma propaganda em rede social.

O caráter da propaganda já nos deixa muito desconfiados. Assim como em outros casos que apontamos hoje, o site linkado no Facebook é uma página com um player de vídeo não pode ser pulado, tem um locutor prolixo e diversos supostos depoimentos que utilizam fotos de bancos de imagens internacionais (apesar de ter nomes como “Luciana, Larissa e Neusa”). Ao final, há um disclaimer que não se trata de um “site que pertence ao Facebook”.

Tentamos em todo o site buscar pela “fórmula do produto” ou mesmo pela explicação que liga o produto a “conexão cerebral do zumbido”. Nada encontramos. O que encontramos foi a explicação que o zumbido é um sintoma e não uma doença específica. As causas podem ser muitas. Por isso, você não deve sair tomando um suplemento que achou na internet. Deve procurar um médico para tratar a causa, fazer exames e tratar os sintomas.

Vale apontar que não há um registro na Anvisa para a “pílula em questão”. No site é citado o RDC 240 que dispensa o registro de suplementos alimentares. Só tem um problema, a pílula está sendo vendida como uma solução para um problema (zumbido no ouvido). Neste sentido, a Anvisa é clara: “Se for para pessoa saudável, é suplemento”. Não é exatamente ao que a pílula se propõe.

Achamos também algumas reclamações sobre o tal remédio no Reclame Aqui. Também encontramos uma publicação do site Crônicas da Surdez (voltada ao público surdo). A autora da página foi bem taxativa. Veja um trecho (você pode ler o resto aqui):

O Quietum Pro é um GOLPE! Não aguento mais responder mensagens desesperadas de pessoas me perguntando sobre ele ou reclamando que fizeram uma compra e não receberam nada. Leia esse post com atenção para entender.

A autora endossa que a pílula (sem registro) não “cura a surdez” e que o que você deve fazer é procurar um médico otorrino especializado em surdez, buscar informação e se tratar com a ajuda da medicina (e não do charlatanismo).

Resumindo: é lamentável que estamos fazendo o que a Meta (empresa responsável pelo Facebook) deveria fazer: apontar que a oferta que está no site não procede. Não é com uma pílula que você vai se curar da surdez ou acabar com o zumbido no ouvido. Fique esperto.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 9275-5610

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/41sX0QS
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso
Marcações: