Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Saúde > Protetor solar causa câncer de pele #boato

Protetor solar causa câncer de pele #boato

Protetor solar é o que causa câncer de pele, diz boato (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Boato – Protetor solar muda as moléculas quando entra em contato com o sol e, por isso, causa câncer de pele

Com o fim do verão, muita gente deixou os cuidados com a pele de lado. E se engana quem pensa que esses cuidados são exclusivos para quem segue rotinas de skincare ou pensa apenas na estética. Cuidar da pele também é saúde.

Com a diminuição da intensidade do sol, muitas pessoas simplesmente abandonam o uso do protetor solar durante o outono e o inverno. Entretanto, essa prática é totalmente perigosa, uma vez que os raios UVA e UVB seguem causando problemas e aumentando as chances de desenvolver câncer de pele.

Mas de acordo com uma história que está sendo compartilhada nas redes sociais, parece que as coisas não funcionam desse jeito. Segundo uma publicação, a orientação correta seria se expor ao sol sem usar protetor solar, isso porque o produto poderia causar câncer de pele. Ainda segundo a história, quando o protetor solar entra contato com os raios solares, ele alteraria as moléculas, o que causaria o câncer de pele. A publicação ainda afirma que se o protetor solar fosse realmente efetivo, diversos índios teriam câncer de pele. Confira:

Vídeo: É falso que vacina da gripe tenha "vírus do câncer"

“Comece a partir de agora tomar sol. E e quanto mais disposto tiver o corpo ao sol, melhor. Ah Jair, eu posso expor só eh detalhe. O médico fala que até dez hora é bom das três hora em diante é bom. Mentira, outra mentira Outra ilusão, porque a helioterapia ou sol é algo que cura muita doença no corpo humano, muita. Fortalece o sistema imunológico. Então melhor horário pra você ter benefício do sol é das dez às quinze horas, dez às quinze horas. Todo esse tempo? Não. Nesse horário forte você escolhe quinze minutos a meia hora todo dia. Sem protetor solar. Que é outra mentira criada pra vender produto e gerar câncer de pele o que é que a o que que cria câncer de pele ao sol? Não. É o protetor solar que você coloca na pele, a maioria deles quando tem contato com os raios solares altera as moléculas e que gera câncer de pele Se o sol causasse câncer de pele todo índio estaria com câncer de pele. Você viu um índio com câncer de pele? Não. E eles tem roupa, camisa? Não. Eles pegam sol sim, direto. Então está aí. É uma falácia da indústria farmacêutica pra cima da população vendendo protetor solar Porque quando você coloca protetor solar você tapa os poros da pele onde os os poros da pele deveriam receber os raios solares, não recebe mais, recebe a química. E aí os raios solares em cima da química acontecem uma transformação metabólica ali e você na maioria das pessoas começa a gerar câncer de pele é o problema”.

Protetor solar é o que causa câncer de pele?

A informação causou um verdadeiro burburinho nas redes sociais, em especial, no WhatsApp e tem causado dúvidas entre os internautas. Entretanto, a história não é verdadeira. A explicação está na falta de provas e na origem da informação.

A mensagem apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, alarmista, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias sobre o assunto em veículos de comunicação confiáveis.

Ao analisar a história, logo percebemos que a história de hoje é um desdobramento de outra história que já desmentida aqui no Boatos.org. Na oportunidade, uma história apontava que o diretor da Anvisa teria pedido demissão e largado o verbo contra as vacinas, recomendando tomar sol, funcho e ivermectina. A história era acompanhada de um áudio absurdo que afirmava que a pandemia seria uma fraude, as vacinas seriam perigosas, que para se proteger dos “males da vacina” as pessoas deveriam tomar sol e emendou que o protetor solar causaria câncer de pele. Como explicamos na oportunidade, esse bla-bla-bla sobre a pandemia e a vacina são discursos alimentados por negacionistas que não estão nem aí para a sua saúde. O único objetivo dessas pessoas é fazer com que você não se vacine (contra absolutamente nada). Nenhuma das orientações dadas por essas pessoas se baseiam em estudos ou dados científicos.

Já sobre a questão do protetor solar, de fato, existe uma ressalva sobre alguns tipos de protetores solares. Em março de 2021, estudo científico publicado na revista Chemical Research in Toxicology mostrou que a composição de um filtro solar bastante utilizado em produtos anti-idade e em protetores solar poderia se transformar em um desregulador endócrino potencialmente cancerígeno. Segundo a pesquisa, o problema seria na substância octocrileno que, com o tempo, se transformaria em benzofenona (substância que já é proibida em diversos países por conta de seu potencial tóxico e cancerígeno). De acordo com pesquisadores sobre o câncer, a substância também é prejudicial ao meio ambiente e aos animais, o que levou diversas empresas a começarem a substituição da substância.

Porém, a recomendação ainda é pelo uso do produto. Segundo profissionais da área da saúde, o protetor solar ainda é a opção mais efetiva para prevenir o câncer de pele. Além disso, eles também indicam que se evite ficar exposto ao sol por muito tempo. Ou seja, o que temos aqui é uma interpretação equivocada sobre um estudo científico (nada de novo sob o sol). A realidade é que não existem estudos que apontem que o protetor solar causa câncer de pele. Por outro lado, já é amplamente comprovado que a longa exposição ao sol pode desencadear o problema.

Em resumo: a história que diz que o protetor solar causa câncer e que as pessoas deveriam se expor ao sol sem ele é falsa! A história surgiu da interpretação equivocada de um estudo científico que mostrava que uma substância presente em filtros solares utilizados em cosméticos e protetores solares poderia se degradar e se transformar em uma substância potencialmente cancerígena. Acontece que as empresas de cosméticos e protetores solares já haviam começado a substituir a substância, porque ela também prejudica o meio ambiente e os animais. Por fim, a orientação dos médicos segue a mesma: antes de se expor ao sol, é necessário utilizar, no mínimo, um protetor solar de FPS 15.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm