Proteína spike da vacina causa danos irreversíveis (como trombose) e, por isso, temos que fazer exame Dímero-D toda semana #boato

Boato  – Vacinas contra a Covid-19 causam trombose, mortes e, por isso, todos os vacinados devem fazer exame Dímero-D semanalmente

As fake news contra as vacinas da Covid-19 seguem atormentando os checadores de informação, as autoridades da área da saúde e muitos desavisados de plantão na internet, causando pânico e desinformação.

Se isso não bastasse, um grupo de médicos tem compartilhado diversas informações falsas, especialmente, sobre as vacinas nas redes sociais.

E, de acordo com uma história que está sendo compartilhada na internet, o grupo de médicos teriam gravado um vídeo onde afirma que a proteína Spike usada nas vacinas causaria danos irreversíveis, como trombose, sequelas e mortes. Ainda segundo a publicação, todos os vacinados deveriam fazer, semanalmente, o exame Dímero-D para identificar o risco de trombose, após a vacinação. Confira:

“MÉDICOS SE REUNEM E EXPÕE OS PERIGOS QUE OS GOVERNANTES E MUITOS PROFISSIONAIS DA SAÚDE INSISTEM EM ESCONDER DO POVO. Médica renomada reunida com outros profissionais, renomado médico e cientista, trazendo para todos nós informações sobre a picada experimental que NINGUÉM trouxe até agora. Preste bem atenção no que eles falam nesse vídeo. O que tem acontecido nos últimos meses não é coincidência muito menos caso isolado”.

Proteína spike da vacina causa danos irreversíveis (como trombose) e, por isso, temos que fazer exame Dímero-D toda semana?

A informação causou um enorme burburinho nas redes sociais, em especial, no Facebook, no WhatsApp e no Telegram. Apesar disso, a história não tem um pingo de verdade. A explicação fica por conta da falta de fontes confiáveis e pela origem da informação.

Bem, como já estamos cansados de lembrar por aqui, as fake news sobre as vacinas representaram uma parte bastante grande dos desmentidos desde o início da pandemia. E você pode conferir aqui todos os desmentidos sobre as vacinas produzidos pelo Boatos.org.

Ao assistir o vídeo, percebemos que o conteúdo se trata do mesmo discurso negacionista já adotado por outros grupos negacionistas com interesses políticos e ideológicos. E o pior, em relação à situação de hoje, é que esse tipo de discurso vem de quem deveria salvar vidas. E como lembramos, o grupo de médicos responsável pela história de hoje já foi desmentido, em outra oportunidade, sobre outra história.

Para piorar toda a situação, o vídeo de hoje apenas repete informações falsas já desmentidas. E para explicar melhor cada ponto do vídeo, separamos o nosso desmentido por tópicos. Vamos lá!

1) A proteína Spike sintética não perdoa, faz lesão inflamatória e causa sequelas, perda de movimento, doenças autoimunes, trombose e morte.

Que listão absurdo e do mal! Apesar de apontar tudo isso como consequência das vacinas contra a Covid-19, a médica não apresenta nenhuma prova. Vale lembrar que a proteína Spike não é utilizada em todas as vacinas. Apenas os imunizantes do tipo mRNA usam essa tecnologia. Então, se todas as vacinas causam esses problemas por causa da proteína Spike, mas nem todas utilizam essa tecnologia, logo, não podemos fazer tal relação.

Além disso, diversos estudos, testes e a própria fase observacional (que acompanha os bilhões de vacinados contra a Covid-19) mostram que as reações adversas dos imunizantes são, em sua enorme maioria, leves. O efeito colateral mais comum é a dor no braço (algo bem mais leve do que aquilo apresentado na história de hoje). E o risco de morte após tomar a vacina é infinitamente menor do que o risco causado por uma infecção por Covid-19. A própria equipe do Boatos.org já desmentiu todas essas ladainhas aqui.

Se isso não fosse o suficiente, o Projeto Comprova também desmentiu a história. De acordo com o serviço de checagem, o autor utilizado pela médica como fonte da informação desmentiu que as vacinas possam causar tais lesões. Ainda segundo o homem, o estudo realizado por ele foi distorcido e a fala da médica do vídeo não tem nada de verdade.

Além disso, essa história de que as vacinas contra a Covid-19 poderiam causar tumores também já foi desmentida aqui no Boatos.org. Na época, uma história apontava que os imunizantes teriam citomegalovírus, HIV, HPV etc para causar câncer e doenças autoimunes. Assim como explicamos na oportunidade, a história não tem pé nem cabeça e seria impossível uma vacina ser aprovada dessa maneira.

2) É preciso um plano de contingências para tratar os vacinados.

Novamente, a mulher recorre à uma história falsa antiga. Pessoas vacinadas não precisam ser tratadas contra a vacina. Mas pessoas não-vacinadas devem se vacinar. Atualmente, o Brasil já registra mais de 640 mil mortos pela Covid-19. E se isso não bastasse, quem conseguiu se salvar da doença, hoje precisa conviver com as sequelas deixadas pela Covid-19. De acordo com um estudo dos Estados Unidos, mais da metade dos infectados têm sequelas físicas e mentais até 6 meses após a infecção.

3) Vacinados precisam fazer exame de Dímero-D toda semana para detectar risco de trombose.

Trata-se de outra informação falsa. Ela já foi desmentida aqui no Boatos.org. Na época, explicamos que o exame Dímero-D, sozinho, não é utilizado para diagnosticar a presença de coágulos (uma vez que o diagnóstico de trombose depende de outras informações e exames). Também ressaltamos que esse tipo de exame não é indicado para quem acabou de se vacinar (poupe seu dinheiro!).

Além disso, o Projeto Comprova também desmentiu a história. De acordo com o serviço de checagem, o exame só é indicado para pessoas que já possuem a condição e precisam fazer acompanhamento ou para pessoas internadas com suspeita do quadro.

Se isso não bastasse, o risco de desenvolver coágulos ou trombose após a vacinação é quase nulo. Enquanto isso, sabemos que existe um risco bastante alto de desenvolvimento de coágulos em infectados pela Covid-19 (que resultam, inclusive, em mortes).

4) A imprensa nega e sonega informação e esconde a verdadeira realidade das pessoas. Os pais estão levando seus filhos para o corredor da morte.

Esse é um dos argumentos mais utilizados pelos negacionistas para questionar o trabalho da imprensa. Mas é óbvio que não tem nada de real. Afinal de contas, é mais fácil questionar os veículos de comunicação confiáveis do que estudar para parar de falar besteira na internet. Já sobre a afirmação de que os pais estariam levando seus filhos para a morte, é só mais um discurso falho. Estudos e testes já comprovaram que as vacinas são seguras. Fim.

Em resumo: a história que diz que a proteína Spike causa danos irreversíveis, como trombose e perda de movimento, e que pessoas vacinadas devem fazer o exame Dímero-D toda semana é falsa! O vídeo usado como prova mostra um grupo de médicos já conhecidos por disseminar informações falsas por aí. Se isso não bastasse, eles repetem um monte de baboseiras já desmentidas internet afora. Ou seja, se você se vacinou, não precisa fazer exame de Dímero-D e nem ficar com medo das reações da vacina (especialmente, se já se imunizou há algum tempo), porque a história de hoje não passa de balela!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3HIppbu
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso