Porta-voz diz que OMS é contra isolamento social e nunca recomendou quarentena #boato

Boato – A porta-voz disse que a OMS é contra o isolamento social e nunca recomendou a quarentena. “Nós jamais dissemos para aplicar medidas de confinamento”, disse Margaret Harris ao jornal Sydney Morning Herald.

Mesmo após mais de 70 dias de quarentena em vários países, parece que alguns internautas ainda têm muito a discutir sobre a eficácia do isolamento social no combate à pandemia de Covid-19 e, por isso, acabam compartilhando, propositalmente ou não, notícias falsas sobre o assunto que podem confundir um pouco a cabeça da população.

Desta vez, uma publicação que começou a circular recentemente nas redes sociais, principalmente no Facebook, compartilha uma notícia de que a porta-voz da Organização Mundial da Saúde (OMS) supostamente disse que a agência é contra o isolamento social e nunca recomendou a quarentena.

De acordo com a postagem, que acompanha um link para uma matéria sobre o assunto, Margaret Harris teria falado ao jornal australiano Sydney Morning Herald que a orientação da autoridade de saúde mundial era, na verdade, para que os países acompanhassem, delineassem, isolassem e tratassem os infectados e pessoas que tiveram contato com estes, e não para fazer um confinamento, já que a medida não seria o suficiente. Confira, a seguir, o texto original da publicação que está rodando online:

“A OMS jamais aconselhou de colocar um país em confinamento para combater a pandemia”, declarou a porta voz da OMS, Margaret Harris, ao Sydney Morning Herald. Segundo ela, vários países seguiram os passos de Wuhan para lidar com a epidemia, sem controlar rigidamente os infectados e isolar as pessoas em contato com estes. Ao aplicar medidas de confinamento total, vários países seguiram o exemplo das autoridades Chinesas em Wuhan, com o surgimento do Covid-19. 

Porta-voz disse que OMS é contra isolamento social e nunca recomendou quarentena?

A publicação foi compartilhada por vários internautas, especialmente aqueles contrários ao isolamento social, e viralizou rapidamente. Mas será mesmo que a porta-voz disse que a OMS é contra o isolamento social e nunca recomendou a quarentena? A resposta é não! E o porquê você confere a seguir.

Na realidade, o que aconteceu foi uma distorção da fala de Margaret Harris, que, na ocasião, falou ao jornal sobre o relaxamento das restrições sociais na Austrália no combate ao surto do coronavírus, elogiando e ressaltando que isso só foi possível porque naquele país não tinha apenas fortes medidas de quarentena, mas também uma quantidade significativa de rastreamento de contato e isolamento direcionado. “Nunca dissemos entrar em confinamento – dissemos rastrear, rastrear, isolar, tratar”, disse ao The Sydney Morning Herald e The Age .

O motivo, segundo Margaret, seria porque muitos países se espelharam nas medidas severas de isolamento social de Wuhan, local de origem da pandemia, mas sem levar em conta outras medidas tomadas por lá também, como de rastreamento de contato e testes bem difundidos:

“Acho que muitos países passaram por restrições muito grandes quando olharam para Wuhan e viram isso funcionando. Mas eles não olharam para o que aconteceu também em Wuhan, que era um rastreamento de contato muito agressivo, isolamento muito agressivo de pessoas que tinham contato, garantindo que essas pessoas não fossem a lugar algum, e testes muito difundidos. Portanto, havia muito mais do que simplesmente fechar o local “.

Ou seja, a porta-voz da OMS lembrou que o isolamento social é sim o cenário ideal para combater a pandemia de Covid-19 e, de fato, é a recomendação inicial da agência. Mas, além dele, é preciso fazer testes e rastrear os casos para que as transmissões não voltem a crescer quando as medidas de distanciamento social forem suspensas.

No entanto, como poucos países têm condições de fazer testagem em massa, como já havia dito o ex-ministro da Saúde, Nelson Teich, ressaltando que nem mesmo países apontados como referência em testes da coronavírus, como a Coreia do Sul, conseguiram fazê-los, a autoridade máxima de saúde concorda que solução mais segura para conter as contaminações nessas localidades, inclusive o Brasil, continua sendo o isolamento social.

Mais que isso, a entidade emitiu um alerta sobre as consequências do fim precipitado da quarentena em países que não conseguirem administrar a transição com cuidado de forma pensada: “O risco de retornar ao bloqueio permanece muito real se os países não administrarem a transição com muito cuidado e com uma abordagem em fases”, afirmou Tedros em um briefing online em Genebra.

Isto é, nada sobre a OMS ser contra o isolamento social e falar para “soltar todo mundo”. Inclusive, aqui no Boatos.org, nós já desmentimos várias fake news que também distorceram as falas da agência de saúde em outras situações, como a que dizia que a OMS tinha voltado atrás e pedido fim do isolamento social no Brasil, dando razão a Bolsonaro; e outra ainda mais absurda de que a entidade teria comunicado que a quarentena aumenta as contaminações da Covid-19.

Por fim, vários sites também desmentiram a notícia de que a porta-voz Margaret Harris teria dito que a Organização Mundial da Saúde era contra o isolamento social, como o Estadão e o Uol.

Resumindo: A publicação que dá conta de que a porta-voz da OMS disse que entidade é contra o isolamento social e que nunca recomendou a quarentena é falsa. A fala de Margaret Harris foi retirada do contexto para convencer os internautas a deixarem o isolamento. Na ocasião, a declaração dela se deu no sentido de que a organização não recomenda o isolamento como a única medida de combate à pandemia, mas também a testagem em massa e rastreamento dos casos para maior eficácia contra o avanço da Covid-19.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3df26qp

 

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)