Óleo de soja é feito de soda cáustica e foi criado como combustível #boato

Boato – O óleo de soja que utilizamos na cozinha é feito de soda cáustica e foi inventado na Segunda Guerra Mundial para ser combustível de veículos.

Um tópico muito comum na internet hoje em dia é a saúde. A web contém infindáveis conteúdos sobre como devemos nos cuidar, o que comer, o que evitar e até mesmo receitas milagrosas de como nos curar de doenças graves. Mas, o que aprendemos ao longo dos anos desvendando boatos é que algumas dessas “dicas do bem”, na verdade, não têm fundamento e podem inclusive causar o que tentam evitar – problemas de saúde.

Realmente, o nosso acervo de conselhos e alertas sobre saúde que, na verdade, são boatos é enorme. Desde curas caseiras para o câncer até avisos sobre alimentos supostamente tóxicos para a vida saudável, o que não falta é espaço para uma história a mais. E cá estamos.

Segundo um vídeo que está sendo compartilhado no Facebook, o óleo de soja (esse comum, que usamos na cozinha) é feito de soda cáustica e foi criado como combustível durante a Segunda Guerra Mundial. O vídeo mostra um homem tirando graxa das mãos e dos braços com óleo de soja e alerta sobre o perigo de comer esse “veneno”. Confira o que o vídeo diz:

Vejam o que vocês tão comendo, óleo de soja, olha a sujeira que eu tô, olha a graxa, é soda purinha. É tira tinta, tira graxa, óleo soja serve pra isso, pra fazer higienização de graxa, de tinta, pra vocês vê ó, pra vocês vê como é que tira, óleo de soja solta tudo isso, ó. A mão vai ficar limpinha, olha aí pra vocês vê o caldo ó. Olha só gente que vocês come gente, toma consciência, não coma óleo de soja, é veneno.

Coma toucinho de porco caipira bem caprichado, no Luís vende. Compra, come, mas come saúde não come porcaria não. Isso aqui ó, isso aqui foi inventado na Segunda Guerra Mundial para combustível de carro, não é pra comer, é pra combustível.  Olha pra vocês vê como é que soltou, olha pra vocês ver. Agora vai ficar limpinho, não precisa de tiner, não precisa de gasolina.

E tinta também viu, isso tira tinta. Tinta, sabe aquela tinta, que você passa aquele tiner e fica queimando, olha pra vocês ver. Olha gente, olha para vocês ver o que que vocês está comendo, óleo de soja é soda cáustica pura. Olha o que vocês comem e foi desenvolvido para combustível de veículo na segunda guerra Mundial não é para nós comer não. Tamo comendo veneno olha aí, tá vendo. Não come isso não, como toucinho de porco, mas não come óleo de soja não.

Óleo de soja é feito de soda cáustica e foi criado como combustível?

Quem tem mecânicos na família conhece bem a luta que é lidar com graxa todos os dias. Sabe bem da dificuldade de remoção da graxa e até conhece alguns “macetes” para ajudar no trabalho. Pois um desses macetes, o óleo de soja, é justamente o que a pessoa no vídeo indica como a “prova do crime”. Mas, será mesmo que o produto é feito de soda cáustica e que foi criado para ser combustível? Não. Essas afirmações não são verdadeiras e nós vamos explicar por que.

Para começar, não faz muito sentido um mecânico dizer que o óleo de soja é feito de soda cáustica. Não é comum que um mecânico saiba qual a composição do óleo de soja. Além disso, se prestarmos bem atenção, a mensagem do vídeo é extremamente alarmista e repetitiva, a ideia é realmente dar um susto em qualquer pessoa que consuma óleo de soja. Sem mencionar os erros de ortografia.

Mesmo diante desses sinais, fomos procurar pelos detalhes da mensagem para ver se algo realmente fazia sentido. Mas não encontramos nada que se salve. O fato do óleo de soja ajudar a remover a graxa, por exemplo, não prova que ele é feito de soda cáustica. Pensem bem, se fosse assim a mão da pessoa queimaria ao invés de limpar, afinal soda cáustica é extremamente perigosa em contato com a pele.

Aliás, esse artigo da Embrapa explica qual a composição da soja, matéria prima do óleo. A mesma contém, essencialmente, diversos ácidos graxos enquanto que a soda cáustica é uma base forte.

Sobre a origem do óleo de soja, a informação de que ele foi criado na Segunda Guerra Mundial também não procede. A soja em si é originária da China e foi encontrada há mais de 2 mil anos. Já o óleo de soja em si e outras propriedades da soja começaram a ser estudadas a partir do século XVIII.

Por fim, no vídeo percebemos que o óleo de soja não limpa totalmente a graxa. Ele apenas amolece a mesma. O processo de limpeza só é finalizado com detergente, que é sabão e possui moléculas que justamente reagem com a gordura (a graxa). Logo, nem a ideia principal – de que por que o óleo de soja tem soda cáustica é que limpa a graxa toda – vale, já que a sujeira só sai mesmo com a ajuda de outro produto.

Portanto, não é verdade que óleo de soja é feito de soda cáustica e que ele foi inventado na Segunda Guerra Mundial para ser combustível de carro. Estas são informações equivocadas de uma pessoa que não gosta de óleo de soja. Claro que óleo em excesso pode ser um “veneno”, mas não porque é feito de soda cáustica. É importante sermos coerentes no uso do óleo de soja, só que pelos motivos certos.

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 991779164.

Compartilhe este artigo:
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)