Illuminatis infectaram máscaras da China com coronavírus para reduzir população mundial #boato

Boato – Máscaras da China foram contaminadas com novo coronavírus por Illuminatis para reduzir a população mundial e não devem ser usadas por ninguém.

A internet chegou ao mundo como uma suposta benfeitoria e prometendo muita coisa interessante. Hoje é possível ver que grande parte dessa promessa se tornou realidade e a internet possibilitou o avanço de muitas áreas, como também facilitou a vida de todo mundo.

Mas nem só de alegrias vive o homem. Ao mesmo tempo que ela chegou para ajudar, infelizmente, também tem sido usada para o mal. A disseminação de fake news é um belo exemplo. E o pior de tudo isso é que muitas dessas histórias têm consequências bastante negativas na vida das pessoas.

A história de hoje é um exemplo. De acordo com um áudio que está circulando nas redes sociais, as máscaras compradas da China teriam sido contaminadas com o novo coronavírus pelos Illuminatis. Segundo a mensagem, o objetivo seria diminuir a população mundial. Ainda de acordo com as publicações, toda a população dos Estados Unidos estaria contaminada, porque compraram máscaras produzidas na China. O áudio ainda pede para que os brasileiros não usem qualquer tipo de máscara, porque o calor evitaria a transmissão do vírus. No material também é possível ouvir que os Illuminatis seriam os responsáveis pela escolha do campeão da Copa do Mundo e por matar presidentes, além de controlarem a maçonaria. No final do áudio, a pessoa ainda recomenda que os brasileiros “não peguem máscaras do governo” para não se contaminarem. Confira a transcrição do arquivo:

“Valdecir, boa tarde, meu querido. Valdecir, ouça esse áudio aí, que esse cara fala aí, o que essa mulher fala é real, viu? Não pega máscara do governo não, porque infelizmente isso daí é uma agenda global. Os presidentes não tem como fazer nada, porque é uma ordem dos Illuminatis de diminuir a população. Morreu os velhos, os mais fraco e o que esse cara fala aí é real, você pode ver que, no começo, o Brasil fez o pedido lá, desses material. E aí o Estados Unidos pegou para eles, você viu o tanto de gente que morreu lá nos Estados Unidos, tanto que tá infectado, que tá morrendo ainda?

E aqui no Brasil você viu que isso aí não é alastrou legal para morrer aquele monte em massa, porque ainda não pegou os EPIs. Todos os país que já pegou EPI e tacou na cara, eles coloca o vírus na cara da pessoa, porque o objetivo deles é diminuir a população para o anticristo assumir. Não sei se você já ouviu falar já, da vinda do anticristo, do inico, do homem do governo só e tá preparando tudo para a vida desse homem. E isso que tá ocorrendo é uma agenda deles que tem que se cumprir. Você pode ver que é global, é o mundo inteiro. E outra: eles querem iniciar uma nova era, o objetivo deles é montar a sociedade alternativa, entendeu? Então, não pega dessa máscara, porque, verdadeiramente, por que tem que pegar da China? Por que tem que ser todo mundo pegar direto da China? Porque o vírus surgiu de lá, a China foi escolhida para lançar esse vírus. E o equipamento é ela que tem que fornecer, porque já vem contaminado. Você acha que o Brasil não tinha fábrica que poderia fabricar essas máscaras?

O Estados Unidos, cê acha que os Estados Unidos não tenha fábrica o suficiente para fabricar essas máscaras? Precisaria pegar direto da China? Entendeu? Olha só para você ver como que é a situação é, se tem lógica eu não tenho, entendeu? E o Brasil é o clima é quente, esse vírus não tem espalhado tanto. Para ele espalhar, às vezes é a pessoa conversar de perto, voar a saliva e pegar no olho, pegar na boca ou pegar no seu braço, na sua mão, você passar a mão na boca, aí pega em você. Você pode ver que ela tem pegado, mas em poucas pessoas, porque, na realidade, o que faz ele alastrar mesmo, é na hora que eles traz os EPI. Primeiro, lança a doença, aí eles quer lançar um equipamento, depois do equipamento, remédio. E, com isso, eles vão ganhando tempo e vai matando gente, entendeu? Vai matando gente sem a população perceber.

Só que isso aí já tá descarado, porque a gente sabe dessa agenda dos Illuminatis. Os Illuminatis é uma organização que está acima da maçonaria. A maçonaria é um braço deles, mas assim, eles dominam tudo. Eles que escolhe quem que a Copa do Mundo onde vai ser, quem que vai ganhar, eles que escolhe quem é o presidente e eles escolhe tudo. Eles estão envolvidos atrás de tudo eles estão e nem o presidente pode contra eles, que se for contra eles, mata. Então, ainda que o presidente saiba da situação, ele não pode abrir o bico, se ele abrir o bico, morre. Então, não pega dessa máscara em lugar nenhum, faz a sua, compra de alguém que tá fazendo artesanal, entendeu? Já sai, vai vir a ordem para usar todo mundo usar, porque aí a pessoa tá na rua sem máscara, o cara vai vir oferecer: ô, você tem máscara? Então, tem que colocar agora, se você não colocar vai ser multado. Aí, ele dá a máscara do governo. Essa máscara tá com vírus, entendeu? Não pega essa máscara. Avisa sua esposa,passa para seus contatos, entendeu?

Cai fora dessa máscara aí que vai ser fornecida. Faz a sua, compra sua aí, particular, de alguém, mas não usa essa marca e passa para frente essa notícia aí, porque é real, viu? Você vai ver, quem pegar essa máscara você vai ver que vai ser contaminado. Eu creio que agora, nem tanto, porque esse essa notícia ela já se alastrou no Brasil inteiro. Só eu mandei pra uns 50 pessoas. Aí, essas pessoas que eu mandei, já mandou para um monte, a outra já mandou, entendeu? Eu creio que já tá quase no Brasil inteiro já essa notícia, mas abandona, não pega essa máscara que vem do governo, porque ela vai vir, ela já vem direto da China. A China que vai levar toda a culpa. Tem um país que assumiu a receber toda culpa, ela vai receber a culpa de tudo no final, vou jogar a culpa nela, entendeu? Porque ela que fez esse vírus aí. Ela foi escolhida para lançar esse vírus, para preparação do anticristo, então, objetivo deles é esse: começar a matar, diminuir a população”.

Illuminatis infectaram máscaras da China com coronavírus para reduzir população mundial?

A informação circulou rapidamente nas redes sociais e deixou muita gente preocupada, especialmente àquelas que têm usado máscara no dia-a-dia. Mas será que essa história de que os Illuminatis contaminaram as máscaras compradas da China para reduzir a população mundial é real? Não é!

Vamos aos fatos! As publicações seguem aquele velho roteiro de fake news na internet: são vagas, alarmistas, possuem erros de português e não citam fontes confiáveis. Além disso, as fake news sobre o novo coronavírus (SARS-CoV-2) e a Covid-19 estão “comendo solto”. A equipe do Boatos.org já desmentiu muitas (mas muitas mesmo!) dessas histórias falsas. Tanto que criamos uma página especial sobre as fake news envolvendo o assunto.

Dois desses desmentidos chamam a atenção quando analisamos a história de hoje. O que dizia que máscaras da China compradas pelo ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta estariam infectadas com o novo coronavírus e também o que apontava que o Japão teria enviado 600 milhões de máscaras contaminadas ao Brasil. Pois bem, o editor do Boatos.org, Edgard Matsuki, até chegou a preparar um material em vídeo para explicar sobre essas teorias da conspiração e elencou, em detalhes, o motivo para não acreditar nessas histórias.

Assim como nos outros casos, a história de hoje trata-se de um material onde o bom senso passa longe. Além disso, ele presta um grande desserviço à população. No início da pandemia, tanto a Organização Mundial da Saúde (OMS) quanto o Ministério da Saúde apenas recomendavam o uso da máscara aos profissionais de saúde e infectados. Com o avanço da pandemia, as orientações mudaram. A falta de equipamentos de proteção individual (EPI), em especial as máscaras cirúrgicas, fez com que a orientação para o uso desse tipo de material continuasse restrita aos profissionais da saúde, para evitar o desabastecimento de EPIs.

Em contrapartida, no início de abril, a OMS admitiu que máscaras de tecido podem ajudar na desaceleração da disseminação do novo coronavírus. Isso porque as máscaras de tecido se configuram como uma barreira física, diminuindo a quantidade de gotículas lançadas ao ambiente, e porque muitos infectados são assintomáticos ou demoram a apresentar sintomas. Dessa forma, a organização de saúde entende que o uso de máscaras de tecido em contextos específicos poderiam vir a somar no combate ao vírus. A representante da Organização Mundial de Saúde em Moçambique, Djamila Cabral, chegou a apontar que o uso de máscaras de tecido pode ser efetivo quando não é possível realizar o distanciamento social, como durante o uso de ônibus.

O Ministério da Saúde adotou a ideia e indicou o uso de máscaras de tecido para toda a população. Algumas cidades, inclusive, já tornaram o uso da máscara de tecido obrigatório para sair de casa e frequentar serviços essenciais. A própria Sociedade Brasileira de Virologia (SBV) recomenda o uso das máscaras de tecido como barreira física, entretanto, ressalta que é necessário continuar seguindo as outras medidas restritivas, como a higienização das mãos, o distanciamento mínimo e o uso do álcool em gel, para que o uso da máscara seja mais eficaz. Ou seja, caso todas as orientações de uso sejam seguidas, o uso da máscara de tecido pode ser benéfico sim.

Como se tudo isso não fosse suficiente, a história de hoje ainda se baseia em teorias falsas para tentar convencer as pessoas de uma ideia absurda. Não existe qualquer prova de que as máscaras estejam contaminadas. Por ser uma acusação grave, as provas são primordiais. Atribuir a informação ao “Valdecir” não diz muita coisa, uma vez que sequer sabemos quem é Valdecir.

Assim como nos outros desmentidos, a história de hoje também parte de pressupostos absurdos. Por que o Ministério da Saúde iria comprar máscaras infectadas, colocando a vida de muita gente em risco, para depois ser acusado como culpado (e até responder por isso judicialmente)? Por que a China enviaria material contaminado para o Brasil, sendo que também poderia ser acusada internacionalmente e sofrer um impacto social e econômico gigantesco? Por que o escolhido para receber as máscaras infectadas seria o Brasil (uma vez que o nosso país é um dos principais parceiros econômicos da China)? Seria mesmo interessante matar tanta gente e prejudicar essa relação? Como a China infectaria tantas máscaras sem contaminar os próprios chineses? Como toda essa trama ficou escondida e só foi revelada pelo Valdecir do WhatsApp (e não pela CIA, Mossad ou MI6)?

Além disso, há ainda uma questão científica. O novo coronavírus pode sim sobreviver por algum tempo em superfícies, mas não tempo suficiente para aguentar uma viagem de dias (que variam de acordo com o tipo de transporte) da China até o Brasil.

Sobre essa história de Illuminatis, é até melhor poupar os comentários para evitar a fadiga. Essa teoria é tão antiga quanto a história do bicho papão. Além disso, a BBC já explicou de forma detalhada como esse boato surgiu. A tese da “redução de população” é outra balela que já estamos cansados de falar por aqui. Por sinal, recentemente, ela foi utilizada de forma bastante irresponsável para falar sobre vacinas. Temos desmentidos aqui e aqui. E, no final das contas, até hoje não conseguimos entender o motivo para tal redução da população. Por que gente rica estaria preocupada (e disposta a usar dinheiro) em matar pobres com doenças intencionalmente planejadas? A desigualdade social já faz isso, de forma mais efetiva e com menos esforço.

Por fim, mas não mesmo importante, o crescimento de casos nos Estados Unidos não tem nada a ver com as máscaras. O boom de casos no país pode ser facilmente explicado pela demora de uma resposta por parte da Casa Branca, pelos problemas com testes (alguns vieram com defeitos e o número de exames foi insuficiente), pelo sistema de saúde (baseado, principalmente, em planos privados que são bastante caros) e a falta de gestão dos EUA.

Em resumo: a história que diz que um áudio mostra que os Illuminatis infectaram máscaras da China com o novo coronavírus para reduzir a população mundial é falsa! Toda a história parte de uma teoria sem pé nem cabeça e com suposições absurdas (os Illuminatis, a contaminação proposital das máscaras, a redução da população etc). Nada faz sentido na história contada pelo áudio que, por sinal, é a única fonte e senhor da informação privilegiada que sequer a CIA ou o Mossad conseguiram descobrir. Ou seja, tudo não passa de balela. Não compartilhe, lembre de lavar bem as mãos e, se possível, fique em casa!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164. 

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2RCIocR